quinta-feira, 22 de março de 2012

Num qualquer centro comercial da cidade de lisboa

Rapariga no alto dos seus 13/14 anos, a fumar tabaco de enrolar e a dizer “esqueço.me sempre de dar a caderneta com os avisos para a minha mãe assinar… mas também, a minha mãe está-se a foder para isso, as storas não percebem…”

 

(então está bem…)

Quem corre por gosto não cansa

Ontem tive (mais) um jantar com  amigas. Desta vez com as “católicas”. E enfiei-me na cama já era 1h30. E levantei-me às 6h30. E tenho para mim que mais uma ou duas horitas e estou que não me aguento…

 

(já diz o provérbio…)

Ainda sobre lentes e óculos

Já voltei a usar lentes de contacto. Por aconselhamento médico, passei de lentes mensais para lentes diárias. Até ver, está a correr lindamente. O facto de não ter de andar a mudar os líquidos. E a guardar caixinhas. E o chegar ao final do dia deitá-las fora, ajuda muito. É mais higiénico. Mas continuo a querer ser operada. Está em estudo J

 

(este post é especialmente dirigido ao leito Manuel (? É isso não é?)

quarta-feira, 21 de março de 2012

Esta noite sonhei com baratas

“Sonhar com baratas representa a sua própria necessidade de renovar, limpar e rejuvenescer seu ser psicológico, emocional ou espiritual. Deveria avaliar os aspectos mais importantes de sua vida. Também costuma interpretar-se a presença de obstáculos ou problemas. Nossa atitude e actividade no sonho é importante. Se matamos ou combatemos as baratas os obstáculos serão superados. Se não fazes nada significa uma falta de consideração e entendimento para pessoas próximas.”

(ok)

 

Mais uma greve geral amanhã?

(who cares? I’m rich…)

(not)

(e sim, já sei, estão a lutar pelos direitos deles, bla bla bla, e sim eu também estou a lutar para MANTER o meu posto de trabalho…)

(podem encher-me a caixa de comentários, não quero nem saber, ainda posso queixar-me…)

terça-feira, 20 de março de 2012

Nunca disse que não tinha mau feitio...

Na sexta-feira a ideia era irmos à Luz ver o jogo contra o Beira-Mar. Jantar a seguir e por fim dormir num qualquer hotel da nossa cidade. Na sexta andei o dia todo rabugenta a pensar alto “caramba, nunca temos um tempo a dois e quando temos vamos ao futebol?”, “caramba, vou rapar um frio…”, “caramba vou morrer de fome até irmos jantar”. Eu sei que tenho mau feitio. Nunca disse que não. Eu sei que lhe azucrinei a cabeça assim a partir de uns três dias antes… Eu sei. Mas também sei que ele tem a paciência de um santo para me aturar e no dia levou-me a jantar com toda a calma deste mundo, sem pressas, nem fraldas nem cagadas nem birras nem febres, acima de tudo sem frio e sem futebol no estádio (que a TV estava bem ali!) e depois ao cinema sessão da meia-noite e depois o hotel. Eu sei que tenho mau feitio, mas vocês pensariam o quê?

 

(nota: eu também lhe aturo as coisas mais estapafúrdias nele. Que fique registado.)

(devíamos fazer isto uma vez por mês. A bem da nossa sanidade mental.)

(tenho dito)

uma árvore um amigo?

Andei 33 anos da minha vida redondamente enganada. Pelo menos foi o que me disseram as rádios esta manhã durante o meu percurso para o trabalho. Então não é que a primavera chegou hoje às 5h14? Anda uma pessoa no colégio a plantar árvores todos os santos anos no dia 21 de Março e depois é isto…

 

(by the way, a criança lá de casa acordou eram 4h48 a pedir água e todo todo todo mijadinho. Acho que foi essa estação do ano que o invadiu nos sonhos…)

(tudo bem…)

 

O dia do pai cá em casa

Por cá a coisa deu-se com tranquilidade. Com muito amor. Muita alegria. E um pai todo babado com o seu filho (muito bem mandado) a entregar-lhe os presentes.

 

(à semelhança da imagem, a surpresa foram duas polos iguais a estas mas em encarnado. Uma para o pai. Outro para o filho. Pois claro.)

segunda-feira, 19 de março de 2012

Ao pai joão das barbas

Um bom dia ao meu querido pai que sei que visita este estaminé regularmente. Meu bichinho de barba farta, gosto de ti daqui até à lua, com volta incluída J

 

 

 

terça-feira, 13 de março de 2012

O meu chefe diz que fuma sempre que cozinha

 

(e eu começo a vê-los com outros olhos…)

(argh)

Sábado de manhã

 

Levo o pirata a passear. Saio do carro, abro a porta, tiro-o da cadeirinha, ele olha para cima e diz com um ar de extrema felicidade

 

“mamã, olha o céu”

 

(e nestes momentos apetece parar e não fazer nada mais a não ser abraçá-lo e sentir o seu cheiro)

quinta-feira, 8 de março de 2012

Diz que hoje é o dia da mulher

 

E eu nem ligo nada a isso, mas o meu pai e o meu irmão gémeo ligaram-me a lembrar. E como bónus vamos almoçar juntos.

 

(que este dia me sirva para alguma coisa, ahhahah)

 

cá em casa ele é que nos sustenta!

 

 

terça-feira, 6 de março de 2012

Tenho que partilhar isto

Uma colega minha, que mora algures perto de Corroios (ou ali para os lados da margem sul que eu em geografia sou uma naba), no outro dia estava aflita com uma infecção urinária. A rapariga que entra 1h depois de mim enviou-me um sms a perguntar se tinha comigo alguma coisa para o efeito. Respondi-lhe que não mas que passasse numa farmácia, explicasse a situação e se comprometesse a levar a receita à posteriori. Respondeu-me apenas um ok e pediu-me para avisar o nosso chefe que havia a possibilidade de chegar atrasada.

 

Até aqui tudo bem.

 

Passado um bocado, chega ao trabalho. Pousa as coisas. Olha para o nosso chefe e diz “estou muito aflita. Vou só ali a casa buscar os comprimidos e já volto”.

 

Ora, nós trabalhamos junto à expo e ela mora na margem sul, sendo que faz todo o percurso de transportes. Ora, sou só eu que acho que está tudo louco?

 

(eram 9h e ela só voltou às 13h30…)

(porque raio não voltou logo para trás quando ainda estava a trocar os sms comigo?)

(o problema deve ser mesmo meu…)

Ontem fui com a criança cortar o cabelo. Ontem paguei 16 euros para cortar a trunfa a uma amostra de gente de 2 anos. Ontem decidi que daqui para a frente eu mesma pego na tesoura e “cá vai disto”. Não há condições