terça-feira, 31 de maio de 2011

Vidas

O batato esteve fora 4 dias. De férias com um amigo em Berlim. Na sexta tive um jantar de aniversário e a empregada dormiu lá em casa. Minha gente, vocês não estão a perceber bem a euforia. Fomos jantar aos meninos do rio. Cheguei a casa às 3 da matina. A verdadeira loucura. Eu, amigos, copos, calor. Nem dava para acreditar. Estive feita uma criança feliz a quem dão o presente desejado há meses.

(e agora vocês dizem: "porra, ao ponto que esta gaja chegou...". é isso mesmo. a maternidade dá-nos coisas lindas e faz-nos abdicar de outras tantas, que também tiveram o seu auge e que nos sabe pela vida reviver)
(e o próximo passo é sair daqui sozinha com o batato. ai é, é!)

Ao ponto a que se chega, parte II

Hoje fui a uma farmácia comprar umas coisas que precisava. Na porta leio "precisa-se empregada, requisitos 12º ano". Entro, avio as drogas e pergunto o que devo fazer para me candidatar. Dão-me um formulário para preencher e pedem-me o cv (isto depois de lá irem dentro falar com a responsável). Termino de responder ao "inquérito" e eis que chega uma fulana e diz-me "boa tarde, sou a responsável. esta manhã já entrevistámos algumas pessoas e já decidimos". Olho para ela estupefacta e digo "então se calhar não valia a pena ter preenchido isto....". Resposta "pois...". Rasguei aquilo (com o devido "com licença") e saio com cara de "mas que merda vem a ser esta, foda-se". Mas está tudo bebêdo?

(tipo, qual foi a parte que me escapou?)
(por um triz não parti os óculos à tipa, enquanto os outros funcionários também olhavam para ela com "cara de cus")

1 mês e meio

6 quilos a menos

(começamos hoje o "second round" da dieta. que é como quem diz, nada muda durante os próximos tempos. se eu perder outro tanto, no mesmo tempo, o que eu duvido, dou-me por satisfeita)

domingo, 29 de maio de 2011

Esqueci-me de contar que quando fui com o puto à consulta dos 18 meses cruzei-me com a luciana abreu, o djaló e a filha cujo nome não sei pronunciar. Espreitei, como boa cusca que sou, e só vos tenho a dizer: A MIÚDA É LINDA!! Mesmo!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Francisco Louçã em entrevista à TVI

"Quando os filhos vão de mão dada com os pais, ainda pequenos, não têm noção que no fundo são eles que estão a guiar os pais pela vida"

(não sei é se é mesmo da sua autoria, sim sou muito estúpidaaaaaa)
:))

18 meses ou 1 ano e meio (como preferirem) de pirata

ontem eu estava tristonha e recebi este presente da minha pianolas, que me consegue sempre dar as palavras certas nas piores alturas.

1 ano e meio. Parece que foi ontem. Fomos hoje à consulta (o pai está em berlim de férias com um amigo, não é só a mãe que viaja com amigas!). percentil 75 no peso. percentil 50 na altura. chorou do princípio ao fim. e dizia "ai ai ai ai". a médica disse que todos nesta idade fazem isto, porque têm medo. quanto ao não ter dentes, continua tudo igual "é esperar, não há ninguém sem dentes", não vale a pena falar com dentistas nem dar remédios. cada um tem o seu tempo. ele está óptimo. irrequieto. maluquinho. destroi tudo. saudável, portanto.

(e lá levou a vacina da praxe, aguarda-se a febre da praxe. mas agora vacinas só aos 5 anos. ufa!)

terça-feira, 24 de maio de 2011

Empregosonline é um site a cortar dos favoritos

Então estes gajos cobram dinheiro para a pessoa ter acesso a determinados anúncios? Filhos de uma grande égua

(vão mas é roubar para a estrada cambada de chulos)

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Anyone?

Quando num processo de recrutamento recebemos um mail a dizer "passou à 2ª fase e agora temos um desafio para si" (sendo que a 1ª fase foi apenas e somente o envio do CV). E depois esse desafio consta numa tradução para inglês e numa apresentação PPT baseada no site da empresa. Fazemos a coisa como deve ser? Deconfiamos e pensamos "que raio, estamos a fazer-lhes a papinha toda..."?

(até porque como vão eles saber que não pusemos alguém a fazer por nós? eu sei que é suposto sermos honestos, mas não era melhor uma entrevista pessoal primeiro, testes in loco, por ex, e depois TALVEZ pensar nisso? estou meio confusa...)

sábado, 21 de maio de 2011

castelo branco dixit in revista flash

de manhã lavava a cara, molhava o cabelo, limpava.me com toalhetes e mesmo assim não me sentia bem. Então o que é que eu fazia? Punha um bocadinho do meu creme de lavar a cara e passava no pipi e no rabinho . Para nunca ficar assadinho. (q nojo foda.s)

sexta-feira, 20 de maio de 2011

e não é que

o passos coelho é giro e tem charme ?

20 de Maio

Hoje era o dia de anos do meu avô paterno. Aquele que quando fez 81 anos disse que atingiu a maioridade ao contrário. E estava feliz. E nos contava mil histórias. E nos oferecia os livros das selecções. E as libras de ouro. E nos dava dinheiro sempre num envelope com o nome dele gravado, onde escrevia "Ana Rita, Natal XXXX". Era o avô do cabelo todo branquinho. O avô da máquina fotográfica. O avô que tinha pena de não nos ver mais. O avô meiguinho. O avô dos pullovers e camisas. O avô que não chegou a conhecer o meu pirata mas que concerteza lhe contaria as mil histórias da família e das viagens e da sua sabedoria. Foi-se o avô. Ficam as memórias. Onde quer que estejas, espero que esses teus olhos tão azuis, tal e qual uns berlindes, continuem a brilhar como outrora. Por cá, esses olhos nunca serão esquecidos. Quanto mais não seja porque tens dois netos com os olhos iguais (damn, não me calharam!) e que por acaso até são meus irmãos :)

(e espero que a avó te tenha encontrado e "tirado a barriga da miséria", porque não tens noção do que ela sofreu desde que partiste. Acho que só ficou mesmo em paz quando foi ter contigo. Mas quem sou eu...)

Genial!

Os cadilhos

Ontem, sozinha em casa com o pirata, eu na sala e ele ia passeando pelas várias divisões, como faz sempre, enquanto eu vou supervisionando de tempos em tempos para ver se não há asneira. Supervisionei uma vez. Tudo ok. Duas vezes, tudo ok. À terceira morri de susto. O sacana do puto estava sentado no chão, com um frasco de wc pato líquido verde na mão, aberto, um lago à volta dele, ele todo sujo e eu automáticamente ia tendo um amoque.

Primeira reacção: correr para ele. Tirar a roupa toda. Mandar o frasco para a outra ponta. Lavar boca e mãos. Dar-lhe água para beber (já sei que devia ser leite, mas não me ocorreu). Enfiá-lo na banheira, dar banho como se o estivesse a desinfestar. Lava cara, boca, olhos, mãos, pés, cabeça, tudo ao pormenor. Ele até estava zonzo. Mas não estava mais do que eu. Limpar chão, fechar portas, abrir janelas, inspeccionar para ver se haveria mais frascos "à mão". Ele sempre bem disposto. Dar jantar, comeu lindamente. Continuou bem disposto. Só vos digo que ainda agora estou com a sensação de quando o vi naquela linda figura e eu pensei "pronto, bebeu aquela merda e estou fodida".

(a minha mãezinha é que sabe! Aqui há uns dias, andava o sacaninha com o frasco do amaciador da roupa para a máquina a arrastar pela casa. Mamãe disse "vocês não pensem que ele não arranja maneira de abrir isso...". escondemos aquilo. mamãe sabe. porque mamãe diz, sempre que pode, que o pirata é em muito igual ao meu irmão mais velho, seu tio ora portantos, que em tenra idade emborcou uma caixa de comprimidos... e que nada lhe escapava.)
(estou lixada e mt mt mt mal paga. pai não devia sofrer assim!)
(tanta criança calma a quem se diz "senta e não sai daí" e quando se regressa a dita nem um milimetro se mexeu, e pimbas, tenho uma furacão cá em casa)
(já a minha irmã caçula também não era boa rez... e por isso caiu-lhe uma estante em cima. oh fodase, não sabem estar quietos???)
(nem vou contar como ficou o pai batato quando lhe contei o sucedido. dava para um belo testamento. vocês morreriam de tédio)

quinta-feira, 19 de maio de 2011

quem tem filhos

tem mesmo cadilhos. Dps explico

Fui almoçar às docas com uma amiga



E dei almoço aos pardalitos que por ali andavam a rondar


(acho que isto deve ter uma qualquer explicação (freudiana? doutro gajo qualquer?), porque assim de repente não me lembro de em miúda andar a dar milho aos passarinhos (não digo pombos, porque esses metem-me nojo...)


Eu batata me confesso

Ontem eu e o batato fomos ao concerto da Ivete Sangalo. Aquela brasuca que fazia furor aqui há uns 10, 13 anos? Não se lembram? A gaja da Banda Eva, pá! E que faz sempre parte do cartaz do RIR em Lisboa, que até enjoa. Já sabem?

Pronto, agora que já vos situei, posso continuar. Há uma música que faz parte da nossa história enquanto casal batato - música essa que a gaja nem se dignou a cantar ontem (enfim...) e que não vou dizer qual é porque é nossa (sorry). O batato fez-me a surpresa e comprou os bilhetes no dia dos namorados. Vai daí, lá fomos nós todos lampeiros. Metade das músicas eram desconhecidas. Ela veste-se em palco tal e qual o Zé Castelo Branco no dia a dia. É esquisito vá. E continua a discursar "Portugal, eu amo vocês", "blá blá". Uma data de dançarinos à volta dela que nos faz sentir que estamos no Carnaval enquanto passam algumas músicas tipo afro ou de tribos ou da Índia, ou sei lá o que aquilo era.

Pelo meio, nós e mais alguns que estavam por ali, rejubilávamos com o "Pererê" e outras que tais. As tais de há mais de 10 anos. E depois, ficávamos tal e qual dois palermas a olhar um para o outro a pensar "nunca ouvimos isto na vida".

(arriscámos. é um facto. mas vamos lá ver uma coisa: quem é que daqui é do tempo da expo 98, do bar Bugix - do Luís Represas - onde a Banda Eva era o ex-libris e toda a gente dançava em cima das mesas??? Hum? Sim, que a Expo não se passava só de dia, meus queridos. E há coisas que não se esquecem! E há noites a gritar a Ivete que sim, foram há 13 anos, e a mim parecem ter sido ontem).

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Bruno Nogueira, "Último a Sair"

"Eu nomeio a gorda para sair. Porque, pá, ela é um verdadeiro T3 com mais não sei quantos 1's... ocupa muito espaço"

(risada)

Flops?

Os gajos do "Peso Pesado" deviam era ter ido para a "Tribo". Parece que em termos de perda de peso, surte muito mais efeito.

Quanto a vocês, não sei, mas comigo se não viessem as pipocas, iamos ter um grave problema :)

terça-feira, 17 de maio de 2011

Porreiro pá

Fui almoçar com uma amiga. Entro e ela diz "estás a precisar de apanhar sol"

(o puto agora voltou à fase do "dormir antes da meia-noite não dá gozo" e andamos a medir forças com ele)

segunda-feira, 16 de maio de 2011

E pronto,

Eis que chove a potes. Que chova tudo agora para no fim-de-semana podermos passear.

Espanhois

A propósito de um evento de "barquinhos" que está a decorrer em Cascais, este semana, temos tido vários espanhois a ligar para o escritório. Uma vez que grande parte da equipa está destacada e que eu sou das poucas que ficou, porque não ter hora de saída em Cascais durante uma semana e com um filho, e especialmente nestas condições, não dá, sobra para mim. Atendo e os c"$%& dos gajos insistem em falar apenas e unicamente na língua deles, não fazendo um c#"$%$% de um esforço. Dei por mim a dizer "não percebo o que está a dizer", "pois não entendo", "não falo espanhol".

nota: adoro espanha, adoro espanhois, adorei morar lá. Mas esta mania que têm de esperar que os outros os entendam deixa-me nervosa, irritada, vá!

Ele há coisas...

Devo ter visto a novela espírito indomável meia dúzia de vezes. E os últimos minutos do último episódio (passo a redundância) fizeram-me chorar feita uma tolinha e agarrar-me ao meu piratinha.

O que é a solidão?

"É um dia, e outro, e outro, e outro...."

(in reportagem TVI)

domingo, 15 de maio de 2011

Diz que no Domingo há mais

ontem de manhã fomos outra vez para o jardim da estrela. É uma benção vivermos mesmo aqui ao lado. Fomos ter com uma amiga e com o seu bebê paco um labrador preto giro nas horas. Pelo caminho encontrámos outro casal vizinho com o filho. E o tempo voou. Casa almoço sesta e outjazz. Onde? Jardim da estrela... Encontro com mano cunhada sobrinhas mãe. Não fomos pelo outjazz em si porque aquilo transforma-se numa confusão mas deu para abancar na relva longe da barulheira, beber umas jolas (ou colas, como preferirem) e olhar o céu sem pressas. Andar descalço. Sentir a relva. Ver tanta criançada e pensar "como é que a natalidade do nosso país pode ser baixa?". Ver de tudo. Pessoas que vão ali passear-se, porque o outjazz às tantas já virou um evento social (...), pessoas alternativas (as que eu chamo de esquisitas), famílias, grupos de amigos, cães a dar com pau. Uma alegria.

(Diz que até ao fim de maio os domingos de jazz são ali. xiuu, não digam a ninguém...)
não me mijei a rir com o último a sair de hoje porque não calhou. Finalmente algo que faz a família batata rir a bom rir e que passa na rtp. Coisa rara

sábado, 14 de maio de 2011

pequenas grandes coisas
















de manhã, jardim da estrela. Almoço e Sesta. Praia e primeiro mergulho do ano. Broa de sono. Sofá "mi aguardi".



sexta-feira, 13 de maio de 2011

xina pai então não Apanhei logo um episódio em que o michael night se casa e matam a noiva? Porra pá ninguém merece

tv

depois do alf, do quem sai aos seus e do verão azul eis que a rtp memória - para além do justiceiro vá - resolveu presentear-nos com o chefe mas pouco. Que maravilha. E já repararam que vamos passar a ter 1h diária do último a sair?

portugal no seu melhor só mais uma vez

qual a juíza que absolve alguém, neste caso um médico psiquiatra, por violar uma paciente grávida de 34 semanas. Parece que agarrar-lhe os cabelos e obrigá-la a fazer sexo oral não é tão grave assim.
não sei o que se passou aqui mas confesso que já estava a ressacar.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

cenas

hoje depois do trabalho fomos para o jardim da estrela. O batato pai viu um casal homossexual de mão dada na relva e aos beijos e ficou literalmente chocado. Talvez perturbado. Eu ri.m. Não me faz diferença. Porque será que isto mexe tanto com eles ?

Prova dos 9: verdades e mentiras do vídeo para os finlandeses

Pela admiração, por ter sido meu (excelente) professor. Por tudo. Partilho. Vejam, vale a pena.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=92&did=155203

(quando for grande quero saber tanto quanto ele)

Gosto muito deste rapazinho...

quarta-feira, 11 de maio de 2011

bom bom

era todos podermos votar antecipadamente. Ah n m da jeito n estou cá nesse f de semana. Epa o puto está doente e o melhor é ir agora não vá ele piorar e eu n conseguir. Ontem fui sair à noite e estou com a ressaca da vida. Cenas assim vá. E sim sou mesmo uma besta. E digo que penso.

menina da cidade

eu juro que sabia que a melancia vem da terra e que o leite é extraído da vaca. Mas também juro que não fazia puto ideia que as galinhas apanhavam no rabo dos galos. Alguém me elucida? É verdade ou é apenas a expressão que se utiliza e que eu ouvi hoje pela primeira vez? estou chocada por só aos 32 descobrir tal coisa. Vá toca a gozar e a chamar nomes. Eu até gosto dessa segunda parte. shame on me
E aquelas pessoas que dizem "a carne ou o peixe com mólhos"??????????????????

terça-feira, 10 de maio de 2011

Vamos lá tentar mais um mês

Hoje vesti umas calças de ganga que não me serviam, daquelas de cintura mesmo MUITO descaída, da salsa. Não sei quanto peso neste momento, mas faço hoje 1 mês de dieta. E na roupa nota-se evolução. Bastante mesmo.

(escusado será dizer que vesti as calças com uma camisolinha de manga curta, justa em cima e com decote MAS larga o suficiente na parte da barriga e das ancas que ainda estão mortinhas por se manterem e ainda davam para não me afogar no caso de não saber nadar).

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Ah então está bem

Pergunta para fazer conversa a um dos concorrentes do quem quer ser milionário:
"então como está a ser a experiência de ser pai há 5 meses?"
"ah, está a ser boa, excelente mesmo!"
"então e acorda de noite, muda fraldas e ajuda nas tarefas?"
"por norma é a esposa (sim disse esposa) que faz isso tudo, mas sempre que tem de ser lá dou uma mãozinha"

Dilema

Durante anos, especialmente nos tempos da faculdade (onde é que isso já vai....), fiz colecção de relógios swatch. Sempre que podia, lá vinha mais um, sempre que os namorados perguntavam o que eu queria (às vezes nem perguntavam...) lá ia a batata escolher aquele que era de edição limitada xpto e o camandro.

Hoje, tenho esses mesmos relógios ali numa prateleira (que o pirata alcança na perfeição e onde passa grande parte do tempo...) amontoados, esquecidos, como se não tivessem tido qualquer importância outrora.

Há uns, que há, que não dou, não vendo, não abro mão. Mas depois há outros sobre os quais penso "é giro, ok, mas não uso, está encostado". De notar que continuo vidrada em relógios e a comprar furiosamente, mas não para coleccionar, antes sim para usar. Usar e abusar até cansar.

A minha questão, ou antes o meu dilema, prende-se com aquilo que faço aos tais que não uso, que não me dizem nada, que se apagaram para a (minha) vida? Vendo na net? Ponho em leilões?

(digam-me de vossa justiça)
(por exemplo, este não vendo porque adoro e porque tem um significado especial. Mas já viram quanto pedem por ele???)
(há um que é o "sweet babies" que está à venda também por 119 euros na jellyfish, não sei se conhecem a loja. E este também não vendo)

Grão a grão

E o reembolso do IRS já chegou. Afinal nem tudo é mau... é pouco mas dá um jeitão!

Cromos


Hoje a caderneta de cromos, da comercial, era sobre a leitura. Nomeadamente sobre a quantidade de livros que devorávamos face aos miúdos da mesma idade da nossa actualidade. Eu falo por mim, era tudo o que metia condessa de segur, eram as gemeas no colegio de sta clara, ou o colegio das quatro torres, uma aventura, alice vieira marchava tudo, enid blyton, maravilha. Mas a pérola das pérola de que o Markl falou foi sem sombra de dúvida o "Flores para Crianças". E quem não sabe do que estou a falar não teve uma infância feliz :) Pérola! Verdadeira pérola!



(no outro dia falaram sobre os diários que escreviamos com 12 anos. Juro que vou digitalizar umas páginas para verem como eu era (ou ainda sou, vá) ridícula!)

domingo, 8 de maio de 2011

Se não são pais, não leiam isto. E se são, tambem não vale a pena...

Acorda todo mijado (passa o dia agarrado ao biberão da água e quando acaba lá vamos nós encher). Muda fralda, muda a roupa toda. Dá-se a papa matinal. Brinca-se. De seguida, cagada até ao pescoço. Muda-se novamente toda a roupa. Com o acrescento que o crianço odeia estar deitado no fraldário e só berra durante todo o processo. Para ajudar ainda mais à festa, tem de se estar sempre a pôr soro no nariz e a aspirar. E ele adora (not). Findo este processo, vou dar-lhe o almoço. São apenas 13h00. O que se seguirá?

(estou precupada, agora sim. A fazer 18 meses e não tem dentes e anda sempre aflito da boca, tudo o que apanha morde, sapatos e cabos de vassoura incluídos. e tenho a sensação que quando romperem vão ser aos 3 e aos 4 ao mesmo tempo e eu vou andar (mais) louca com o sofrimento dele)
(queria tanto ir aproveitar o sol, mas com ele assim vou da sala até à cozinha, e assim por diante)
(amén)

sábado, 7 de maio de 2011

estou tão farta de ranhos e tosses e narizes entupidos. Ia jantar e mãe ficava com pirata. Ia. É o verbo apropriado. Estou cansada.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Um aparte

Estou com calores!

Eu pino, tu pinas...

Um estudo (qualquer daqueles norte-americanos) revela que comer doces e praticar sexo (não necessariamente ao mesmo tempo, hahahahaha) reduz em larga escala o stress.

(estando de dieta, vamos lá pinar então!)

Pancadas

Quando temos uma pessoa no chat do nosso mail on-line mas teimamos em trocar mails.

(like!)

quinta-feira, 5 de maio de 2011

querem saber Qt é q eu ganho?

a filha da minha chefe é formada em educadora de infância mas trabalha numa loja de telecomunicações. Parece q tem um grande cargo e coiso e tal. Na minha ingenuidade perguntei Pq é q a filha n tinha ido p a área d formação. Resposta: Pq era isso e ganhar 600 euros ou estar onde está e receber o dobro. (sensibilidade acima de tudo)

Face a isto, como não sorrir?

A minha mãe tem noventa e três anos, está cega, está surda, é um farrapinho que o menor sopro leva e, no entanto, lembra-se do peso com que os seis filhos nasceram, das peripécias de cada parto, dos primeiros dentes, do momento em que começaram a falar, a andar, (...) e dá-me a ideia que os considera, ainda hoje, como as crianças que foram, mascaradas de adultos. Ontem ao despedir-me dela, beijei-a e a reacção foi - Isso é maneira de se dar um beijo? seguida de - Um beijo como deve ser, se fazes favor

(Cartilha maternal, crónica de Lobo Antunes na Visão de 5 de Maio)

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Foda-se

Terminei o curso em 2001. Tirando 2 estágios não remunerados (o obrigatório de final de curso e outro que deixei a meio porque tive uma proposta de trabalho 'à séria´), já trabalhei em "n" sítios. Mesmo. Isto tudo para dizer que, após reflexão demorada, constato que NUNCA ganhei tão pouco e em condições tão precárias. Nunca estive assim como sendo desempregada oficialmente e como recebendo pela "porta do cavalo". É. E para aqueles que dizem "é por isso que este país está como está, porque pessoas como tu aceitam essas situações". Pois é. Mas é isso ou nada. Foda-se.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Dia mundial da asma

Como asmática que sou, venho mostrar o meu desagrado pelo facto dos medicamentos para esta doença não serem comparticipados.

(sim, porque há muita merdinha por aí que o estado comparticipa e que não interessa ao "menino jesus", que é como quem diz, não contribui para a saúde de ninguém)

segunda-feira, 2 de maio de 2011