quinta-feira, 21 de outubro de 2010

(que vidinha de merda)

No espaço de duas semanas tive conhecimento da morte de duas pessoas na casa dos 20 e dos 30, sem ninguém estar à espera, do nada, completamente de repente. Num momento estavam óptimas e no momento seguinte caíram para o lado.

(tudo para dizer que aneurismas, derrames cerebrais, paragens cardíacas e afins, nestas faixas etárias, me assustam/chocam cada vez mais).

5 comentários:

Girl next door disse...

M-E-D-O!!!Muito medo!!

diafeliz disse...

Na maior parte das vezes podemos dar culpas aos maus estilos de vida, ao consumismo à ambição em demasia e noutros casos a inexistência dela e a consequente"pouca sorte" enfim, dá para pensar! Coitadinhos deles, é na verdade dramático,partirem quando ainda tanto teriam para fazer.

Juanna disse...

Sim, na semana passada soube de uma miúda de 37 ou 38 anos que caiu para o lado, assim sem mais nem menos. Fiquei com muita pena do marido, menos mau (ou se calhar não) que não tinha filhos :(

Quando temos filhos desejamos ardentemente ver os netos, não é? E morrer a dormir lá para os 90 e tal...

Anónimo disse...

Olá, o meu pai faleceu aos 46 repentinamente com um aneurisma de nascença, eu tenho 18 anos e a probabilidade de também ter por razões hereditárias também é alta mas não quero saber, vive-se um momento de cada vez !
beijinhos

Calimera disse...

Por essas e por outras é que temos de dar valor a cada minuto das nossas vidas!!!

Aproveitar os pequenos momentos que nos fazem felizes sem dar importância a coisas que não a merecem.

kisses