segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Desabafo

Não é por maldade, mas se vamos a uma entrevista de trabalho e nos dizem "no espaço de escassos dias dizemos alguma coisa, porque de facto temos urgência em ver isto resolvido" (num dos dois casos seria para começar já depois de amanhã) e depois nem um telefonema nem um mail nem um sinalzinho de fumo e nós desempregados que sofremos de ansiedade que nos lixemos, então porra mais vale estarem caladinhos. Nós precisamos mas caramba já ouviram falar em educação? Em valores?

(já não me aguento, e sim, até posso estar a fazer uma grande tempestade e acabar por ser chamada mas isso não justifica que não digam nada, quanto mais não seja se percebem que o processo atrasou. Somos humanos, foda-se)

2 comentários:

Rita disse...

É super frustrante mesmo...

Joana disse...

É muito mau... estou desempregada desde o início de Janeiro e nem um telefonema, uma entrevista, um "obrigado pelo seu CV"... nadinha de nada! O desespero começa a surgir...e ainda só passou um mês. Nem uma entrevista, porra!