terça-feira, 20 de setembro de 2011

13 anos depois, voltei ao oceanário. 13 anos é uma vida... e desta vez levei os batatos. O batato pai estava como eu, só lá tinha ido em 1998. O batato pequeno ter ido ou não não seria muito diferente. É impressionante como os putos só a partir de determinada altura é que começam a prestar atenção às coisas. Andou ali, só queria correr, pendurar-se onde não podia. Lá apontava para um tubarão e tal mas temos de lá voltar para o ano. Está mais do que visto.

Sem comentários: