sexta-feira, 29 de maio de 2009

Putos...

Ontem, durante o almoço, uma colega de trabalho contou-nos que foi a uma festa de crianças e que saiu de lá traumatizada. O primo do enteado dela (vá, podem parar para raciocinar), um puto no alto dos seus 6 anos, tem assim umas brincadeiras estranhas. Parece que o enteado se queixa quando brinca com o primo. Parece que o primo gosta de fingir que está grávido. E que depois tem dores de parto. E imita as mulheres nessas alturas. E depois gosta de fazer de mãe nas brincadeiras. E o outro miúdo não percebe. “Ele só quer fazer de menina e eu não gosto dessas coisas”. A mim parece-me sórdido. Assustador mesmo. Tenho pânico que o meu filho também queira fingir que está grávido. E depois eu vou ter de lhe explicar meigamente que as meninas é que engravidam e dão à luz os filhos. Que a brincadeira dele não faz sentido. Mas confesso que durante o almoço chorei a rir. A minha colega imitava a criança e fazia-nos chorar de tanto rir. E depois sentíamo-nos culpados. Pode calhar a qualquer um ter um filho assim. E ainda havia uma terceira criança que tinha verdadeira adoração por santos. Entrava numa igreja e ficava vidrado a olhar para a virgem Maria. E depois fica extasiado a ouvir a missa. E carrega consigo os santinhos. E não faz mais nada. Continuo a ter pânico. E a ter esperança que estas coisas sejam apenas fases normais nos putos. Pode ser que assim não fique tão de olhos esbugalhados como quando ouço estas coisas…

2 comentários:

bunny disse...

finalmente encontrei o teu blog

Algodão Doce disse...

As crianças são fantásticas!!!
Coitadinho do menino pois souber a verdade ficará desiludido...
Bjinhu