quinta-feira, 8 de julho de 2010

Não há cá flores de estufa (ou há?)

É como um dia em que o pingente estava a tomar o seu banho diário, pela primeira vez sentado e a brincar com os bonecos. Aqui a je decidiu, vamos tirar uma foto! Pai foi buscar a máquina e deu-a aqui à batata. Resultado: uma mão segurava o pingente e a outra tirava a foto. Escorregou da mão, mandou um mergulho de cabeça, o pai ia morrendo de susto. Pingente levanta a cabeça e só queria os bonecos. Nada de choro. Só brincar. E o pai dizia "tu facilitas...".

(acham que sou muito desnaturada?)

5 comentários:

Chinha disse...

ME-DO! E que tal deixar o pai tirar a foto enquanto tu agarras (com as duas mãos e pés) o pingente?

VDA disse...

Isso aconteceu ao meu, que tem 5 meses, lol!
Quando tiverem mais filhos esses stresses desaparecem, lol. Ao 3.º poderia ganhar o prémio nacional de desnaturada, ou não, os miudos precisam de espaço. Pronto, há limites, mas também há bom senso.
Outro dia almoço em casa da minha irmã. Não tens noção do ar de horror da cunhada dela porque os meus miudos estavam a fazer desenhos nas escadas. Estavam sentados no 3.º ou 4.º degrau. A mesa estava ocupada e eles sentaram-se ali mais os lápis de cor desenrascados que são. Ela, que tinha a dela no carrinho e se desdobrava em mil cuidados e a miuda aos berros pois queria o tal espaço. Depois que faz muitas birras.
Os meus miudos têm 2 dedos de testa. Temos escada em casa e eles sempre a desceram e subiram sozinhos (têm 3 e 4 anos). Não havia perigo ali. O meu marido já se estava a passar porque percebemos que nos estavam a julgar como se fossemos uns desnaturados.
Em suma, não acho que sejas desnaturada.
Pior que isso foi uma amiga minha muito chocado porque os miudos foram 3 semanas para o algarve com os avós e eu não estava com uma depressão. Pois não, eles estavam bem, a viver como reis, mimados comó caraças, os avós até rejuvesnecem quando estão com eles e nós, nós namorámos muito. Todos ganharam com a situação, lol. Ela vive a menos de 1 km da mãe e nunca lá deixou o miudo...
Olha, cada um tem a sua maneira de ver as coisas, esta é a minha!

Helena Barreta disse...

Não, não acho que seja desnaturada.

Há que agir sem grandes stresses.

Joao Manuel disse...

Cuidado com o "facilitar" os acidentes começam assim ... Podia descrever os "milhares" que vocês tiveram e que, ainda hoje, nos deixam apreensivos ... ("e se tivesse acontecido ... nem quero pensar ...") ainda hoje me lembro dos vários e do aperto no coração sentido ...

gralha disse...

Enquanto não o deixares cair da cama ao chão (típico) ainda te classifico de mãe galinha.