sexta-feira, 17 de abril de 2009

E recordar é viver :)

As tortas dan cake que iam abaixo num espaço de escassos minutos. Eu e a amiguinha eramos as rainhas destas tortas! E que saudades desses tempos...

Os famosos pega mosntros! O que eu gostava daquilo... o pior era quando se agarrava aos cabelos!

Os gelados conhecidos por "faz mal, é só gelo e corantes"! Pois, mas nós gostávamos!


Este é o estojo que eu sempre quis ter. Tinha compartimentos para tudo. Era um must! Era a moda!



As de morango eram boassssssss!!!




Não há conta possível para as cassetes que gravei... para as vezes que levava o meu walkman como companheiro de viagens! E se queria ouvir a música outra vez, toca de rebobinar a cassete! Dava trabalho mas lá está, nós gostávamos! Associo às minhas eternas viagens com a amiguinha, onde partilhávamos músicas, cassetes, phones, amores e desamores...


As belas bombocas de morango. Nham nham!





Não tive a bota botilde mas tive o lima limão :)





9 comentários:

Party Girl disse...

Nossa senhora, também sou do tempo disto tudo e ainda falta mais um: o capricione (acho que se escreve assim)... Quantos e quantos não bebi na piscina do alentejo à conta da minha avó Inácia!!!

Bjos
Bela

pauinha disse...

Lindo!!!! Também tive o estojo, mas não faz parte das minhas melhores recordações. Já o resto :))Mas é muito bom recordar! E há dois anos levei bombocas para os coleguinhas do trabalho. Fizeram um sucesso. Beijinhos!

pauinha disse...

Ah!! Eu não me lembro bem dos "Fá", mas lembro-me muuuiito bem dos chocolates em forma de guarda-chuva e daquelas tabeletes fininhas de chocolate com sabor de morango, banana e laranja (que ainda há!). E das tortas também me lembro das comer inteirinhas sozinha! E das meias-luas! Estou a ficar com uma fome! Vou ao armário dos chocolates!

Vera disse...

Ahhhh! Também tive o limão. Adorava esse jogo. Um dia destes volta moda outra vez!

Sabes uma coisa, eu, que te visito regularmente, moro pertinho de abrantes. Viva o interior (que troquei pela capital, onde não se passa nada, nem da cepa torta, mas que é lindo, é!).

Mana caçula disse...

ahahaha bota botilde?

Lima limão??

ahahahahahhahah

viva a modernice!

Isabel disse...

Estás uma velhota! Já à volta das memórias doces? A propósito, eu também me lembro dos guarda-chuvas de chocolate e, já agora, dos cigarros (embalagem cilindrica) e de uns bombons circulares embrulhados numa pratinha dourada, a que chamávamos chapéuzinhos (também ainda há por aí uns parecidos).E, também, das cacaulinas, que eram uns rebuçados muito compridos e esguios, embrulhados num papel vermelho vibrante. Muitos anos mais tarde, em memória dos ditos, o mei irmão ofereceu-me um isqueiro muito bonito, que, na cor e no formato, os evocava muito bem. Ainda o conservo,com muito carinho, apesar de já não fumar. Até já pareço uma velhota, com tantas memórias doces!:)
Beijinhos para a batatarita
Titá

Rita disse...

titá, e eu que me lembro como se fosse hoje do SG gigante que tu fumavas, e do SG azul q era o da minha mae. o teu encarnado, o da mae azul. e dos vossos seroes em tua casa, c mta conversa,e eu a querer ir as vezes e a mae a n m deixar, lol. e d qd eu e a laurinha dormiamos em tua casa, no sofa cama que tinhas na sala :)

Minie disse...

Comovi-me ao ler isto...estou sem palavras...

gasparzinha disse...

Vim pela primeira aqui ao blog e confesso que este post me disse muuuuita coisa! O estojo!! Jamis me lembraria de tal coisa, mas é mesmo, quem é que não queria um?
Tb não tive a botilde, mas sis sim o lima limão... :) :)