sexta-feira, 20 de maio de 2011

20 de Maio

Hoje era o dia de anos do meu avô paterno. Aquele que quando fez 81 anos disse que atingiu a maioridade ao contrário. E estava feliz. E nos contava mil histórias. E nos oferecia os livros das selecções. E as libras de ouro. E nos dava dinheiro sempre num envelope com o nome dele gravado, onde escrevia "Ana Rita, Natal XXXX". Era o avô do cabelo todo branquinho. O avô da máquina fotográfica. O avô que tinha pena de não nos ver mais. O avô meiguinho. O avô dos pullovers e camisas. O avô que não chegou a conhecer o meu pirata mas que concerteza lhe contaria as mil histórias da família e das viagens e da sua sabedoria. Foi-se o avô. Ficam as memórias. Onde quer que estejas, espero que esses teus olhos tão azuis, tal e qual uns berlindes, continuem a brilhar como outrora. Por cá, esses olhos nunca serão esquecidos. Quanto mais não seja porque tens dois netos com os olhos iguais (damn, não me calharam!) e que por acaso até são meus irmãos :)

(e espero que a avó te tenha encontrado e "tirado a barriga da miséria", porque não tens noção do que ela sofreu desde que partiste. Acho que só ficou mesmo em paz quando foi ter contigo. Mas quem sou eu...)

8 comentários:

Juanna disse...

O teu avô... era como é o meu avô. O mais bonito, o mais meigo, o mais doce, o mais gentil e adorável homem do meu mundo. Sinceramente, acredito que sim, que se encontram lá em cima.

efilipe disse...

Merecida homenagem.

joaotvalente disse...

A tua avó, antes de "partir", pediu à tia Mila para a deixar "recolhida" em meditação e em "contacto" com o avô para lhe "comunicar" que, finalmente "iria ter com ele ..."

Helena Barreta disse...

Os avós são fantásticos.

diafeliz disse...

E pronto. Já me fizeste caír uma lágrima.Falas dos berlindes azuizinhos que eu vi pela última vez 30 minutos antes de falecer e se fecharem definitivamente!Hoje já pensei ir até ao cemitério para lhe deixar lá uma florzinha, mas para quê? Os vivos é que as vão ver! Entrei na Igreja e pedi que os dois estejam em paz.Tenho saudades do carinho que nos deram.

CAP CRÉUS disse...

Bom!Muito bom!

Anónimo disse...

nice post. thanks.

Mommy Kiki disse...

Bem... é a primeira vez que aqui venho e logo me identifico com um post... 5 dias antes de ti fiz um muito parecido...

http://princesinhalu.blogspot.com/2011/05/90.html

Viva os avós e as memórias boas que nos deixam! :)

Gostei do teu "bloguér"!

beijinhos