quinta-feira, 16 de junho de 2011

Jet lag não sabemos bem do quê

22h30 deitou-se. 05h30 da matina, acordou. Despertou. Todo ele era alegria. Cantava. Falava. Dava aos pés. Pareciam 2 da tarde. Agora, há uns míseros 12 minutos, "morreu para a vida" no carrinho enquanto o enchi de "rucas" através do meu tlm.

(mas o melamil funciona minha gente. que é como quem diz, "deixa lá ver se esta noite não foi apenas um caso isolado ou se vamos ter de nos chatear)
(uma pessoa habitua-se a dormir noites inteiras e seguidas e depois dá nisto. Tudo a rabujar cá por casa. Menos o pingente, pois está claro. E não me venham dizer que os dentes dão espertina e genica, senão começo a acreditar seriamente no pai natal)

2 comentários:

Juanna disse...

Já encomendei mas a estúpida da farmaceutica espanhola, cheia de risinhos, disse-me 2 dias seguidos que se tinha esquecido de pedir ao fornecedor. Que nunca mais falem da falta de profissionalismo portuguesa!

Helena Barreta disse...

O seu pingente quer é aproveitar a vida, que isto de dormir muito não rende e não se aprende nada.

Beijinho