quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Quem não sente não é filho de boa gente



(tenho o coração partidinho...)

2 comentários:

Helena Barreta disse...

Só não fica com o coração ferido ao ver crianças em sofrimento, quem for o autor desse mesmo sofrimento.

Agora, a cara e o gesto de ternura do bebé, está muito bonito.

Juanna disse...

Madre mía...