terça-feira, 10 de novembro de 2009

Constatações

Ontem, num consultório médico, um filho acompanhado do pai estão na recepção a fazer a ficha médica. Quem respondia era o miúdo. Nome, morada, bla bla. Quando chega a data de nascimento, parece que me deu um baque:

XX de XXXXXX de 2001, portanto já tenho 8 anos (orgulhoso que ele estava:)

(acho que só ali me apercebi realmente que o tempo passa a voar... ainda ontem estávamos nos anos 80... o méxico 86... e a expo 92, em sevilha. e a 98, em lisboa. cum caneco.)

(é que a frase que me saiu foi "ninguém nasce em 2001!! e dps lembrei-me que os meus sobrinhos são tudo de 2004 para cima... vai lá vai!)

(...)

1 comentário:

Alexandre disse...

Grande rapaz pá