segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Não sou fã do escritor mas isto é tudo tão verdade...

“Filho é um ser que nos emprestaram para um curso intensivo de como
amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos
para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem.
Isso mesmo! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode
ter, porque é expor-se a todo tipo de dor, principalmente da incerteza
de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado.
Perder? Como? Não é nosso, recordam-se?
Foi apenas um empréstimo!"

José Saramago

2 comentários:

Helena Barreta disse...

É verdade e não se pense que depois de crescerem e quando forem mais altos que os pais as incertezas e os medos desaparecem. Não desaparecem, são é de outro tipo de enquanto são pequeninos.

O meu medo maior desde a semana passada é: o meu filho já pode conduzir.

diafeliz disse...

Mais ou menos o que a minha avó dizia nas palavras dela. "A partir do momento em que tens um filho neste mundo, deixas de ter um momento de sossego"
Mas tb é verdade,(digo eu), que sem esse desassoguego, não vivemos bem.