sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Eu mereço

Esta semana tive uma consulta no médico. Fui acompanhada do batato e da mãe batata. Tudo normal. Quando saímos, a mãe batata, que conhece as recepcionistas e o resto do mundo, despede-se, dá beijinhos e o tudo o mais... e no fim diz-me "filha, dá um beijinho à senhora".

Como se eu tivesse 2 anos.
Como se eu conhecesse a senhora de algum lado para lhe dar beijinhos.
Como se tivessemos regressado à infância.

Não está certo. Não está.
À conta disso passei por mal educada. Ainda dei uma desanda à mãe batata que se limitou a mudar de assunto e a fazer "fffff", como quem diz "n sei do que estás a falar".

Será que não entendem que o tempo passa? Oh senhores... (e o batato ria-se, claro!)

7 comentários:

Catarina disse...

É das coisas q a minha mãe faz q mais me irrita!!! Estou contigo Rita! Quualquer pessoa conhecida q encontra, a conversa é sp a mesma: Oh filha, dá um beijinho a esta sra!!! Ou então nas lojas à frente da funcionária: Porque é q não perguntas à menina se tem? Ah Senhores!!!

made in ♥ love disse...

o batato e eu estou a chorar a rir :)

Um beijinho
Eduarda
Be in ♥ love

Kella disse...

Lol

Mary disse...

Parece que estou a ouvir a minha mãe sempre que encontra uma conhecida que eu nunca vi na vida! Ela: "Sabes que é esta senhora?" Eu: "humm... não..." Ela (mt admirada): "É a D. X, é prima da nossa vizinha do 4º Dto" Eu: "Ahh...ñ tou a ver..." Ela: "Então, dá um bjinho à senhora!".GRRRR odeio qnd ela me faz isto, eu tenho 23 anos!

Eu é mais bolos disse...

Eu acho que elas nos vêem como se ainda tivéssemos 40 cm de altura, com vestidinhos comprados e escolhidos por elas...
Tb não suporto! :)

Andreia disse...

Olá Rita,
É a primeira vez que comento e peço desculpa por estar a comentar o post anterior, que tinha como titulo "sem comentários"... Mas não me contive... Li e reli e algumas passagens que escreveste são também como se fossem minhas... que estranho... somos todos diferentes... mas muitas vezes iguais... a parte em que falas de ser maricas... poças como te entendo...casada a 8 anos e muito feliz não consigo tomar coragem para deixar a pipula... fica sempre para o mes seguinte... e o peso de 32 anos já me começa tb a pressionar... tenho que tb deixar-me levar... mas os medos bloqueiam-me...
Adorei o post.
Rita serás concerteza a melhor mãe que o Pedro poderia ter!
Muitas muitas felicidades...
e que tenhas um quarto d´hora muito pequenino!

Andreia

india disse...

hehe, eu sei o que isso é, ffffffff