quarta-feira, 26 de março de 2008

Oh miúda!

Parece que a miúda do "dá-me o telemóvel!" vai a tribunal de menores. Cá a mim, parece-me pouco. A culpa também há-de ser dos pais, mas nem vou por aí. Era castigo certinho. Que se não se educa alguém até aos 15 anos, educa-se quando?

Havias de ser minha filha, havias... (a tua sorte é que os tribunais no nosso país são demasiado bonzinhos! sonsa!)

5 comentários:

Alf disse...

Olha que giro. Acabei de escrever sobre o assunto.. :)

CAP CRÉUS disse...

Devia ser expulsa, fazer trabalho comunitário na escola, como empregada do bar, e de limpeza.
Devia ir para um colégio interno, depois disto tudo e ser educada, à maneira.
Aprender a falar, a vestir e respeitar os outros...
E tudo sem telemóvel. Se queria falar com os idiotas dos paizinhos, que fosse à cabine mais próxima!
Corja de selvagens!

CAL disse...

E parece que vai ser mesmo transferida. Ela e o Spielberg de ocasião.

Não me parece justo para a próxima escola.

Os seus membros que lidem com a "piquena" amorosa que não parece saber viver em sociedade.

Portanto… Retiramo-la de uma escola cujas regras de funcionamento desrespeitou ao mais alto nível… e recolocamo-la numa outra sem mais demoras? What’s the point?!

Para mim, reprovava este ano.

Por força de estar impedida de colocar um pezinho que seja num estabelecimento de ensino, público ou privado. E ia passar os próximos diazinhos dela (até avaliação pré-inicio do próximo ano lectivo) envolvida numa multiplicidade de actividades que lhe permitissem aprender como viver em sociedade com seres-humanos e valorizar aquilo que lhe é proporcionado... Quiçá uma incursãozinha aos locais do mundo onde estudar é um privilégio que roça a benção divina?

Pois para mim a “piquena amorosa” é, nesta altura, uma psicopatazinha em potência.

Engenheiro Mouta disse...

Eu no lugar da Professora não teria sido tão benevolente...
Uma estalada à moda antiga, acalmava a "pita fera" !!!

Joao Manuel disse...

Não julgues para não seres julgada ... Era a última aula do período e a prof. autorizou a turma a usar telemóveis ... Vamos ver como vão acabar as participações feitas pela prof. Volto a insistir 'não acredites em tudo o que os jornalistas escrevem e no que os jornais publicam ...'