sexta-feira, 20 de maio de 2011

Os cadilhos

Ontem, sozinha em casa com o pirata, eu na sala e ele ia passeando pelas várias divisões, como faz sempre, enquanto eu vou supervisionando de tempos em tempos para ver se não há asneira. Supervisionei uma vez. Tudo ok. Duas vezes, tudo ok. À terceira morri de susto. O sacana do puto estava sentado no chão, com um frasco de wc pato líquido verde na mão, aberto, um lago à volta dele, ele todo sujo e eu automáticamente ia tendo um amoque.

Primeira reacção: correr para ele. Tirar a roupa toda. Mandar o frasco para a outra ponta. Lavar boca e mãos. Dar-lhe água para beber (já sei que devia ser leite, mas não me ocorreu). Enfiá-lo na banheira, dar banho como se o estivesse a desinfestar. Lava cara, boca, olhos, mãos, pés, cabeça, tudo ao pormenor. Ele até estava zonzo. Mas não estava mais do que eu. Limpar chão, fechar portas, abrir janelas, inspeccionar para ver se haveria mais frascos "à mão". Ele sempre bem disposto. Dar jantar, comeu lindamente. Continuou bem disposto. Só vos digo que ainda agora estou com a sensação de quando o vi naquela linda figura e eu pensei "pronto, bebeu aquela merda e estou fodida".

(a minha mãezinha é que sabe! Aqui há uns dias, andava o sacaninha com o frasco do amaciador da roupa para a máquina a arrastar pela casa. Mamãe disse "vocês não pensem que ele não arranja maneira de abrir isso...". escondemos aquilo. mamãe sabe. porque mamãe diz, sempre que pode, que o pirata é em muito igual ao meu irmão mais velho, seu tio ora portantos, que em tenra idade emborcou uma caixa de comprimidos... e que nada lhe escapava.)
(estou lixada e mt mt mt mal paga. pai não devia sofrer assim!)
(tanta criança calma a quem se diz "senta e não sai daí" e quando se regressa a dita nem um milimetro se mexeu, e pimbas, tenho uma furacão cá em casa)
(já a minha irmã caçula também não era boa rez... e por isso caiu-lhe uma estante em cima. oh fodase, não sabem estar quietos???)
(nem vou contar como ficou o pai batato quando lhe contei o sucedido. dava para um belo testamento. vocês morreriam de tédio)

6 comentários:

diafeliz disse...

RITINHA! Tinha-te dito antes dele começar a andar, que tudo o que é tóxico tem de estar guardado muito alto!Toma nota do nº do centro anti-venenos e afixa num local bem visível.Antes de dares água cheira 1º a boca, depois lava-lhe a boca os olhos e as mãos. Depois com els sempre à tua vista liga para o centro anti-venenos e relata tudo.
tudo isto feito rápido mas com a calma possível. Bjo

Anónimo disse...

com tantos exemplos dentro de casa já devias saber que crianças e produtos tóxicos não combinam...sem desculpas...que perigo!!!

Juanna disse...

Foi por isso que coloquei "prendedores" na porta do armário dos químicos. Nem eu consigo abrir aquilo lolol.
Mas aconteceu-me o mesmo com a minha primeira cria. Glup e engoliu um bocadinho de uma pastilha de detergente da loiça. Liguei para o Saúde 24 aos gritos e eles, tranquilamente, iam perguntando o nome dela, a idade, o peso. E eu aos gritos. No fim dizem eles para lhe enfiar os dedos na garganta e voilá, vomitou espuma :) Depois leitinho. E se vomitasse sozinha era para ir ao hospital. Se não, ficava em casa. Ao fim do dia ligaram-me para saber como estava ela, até pasmei.

joaotvalente disse...

Começa a editar estes "bocadinhos" todos ... tens leitores "sequiosos" das tuas 2prosas" ...

Helena Barreta disse...

Ele deve ter pensado o que é que se passava com a mãe, o porquê de tomar banho à pressa e todo esmiuçado.

Os putos são muito curiosos, todo o cuidado é pouco.

claire disse...

http://hadiasassim.blog.pt/