quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Manhosices

No outro dia fomos passar a tarde a santarém a casa de um casal amigo com dois filhos. Um deles caiu e ficou com o joelho e mão esfolados e chorava desalmadamente. O meu, sentado no chão a brincar (coisa rara), olhava para o outro com um ar espantado (e mais um bocado chorava também porque é solidário!). Eu, do nada, digo "pedro, faz uma festinha ao Tomás" (convencida que ele nem entendia o que eu dizia e que ia cagar de alto). O sacaninha levantou-se, dirigiu-se ao amiguinho e fez a festinha.

(tudo para dizer que estes gajos percebem só o que lhes convém e que nós somos uns fantoches nas suas mãos)

2 comentários:

Traquinasmother disse...

eheheh..bem vinda ao mundo dos pequenos tiranos...

saudosa disse...

O meu homem passa o tempo todo a dizer-me exactamente isso, desde que a minha filha nasceu... desde o primeiro dia que ele me diz que "eles" comem-nos vivos quando querem!
Acho que já começo a acreditar...!!!