quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

"Um dia fico sem gasolina"

Hoje foi quase como aquelas personagens que engravidam e depois dizem "ah e tal não sei como isto foi acontecer", só que numa proporção bem menorzinha. Ou seja, andei com o depósito da gasolina do meu carro a modos que "em baixo". Todos os dias eu pensava "amanhã vou abastecer" e o amanhã era sempre mais um dia. Sempre foi assim e um dia a coisa tinha de correr mal. Hoje foi mesmo o dia. Batat toda lampeira liga o carro aquilo estava aos soluços ou algo parecido. Pensei "ah e tal tem de aquecer é velhote e já não é o mesmo". Andei um bocado e os soluços estavam lá. Metia uma mudança e todo ele gritava "tenho fome!". Até que chegou o momento da manhã em que tenho de fazer a avenida de Ceuta. E o pânico apoderou-se de mim. "Ficar parada em plena avenida em hora de ponta, não posso não quero não não não". Posto isto, encostei à direita junto ao Banco alimentar e respirei fundo. "Fuck fuck fuck". Podia ligar ao batato mas não me pode acudir porque é muito cedo e ainda está com o batatinho. Vai disto e ligo a um irmão. E ao outro. E está tudo ainda a sair da cama pela fresquinha. Só aqui a je é que tirou o rabo da cama às 6h30 da matina. Ok, tudo bem. Tranca o carro em 4 piscas e faz-se à estrada até à repsol que por acaso até é lá ao fundo mas pronto é sempre a direito menos mal, deixei de sentir as mãos com o frio mas que se lixe bora lá já faltou mais. Ai canecoooooooooooooooooooooooo. Lá trago um bidão de 5 litros e faço o mesmo caminho de volta, "sou a maior não preciso dos homens para nada e tal e coiso que frio de um raio" que isto falara sozinha ajuda a aquecer. Mais 10 minutos para me cair a ficha e me lembrar que se quero abrir o depósito convém destrancar o carro. E pimbas, está feito "sou a maior, homens? humpf!". Vamos lá agora atestar isto e trabalhar!

(hoje foi o dia...)

9 comentários:

Helena Barreta disse...

O meu carro também já me fez uma desfeita dessas.

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Posto isso vou ter mais atenção ao deposito! eu tb é sempre até á ultima

CAP CRÉUS disse...

HAHAHAHA!
Devias pensar que aquilo andava a ar.

diafeliz disse...

Ah, Ah, Esta faz lembrar aquelas dos pacotes do açucar tipo: Um dia roubo-te da casa dos teus pais. É hoje o dia!
Ou, a doce tentação seduz-me e eu deixo-me ir...
Um dia deixavas parar o carro por falta de gasolina . Foi esse o dia!
Uma das coisas para que os homens servem é mm isso. Ir buscar gasolina, mudar o pneu...olha eu não sou capaz de mudar o pneu.

Lótus disse...

ENA!!!!! Mulher de bidons!!! lolololol

E temos pena disse...

Tambem ja me aconteceu e nao foi nada agradavel! Agora nem que tenha um quarto de tanque vou logo meter gasolina!

Mamã de Salto Alto disse...

Também sou dessas...fica mesmo raso o depósito.Depois fico com uma pilha de nervos,até me aparecer á frente uma gasolineira para me salvar;)

Elsa Filipe disse...

A mi já me aconteceu duas vezes com este carro. A última foi em Outubro com o Martim a dormir no banco de trás. E ando na mesma sempre até à última pinga...

Anónimo disse...

Teimosias pagam-se caro.