segunda-feira, 31 de maio de 2010

Anyone?

Alguém me sabe dizer onde posso comprar o chamodente? (parece que é um produto natural para os bebés que têm os dentinhos a querer romper...)

Amizade a quanto obrigas

Ontem fui obrigada a ver aquele programa da SIC, qualquer coisa "sabes dançar". Primeira e última vez. For god sake. O júri é qualquer coisa de surreal (é verdade que a gaja chora quando tem de expulsar alguém? jizus... volta boucherie...). Os concorrentes masculinos são praticamente todos afectados (if u know what I mean) (e não, não tenho nada contra a homossexualidade mas bichonas dispenso bem). O Manzarra tem uma pésssima capacidade de improvisão. O teleponto falhou e era vê-lo a tremer todo borrado à espera que lhe entregassem os papeis com o texto. Há bebés na plateia (parece que era filho de uma concorrente) a chorar (porque será?). Não gostei de nada. Nadinha. Mil vezes os ídolos.

Safei-me pela companhia, pela conversa, pela pizza e pela amizade

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Parte de mim, 6 meses, meia vela

O puto xarila fez 6 meses. Dentes? Nem vê-los. A médica deve fazer futurologia, porque há 1 mês disse que estavam mesmo mesmo a romper. O puto xarila já estende os bracinhos para agarrar tudo. Senta-se mas ainda tomba, o que para nós é uma seca que temos de estar a ampará-lo com os pés (e ele já não gosta de estar deitado no parquinho, sentado é que é!). O puto xarila já faz muitas gracinhas. Brinca muito sozinho. Delira com a tv, dá gritinhos de alegria. Continua a odiar sopa. Estranha muito as pessoas e sabe bem quem são OS TAIS. Adora sair com o pai no marsupio. Adora andar na rua. É um curioso e olha para tudo. Parece um homenzinho com os polos de verão iguais aos do pai. Tem um sorriso maravilhoso. Quando tem soninho faz "oia oia oia oia" (a minha irmã caçula fazia "coia coia coia"), esfrega os olhos e luta como se não houvesse amanhã. Dormir de dia para ele é uns 10 minutos de cada vez. É desperdício de tempo. Quando vê o biberão de manhã e ao deitar, ri-se todo, pula e depois chora até lho darmos. Com a comida, papas, frutas ou quando tem mesmo fome, as colheradas têm de ser sem pausas senão ele stressa. Já aprendeu a fazer "brrrr" e a cuspir tudo, o sacana. Não é fã de água. Faz cara feia ao pansoral e ao bocagel, mas depois fica todo aliviado porque aquilo anestesia as gengivas. Os aneis de dentição fresquinhos? Manda-mos morder...

É fofo.
É cansativo.
Tem pilhas.
Pulgas no rabo.
É dengoso com a mãe.
Mimoso.
Tem 6 meses.
É meu.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Haja pachorra...

Porque raio cada vez que acedo ao serviço caixa directa tenho que comer com a catarina furtado a passear-se pelo meu monitor??

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Cenas

Já alguém experimentou ir comprar casaquinhos/sweats/camisolas de meia estação, nesta altura do ano, para os putos?

É A VERDADEIRA AVENTURA

Numa das lojas, a empregada disse "quer de meia estação tem de vir em março. quer de inverno, tem de vir em agosto". Mas isto como quem diz "sua imbecil, isto é cultura geral!".

Eu mereço...

segunda-feira, 24 de maio de 2010

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Jizus

Batem à porta. Uma mulher com um ar muito estranho. "Bom dia, eu cantei fado, não ando aqui a fazer nada, arranja-me 3,20 euros para eu poder ir para Torres Novas?"

(what the fuck...)

Com o rabinho virado para a lua

E, de repente, recebo um mail a pedir a minha morada. Bilhetes para o RIR a caminho. Há gentinha com muita sorte!

(ehehhe, granda luís!!!!)

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Passeios

16h. Passeio com o pingente pelo Jardim da Estrela. Cafezinho. Solinho bom. Colo. E eis que duas senhoras ditas da terceira idade estavam deliciadas a observar-nos. E comentavam. E não resistiram. "Tem quantos meses?". "Ah, que esperto que ele é, olha para tudo, agarra tudo, só quer estar de pé. Que engraçado e que desenvolvido!".

Batata toda babada (e filho idem, por razões diferentes, lol).

Quando se levantam para irem embora, ainda rematam "ah e tal, muitas felicidades, e olhe, quando ele andar e gatinhar, a sua casa vai ficar feita em fangalhos".

Batata ficou a pensar naquelas palavras. Apenas e somente.

sábado, 15 de maio de 2010

Olá dentes...

- febres baixas Check
- mãos na boca Check
- acordar praticamente de hora a hora durante a noite Check
- andar + irritado e chorão Check
- Morder tudo e ter ataques de raiva estilo possuído Check
- rabinho muitoooo assado Check
- bochechas vermelhas Check

(andamos zombies. n há meio dos amigos dentes romperem para este inferno amenizar pelo menos durante uns dias. há luz ao fundo do tunel. n sabemos é onde está o fundo...)
(continuamos doentes por estas bandas)
(olarilas. estou na fase em q digo a tda a gente "filhos? queres? epa, pensa bem)
(isto passa, eu sei :)
(sp ouvi dizer q só percebemos realmente o que é a maternidade no dia em que só apetece atirá-los pela janela)
(minha rica mãezinha, q eramos 3, medo!!)

quinta-feira, 13 de maio de 2010

doenças

ontem dormi na sala. o meu salvador veio cá a casa. que é como quem diz, o meu pai veio na qualidade de médico, com a sua pastinha, deixou o carro com dístico de urgência, viu-me a garganta, fez o diagnóstico - anginas puras e duras - e foi à farmácia comprar antibiótico, anti inflamatório e anti pirético. E cá estamos. Quem tem pais tem tudo (às vezes nem tanto, sou uma sortuda).

(à espera de conseguir engolir. à espera de não ter dores no corpo. de não ter frio e calor. de estar bem)

Quadrilheiras

Chego a casa. Porteira a limpar as escadas. "é a menina do rc? estive mesmo para bater à porta, o bebé não parava de chorar"

foda-se... está bonita a coisa... a única coisa que lhe disse foi "não se preocupe, é normal", que é sinónimo de "meta-se na sua vidinha"

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Temperaturas

Doi-me o corpo. A garganta. Tenho frio. Muito frio. Estou com ranhoca. Doi-me a cabeça. Só queria dormir muito, muito. E acordar boa. Só queria ter a certeza que não vou pegar esta merda ao meu filho. Vida de mãe é mesmo isto. Eles sempre à frente de tudo. Mon dieu de la france, faz com que eu fique boa depressinha e que o pingente seja forte, forte e não apanhe nenhuma constipação. (nota: o meu bebé está tão mas tão rouco que até dá dó... esta casa é mais fria do que a outra e o resultado não podia ser bom...)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Fui às vacinas com o puto. Depois fui ao bar do centro de saúde comer qualquer coisa. Pergunto ao senhor "estes bolos são de hoje?". Ele responde-me "sabe que dia é hoje? sabe? exacto, segunda. logo, têm mesmo de ser de hoje. e de qq das formas, qd sobra não vendemos no dia seguinte". "ok, então dê-me só um café, por favor"

(és besta? só tu é que perdes)

domingo, 9 de maio de 2010

Fui jantar fora com amigos. Falei, Falei. Falei. Falei. É o que dá ter um bebé pequeno. Quando saímos à rua parece que nos transformamos. É pouco bom é!

sexta-feira, 7 de maio de 2010

telegrama da lapa

Já cá estamos. stop. ainda com muita tralha por arrumar, stop, mas daqui já não saímos. stop

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Hoje é a última noite nesta casa. Não há tempo para nostalgias. Andamos a mil. Quando nos cair a ficha, aviso.

5 meses e 1 semana

O pingente tem andado com febre baixinha. Fomos hoje à pediatra, consulta dos 5 meses, e eis que somos informados que o 1.º dente está a dias de romper. Daí a febre. Daí a rubugice. Daí o ranho. Daqui para a frente é sempre a somar... 7,640 kg de gente. 5 meses e 1 semana. 64,5 cm.


Um crescido!

terça-feira, 4 de maio de 2010

Caso prático

Um pai recebe da segurança social a licença de paternidade. Meses depois, recebe uma carta a avisar que se enganaram e lhe pagaram mais do que seria suposto. Deve então dirigir-se à tesouraria da SS para efectuar o pagamento do dinheiro que caiu na sua conta, por erro. Com prazo. Sujeito a juros. A pessoa em causa desloca-se à dita tesouraria. O horário é das 9 às 16h, sem fechar para o almoço. Na porta diz "hoje, excepcionalmente, fechamos das 13 às 14h". coincidência ou não, a pessoa foi pagar na hora do almoço, porque trabalha, porque tem mais do que fazer.

(ninguém explicou o pq de terem fechado. ninguém quis saber)
(eu pergunto: o erro foi deles, a pessoa tem de lá ir pagar e ainda leva com estes filmes? Que merda de país é o nosso?)

Pressão

3 artigos para escrever até amanhã. Uma mudança de casa para fazer até quinta. Um filho doente e rabugento, sabe Deus até quando.

(vou ali contar até 10 e respirar fundo)
(nunca mais é sábado...)

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Mine





(em fuschia)



domingo, 2 de maio de 2010

O meu filho conhece-me mesmo bem :)


(I like simple {and red} things :)

Ser mãe

- é a pior coisa do mundo;
- é a melhor coisa do mundo;
- é uma preocupação constante;
- é uma felicidade constante;
- é chorar por tudo e por nada;
- é ficar feliz quando ele faz coco;
- ou quando ele come a sopa;
- ou quando dorme a noite toda;
- é stressar quando dorme a noite toda seguida sem um único miar;
- é andar de rastos e ainda assim saber que o mau depressa se apaga pelo bom;
- é ter vontade de fugir umas horas;
- é sentir saudades ao fim de 1 h longe;
- é ter a certeza que é mesmo nosso filho quando nos dizem: "tem mesmo a quem sair tão refilão";
- é ansiar por um sorriso;
- é sentir o conforto quando lhe pegamos ao colo;
- é sermos fortes até mais não;
- é enfrentarmos tudo e todos que mexam no nosso queijo (filho);
- é mostrarmos fotos dele ao mundo;
- é não conseguir sair sem ligar a saber se ele comeu, ou dormiu, ou chorou;

é bom à séria
é muito mau

e hoje estou de parabéns

sábado, 1 de maio de 2010