quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

terça-feira, 30 de janeiro de 2007

: (

Em tempo de gestão de crise, porque três pessoas se despedem ao mesmo tempo, o stress predomina e veio para ficar. Passar o dia em reuniões ou coisas que tais e ter a passagem de pastas importantes, está a dar-me cabo dos nervos. Eu sempre soube que a vida não era fácil, mas hoje a dor de cabeça está a dar comigo em louca. Áté bebi um café, coisa inédita na minha pessoa. O que fazer quando se criam laços com as pessoas e depois chega o dia da despedida? Porque tem de acontecer-me sempre isto??? : (

Homens e o futebol




Nos últimos tempos, tenho constatado que todo o homem que se preze joga futebol com os amigos, nem que seja uma vez por semana. Todos (ou quase todos) os meus amigos têm um dia que é sagrado e não há quem os demova. É ver-me falar com um deles e dizer "então, vamos jantar? ou ao cinema?" e a resposta é certinha "desde que não seja na quarta (ou outro dia estipulado), em que tenho jogo, pode ser!". Alguns recebem as convocatórias por mail, outros têm sites ou blogues onde estão assinalados os jogos e respectivos campeonatos. Acho que é de louvar e falo disto com uma pontinha de inveja. As mulheres quando se juntam, fazem o quê, para além de falarem mal dos outros? E depois, eles estão sempre em forma e nós é que nos queixamos das banhas e de não fazermos exercicio. Eles são inteligentes e aliam o exercício ao convivio com os amigos. Não há como negar. Acho lindo o ritual de verem os jogos do seu clube de eleição, como se de algo sagrado se tratasse. Ou as idas ao estádio. Tive tempos em que achava que era trocada pelo futebol mas depois assimilei que não se trata de troca. Apenas de algo que lhes dá um gozo absoluto. Tal como a nós, quando vamos às compras, por exemplo. E mais: confesso que me faz uma certa confusão quando me deparo com um homem que não gosta de futebol. É como a mulher que não gosta de fazer compras. Não me entra.

Admiro-vos meus amigos! Essa é que é essa!!

All the good things come to an end : (



(para ti peixinho, que estás triste)

sexta-feira, 26 de janeiro de 2007

Fim-de-semana


E se de repente entrássemos no fim-de-semana? Que efeito seria?


Once friends, forever friends

Das esquerda para a direita:
roque,Lezita, saroca, moi, bernas e lau (castanhola).

A lau fez um jantar em casa dela. Razão? NENHUMA. A amizade pode ser uma razão? E a nova chaiselong, pode ser um motivo? Não importa. Foi um jantar divertido. Já tinha muitas saudades daqueles dois meninos lindos. Das piadas secas deles (heheh). Do bernas irrequieto, do roque armado ao pingarelho. Desta amizade sem limites. Em tempo de dúvidas, noutros campos, há certezas que se têm sempre. Gosto muito de vocês.

quinta-feira, 25 de janeiro de 2007

Ida ao céu

Hoje fizeram-me a melhor massagem que alguma vez recebi. Em pleno local de trabalho, fui ao céu e vim. Obrigada "Nieves". : )

Bebés

Hoje já recebi dois mails com fotos de bebés: o Tiaguinho, sobrinho da minha amiga paulinha, e a filipa, filha do ex-colega Trinta de Sá. Os dois lindos de morrer. Fiquei derretida. Babada. É certo. E ando a vibrar com os gémeos recém nascidos da nova novela da SIC. Uns docecos que só eles. E amo o Miguel Maria, a Maria Ana, o Baguito, a Tata, a Maria, e todas as crianças que me rodeiam. Será isto um sinal? MEDOOOOOOOOOOOOO!!!!!!! (muito medo...)

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

O que se fala por aqui...

P: Qual é a parte mais difícil de comer de um vegetal????

R: A cadeira de rodas...

Brr


Hoje estou cheia de frio. Trabalho de blusão vestido. Estou toda encolhida. Típica velha. Para ajudar à festa, estou podre de sono. Só me apetece encostar a cabeça e dormir um bocadinho, assim muito de surra. Lembro-me sempre dos tempos da Impala, em que ia ao WC, fechava a porta e dormia um bocadinho (juro!!). Aqui não convém. A dimensão é mais reduzida. Trouxe almoço de casa. O esparguete que sobrou do jantar com os dois leonardos, ines e helder. Nem meto o pezinho fora da porta, antes das 19h - hora de saída. Encomendei um chocolate aos colegas. Estou a sonhar com o meu edredon, a manta polar, o aquecedor, a cama, o quentinho. Porque é que não posso ir para casa? Só um bocadinho? Please?

terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Donos de cães são mais saudáveis

Os cães trazem mais benefícios à saúde do que os gatos, revela um estudo publicado no British Journal of Health Psychology

A partir de um conjunto de pesquisas sobre a relação entre os donos de animais domésticos e o seu estado de saúde, uma psicóloga da Queen’s University, em Belfast, concluiu que os donos de cães têm mais benefícios do que os donos de gatos.
Tensão arterial e colesterol baixos são duas características comuns aos donos de cães. Os passeios regulares poderão estar na origem desta diferença, explica Deborah Wells. Para além destas vantagens, os donos de cães sofrem menos de indisposições e problemas médicos graves.
O «melhor amigo do homem» ajuda ainda na recuperação de doenças graves como ataques cardíacos, e consegue detectar quando o dono está prestes a ter um ataque epiléptico.
«Ser dono de um cão pode levar ao aumento da actividade física e facilitar o desenvolvimento de contactos sociais, que por sua vez podem, de forma indirecta, melhorar a saúde física e psíquica do ser humano», afirmou a psicóloga.


(IN jornal SOL)

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Paixão-beijo

Hoje, depois do trabalho, fui jantar a casa da mami (onde deixo o carro e depois vou a pé até ao trabalho). De seguida, home sweet home, que o urso-vulgo jorge ia visitar-me e conhecer a minha casa. Conversa aqui, conversa ali, e sai-se com esta "estás apaixonada, já não me ligas nenhuma". Ao que me ponho a pensar "mas que raio, como posso saber se estou apaixonada? É possível haver paixão por alguém a quem nem um beijo demos ainda? E havendo paixão, essa pode desvanecer-se, no caso do beijo não ser o idealizado? Ou melhor, das bocas não encaixarem - linguagem vulgar! - ?".

Fiquei baralhada. Uma coisa é haver interesse e entusiasmo. E o medo de tudo se perder de um dia para o outro, com um simples beijo que pode deitar toda a magia por terra... ou não... Acho que vou manter a ilusão por mais uns tempos. Ou não... Estou baralhada.

Quanto a ti, urso-vulgo jorge, apaixonada ou não, há sempre lugar para os amigos. : ) (songa-monga)

AHAHAHAHAH!!!!!!!!!!!!

É enviado um neurónio ao cérebro de um homem. Ele chega, entra e não encontra nada.
- Há alguém aqui? - Pergunta baixinho.
- HÁ ALGUÉM AQUI? OOOLÁAAA! NÃO HÁ NINGUÉM...? snif, snif...

O pobre neurónio encontrava-se sozinho ali. Começou a ficar muito triste
e seguia lamuriando-se:
- Eu aqui tão sozinho... snif... snif... para o resto da vida... snif!
De repente, ouve um ruído de alguém que se aproximava... Era outro neurónio que, ao vê-lo, pergunta:
- Que fazes aqui sozinho? Porque choras?
- Porque pensava, snif... que não havia ninguém e que ia ficar aqui para sempre sem companhia... snif...
- Tás maluco? Somos imensos! Estamos é todos lá em baixo, na outra cabeça, onde há uma g'anda festa... Eu só subi para vir buscar gelo!...

O baguito já não está variceloso : )





E está cada vez mais lindooooooooooooo

domingo, 21 de janeiro de 2007

Home, sweet home

Neste fim-de-semana a palavra de ordem foi: MUDANÇA! Sábado receber os homens do IKEA, com os meus móveis novos, claro que a mesa da sala veio com a cor trocada, mas ninguém esperava perfeição. Ajudar o mano e a cunhada na mudança deles. Almoçar com a Lé. Tempo para ir ao cabeleireiro, jantar no japonês e beber um copo no Purcópio. Domingo, almoço em casa do pai, com o baguito, as manas, cunhada e mano. Tarde em mudanças, com a ajuda da mana caçula, mafalda, e da loira. Tudo arrumadinho (vcs salvaram-me!!). Pagar o lanche às duas loiras. Levar a caçula a casa e receber dois dos leonardos para jantar cá em casa (eles cozinharam, óbvio, que eu sou A nulidade na cozinha). Ver o gato fedorento. Largar umas boas gargalhadas. Contar as novidades. Matar saudades. Receber a visita da mami e do pantufo, pelo meio. Sentir o conforto da minha casa, ao mesmo tempo que se sente um pouco a falta da mami (que isto de andar a voltar a casa da mamã tem que se lhe diga!! E foram três meses, afinal de contas!)

Agora, estou no meu portátil, com a minha televisão virada para mim. No meu sossego. Na minha paz. Feliz. Zen. E tudo e tudo e tudo.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2007

Pensam em tudo...

Ontem, em conversa com a minha amiga Xon, Advogada de profissão, fiquei a saber que quando uma pessoa tem dívidas e se procede à penhora dos seus bens (falamos de dívidas não muito elevadas, de gente que contrai créditos em tudo quanto é lojas e que depois não paga as prestações até ao fim, por exemplo), há certas coisas que não podem ser penhoradas:
-Fogão
-Frigorifico
-Colchão
-E, do vencimento mensal, só podem tirar 35%, se não estou em erro

Tudo para garantir que a pessoa continue a viver com as minimas condições.

Olarilas!

Crime

O novo tipo de crime, no Brasil pelo menos, é cortar o cabelo às pessoas. Isto porque, parece que uma extensão capilar pode valer mais de 180 Euros...

Olha, antes assim que uma facada, n'est ce pas?

quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

As desculpas que eles inventam...

Uma investigação da universidade norte-americana de Ohio concluiu que casar faz bem à saúde. O estudo foi divulgado na reunião anual da Sociedade Americana de Sociologia, no Porto, e sustenta que “casar fortalece o sistema de defesa do organismo e contribui para a resolução de problemas de depressão”. (in CM)

Anybody?

Tenho vocação para cupido. Só pode. Ultimamente, apresento as pessoas e é um tirinho para que dê em caso, enrolanço ou namoro. Fico feliz, pois que fico.

Alguém se oferece para ser o meu cupido? A gerência agradece...

14 de Fevereiro

Fala-se de um jantar para solteiros, no dia 14 de Fevereiro, em que o mote é "leva um amigo do sexo oposto" (giro, de preferência, esta parte acrescento eu ;))

Parece-me muito boa ideia. Pipoca, estás lá : )

(e antes que ela me crucifique, o jantar não está aberto à blogosfera, lol. é mais a onda do amigo que leva o amigo)

Jackman e Allen



Fui ver o filme do Woody Allen! Podiam ter avisado que esta brasa de homem entrava, que eu ia prevenida... MUITOO BOMMMMM!! (ele e o filme, ÓBVIOOOO)

...

Os níveis de poluição, em Portugal, estão demasiado elevados. Como tal, o governo decidiu instituir um dia da semana sem táxis.

Ora aí está uma atitude deveras inteligente... (NOT!)

quarta-feira, 17 de janeiro de 2007

Iupiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!

A inspecção foi aprovada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! O mano ligou-me a contar a boa nova e ficou atónito com o meu histerismo. E mais, parece que o amigo Sebastião lhe ligou a dizer que eu pedi aos meus leitores para rezarem!!!! AHAHAHAH!! BATANITO, ÉS O MAIOR : )))))))))))))))))

Para a semana que vem estou na minha casa... nem acredito...

Aos senhores do gás

Parece que hoje, entre as 14h e as 18h, os senhores da inspecção do gás vão a casa do mano e da cunhada... por isso, minha gente, e se gostam de mim minimamente, (vá, não peço mais que isso:P) façam figas, rezem (para os mais crentes...), whatever, para ver se é este fim-de-semana que volto para a minha casa e que os recém casados (3 meses ainda é considerado recém, correcto?) estreiem a sua nova morada. Será pedir muito? Senhores do gás, temos a nossa esperança toda depositada em vossas excelências!!! NÃO NOS DEIXEM FICAR MAL!!

Urso

Ontem fui jantar com o Urso ao Alma Lusa. Amigo meu tem de conhecer este mundo de iguarias e de calma. Não estávamos juntos há mais de uma semana e resolvemos matar as saudades e meter a conversa em dia (e connosco conversa é o que não falta : ) Fomos no seu novo "bólide". Comemos um belo de um arroz de polvo e uns divinais secretos com açorda (esta parte comeu só ele, argh...). Rimos que nem perdidos. Contámos os novos empregos (começados exactamente no mesmo dia). Falámos das gajas giras que andam aí na praça (segundo ele, óbviooo). Dos gajos giros que não existem (segundo a minha pessoa!!). De casas. De máquinas de lavar. De histórias surreais de ciúmes. Uma panóplia de temas para dar e vender. E no fim a conclusão foi: "já tinha saudades de estar contigo...".

E a amizade é isto...

terça-feira, 16 de janeiro de 2007

Tempos modernos : )


* thanks João

(legenda: ele - what are you talking about? Just lay eggs!; ela - No! I want an epidural!")

Avó Zé

Hoje a minha avó Zé faria anos. Não sei ao certo quantos. Penso que terá nascido em 1920. Mas isso não é importante. Lembro-me sempre, para não esquecer. Assim como há coisas que faço questão de esquecer, para não lembrar. É a vida.

"Ah e tal, vamos ao IKEA"

Foi assim que ao fim do dia desafiei a amiguinha. Precisava de comprar um colchão para a minha cama, porque o Pipo levou o que lá estava (histórias - passadas!). Tungas. A amiga apanhou-me em casa às 20h e tal. Jantámos aqueles menus de 1 Euro, para crianças (que só nós sabemos ser) e ala que se faz tarde. Colchão colchão. Não havia meio de o encontrar. Pelo caminho, foi uma cómoda para o quarto, duas mesinhas de cabeceira, uma mesa para a sala, uma capa para o edredon, uma "cena para os talheres... e o colchão! É, pois é, estava a precisar de comprar estas coisas. Até à data não tinha tido "tempo", que é como quem diz, dinheiro. Hoje resolvi o assunto. Passei-me da marmita (como tu dizes amiguinha, e tão bem!) e resolvi gastar o dinheiro em coisas que me faziam falta. Pensei num Ipod e a sorte foi estar esgotado. Pensei num GPS, mas depois caí na real, nem isso me vai fazer deixar de me perder nos sítios. Não foi tarde nem cedo. Ficou a faltar-me a máquina de lavar a loiça, mas trato disso numa questão de dias. Já liguei ao amigo fred, que tem uma loja do ramo. Entrega lá em casa. Passo o cheque. Fica feito.

Fico lisa. E depois? Tenho a casa recheada e não me vou preocupar com isso nos próximos anos! (quem me quiser fazer companhia no sabado,entre as 14h e as 18h, be my guest... nunca se sabe quando chegam os senhores do IKEA...)

Visita a casa nova da susi n podia dar boa coisa...




E havia tanto por contar...

segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

Fim de semana num SPA











O fim-de-semana correu, como seria de esperar, sobre rodas. Podia ter corrido melhor se: a nossa chinesinha não estivesse doentinha (mas depois iamos falar de q??? lol). Se a piscina fosse maior e a água mais quente. Se a decoração do hotel não fosse tão manhosa. Se não fossem só casais (à excepção das quatro beldades). Se não estivesse um homem todo nú, na sauna. Se a lé não tivesse vertigens e se a amiguinha não enjoasse no carro. Se eu não tivesse tanto sono.

Em compensação, valeu pela sauna, pelo banho turco, pela micro-piscina, pelo luxo, pelo duche vichy, pela massagem de uma hora, pelo jantar e pelo pequeno-almoço, pela amizade, pelas gargalhadas, pelas conversas sem nexo, pelas conversas com nexo, pelo serviço de quarto, pela rubrica da lé, pelo freddie mercury, pela ranhoca, pela banda sonora, e tudo e tudo e tudo.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2007

Mas porque raio não estou na lista telefónica????

Então um velhote milionário, dos seus 90 e tal anos, quando tinha 29 (sim, isso mesmo!), resolveu fazer o seu testamento e escolheu sete nomes ao calhas, da lista telefónica, para serem seus herdeiros????

A MINHA ALMA ESTÁ PARVA...

Baguito-variceloso-griposo



Hoje é dia de ser baby-sitter do baguito. O pobrezinho está com varicela e com uma gripe de caixão à cova. A vanda, empregada, como está grávida, não pode estar com ele doente. No infantário não pode estar, para não pegar aos outros. Os pais estão a trabalhar, a avó zelda idem, o tio pedro e a tia kika, idem, os avós maternos foram de fim de semana. Sobrou quem? A TIA RITA, A FANTÁTICA, LINDA, AMIGA, RITA!! (lol). Chegada às 08h30, após longa incursão, para deixar o carro na garagem (o comando não funcionava..), lá cheguei. Dar o maxilase ao cuca-baguito, mudar a fralda, assoá-lo de 10 em 10 minutos, porque ele avisa "o cuca tem ranhoca". Medir a febre de tempos a tempos, ouvi-lo a dizer "o carro da rita ta na garagem", "a chave do carro da rita tá aqui", "o cuca quer ir para o colo da rita", pelo meio ir dando água, que faz bem à febre. Estou uma verdadeira tia-amiga-enfermeira. Sou a maior, ahahhaha!!! Não fosse o portátil do pai do baguito, meu irmão, pois claro, e o kanguru, da optimus, eu estava aqui a atrofiar...às 12h, dou-lhe o almoço, agora vamos pintar com os lápis de cera : ) E o noddy e o ruca estão no dvd a bombar...

até já!

quinta-feira, 11 de janeiro de 2007

Trocam-nos as voltas e...

A viagem ao brasil, ou ao méxico, ficou adiada para "outras núpcias". Os voos estão todos cheios mas, e acima de tudo, começo a trabalhar já na Segunda-feira. A tal segunda entrevista era, afinal de contas, uma reunião para me apresentarem uma proposta de trabalho e discutir as formalidades. Estou muito feliz. Principalmente porque, afastando-me do jornalismo, vou continuar a escrever para publicações e estar ligada à comunicação (neste caso numa agência). Ontem entreguei os papeis para o fundo desemprego. Amanhã tenho de ir cancelar a minha inscrição. Ontem ia para o Brasil. Amanhã vou para AQUI com três amigas. Reserva feita. Spa marcado. Domingo regresso, à noite, para segunda (re)começar em força. Digamos que tive uma pequenas (10 dias?) férias. No meio do azar, tive a sorte da vida. E já vos disse que estou feliz? (e o Brasil não fica esquecido... AGUARDEM-ME!)

Novo Horóscopo (thanks Niki)

CARNEIRO:É entusiasta e energético, por isso só faz é merda. Leva tudo à frente atébater com os cornos na parede. E depois chora porque é um maricas de merda.Gostam de desporto mas têm mau perder como o caralho. A mulher Carneiro é bastante peluda na zona púbica. As crianças Carneiro são geralmentepiolhosas e ranhosas.

TOURO:Calmos e tenazes, mas é só de aparência porque são invejosos e teimososcomo os cornos que têm na cabeça (mas no verdadeiro sentido da palavra, porque são muitas vezes encornados por serem péssimos no sexo). Comem quenem umas bestas e de boca aberta. As mulheres Touro são umas vacas. Ascrianças Touro são geralmente feias e peidam-se muito.

GÉMEOS: Falam como o caralho mas não dão uma para a caixa. Babam-se e deitam"perdigotos" para cima de com quem falam. São uns filhos da puta que sópensam neles e nas gajas ou gajos que querem mocar...sim os gémeos papam tudo o que lhes aparece à frente, desde o padre da paróquia à velhinha comAlzheimer. A mulher Gémeos acaba geralmente em puta drogada. A criançaGémeos é manipuladora e gosta de enfiar o dedo no cu.

CARANGUEJO: São amorosos e sonhadores por isso metem nojo aos porcos. Sempre com carade parvos são muitas vezes apanhados a masturbar-se em gabinetes de provade roupas porque não arranjam ninguém que lhes queira tirar os 3. Vestem-se mal porque mesmo aos 40 são as mães que lhes escolhem a roupa. As mulheresCaranguejo têm mamas grandes e flácidas e usam pensos higiénicos ultra comalas (Reglex). As crianças Caranguejo cheiram mal dos pés e gostam de mexer nos seus cagalhões com um pauzinho de fósforo.

LEÃO:Altivo e normalmente muito bonito, o que faz com que seja arrogante epetulante...mas tão petulante que só dá vontade de lhe arrebentar a tromba à chapada. Têm a mania que são bons mas são um merda cagada porque têmmuitas vezes hemorróidas o que lhes impede de fazer sexo anal (que adoram).Usam muitas vezes o cabelo estilo "emigrante". As mulheres Leão são sado-masoquistas e adoram que lhes dêm palmadas no cu com uma pá das obras.A criança Leão é estúpida e tem muitas vezes diarreira.

VIRGEM:Organizado e metódico, tem a mania de guardar os preservativos usados para não esquecer de quantas já deu. É apanhado muitas vezes nas dunas amasturbar-se com revistas da Mónica e do Cebolinha. Tem pavor de sexo oralpois receia engasgar-se. A mulher Virgem tem os lábios da "snaita" bastante salientes e costuma rapar os pelos em forma de coração. A criança Virgem émedonha. Tem geralmente os dentes podres.

BALANÇA:Com ar simpático mas completamente desequilibrado. Tem ar de louco. Costuma falar sozinho nas esplanadas e tem tiques de bicha. Gosta de arte mas achaque a Mona Lisa é uma marca de desentupidor de sanitas... portanto é mesmoum burgesso... uma besta quadrada. Tem muitas vezes apenas um testículo. A mulher Balança é machona e costuma ter buço. A criança Balança temfrequentemente falta de cálcio nos ossos por isso é raquítica e mentirosa.

ESCORPIÃO:É dinâmico, mas falta-lhe ali qualquer coisinha. Geralmente falta-lhe o bom senso para perceber que não pode passar o dia a enfiar o dedo no cu e acheirar. Costuma ter doenças venéreas porque prefere enfiar o preservativonos pés enquanto faz sexo. É pálido e tem sempre aspecto cadavérico. A mulher Escorpião rói as unhas dos pés e assobia pela "snaita". A criançaEscorpião aprecia geralmente o seu próprio ranho e pensa muitas que é umcão com raiva. Uiva muito.

SAGITÁRIO:Divertido, faz muitas vezes figuras tristes por se despir em público com as cuecas habitualmente cagadas e mijadas. O seu vocabulário é limitado e temolhos de carneiro-mal-morto. É bastante peludo e tem o hábito de fazertranças nos pintelhos. A mulher Sagitário é pavorosa e tem as axilas com bastante pelosidade. A criança Sagitário é uma aberração da natureza mas ésimpática.

CAPRICÓRNIO:Inteligente mas tem a mania que é mais que os outros. Por esta razão émuitas vezes espancado e violado. Gosta de gritar durante o sexo e de morder as bordas do cu do/da parceiro/a. É alcoólico e costuma ter sempre acasa que mete nojo.A mulher Capricórnio tem uma peida gigante e peida-secom frequencia. A criança Capricórnio é uma cópia dos pais...bêbeda e mal-cheirosa.

AQUÁRIO:É um visionário. Mas não vê muito mais além que a ponta do seu nariz pois émuitas vezes um cegueta com óculos tipo fundo de copo 3. É um azarado deprimeira e costuma pisar merda com frequência. O seu aspecto porco e sujo faz com que tenha poucos amigos. A mulher Aquário é maluca e arrota de bocaaberta à mesa. A criança Aquário parece um macaquinho. Borra-se comfrequência.

PEIXES:É amável... mas só quando lhe convém. É interesseiro mas sofre de consciência pesada. Devido aos nervos tem a pele escamosa a contrastar como cabelo oleoso. Gosta de ser maltratado e abusado. Aprecia chuva dourada e"spanking". A mulher Peixes cheira a peixe e tem a paranoia de se masturbar com as unhas falhadas. A criança Peixes é porca e pensa que é um bolo dearroz.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

A razão

Tenho ouvido várias queixas do estilo "e novos posts, não há?". Desleixei-me, tendo em conta os posts diários a que vos tenho habituado. Mas também não tenho parado muito em casa, daí não vos dar novidades. Lá fui à entrevista na segunda-feira, não correu sobre rodas (era para televisão, área que não domino, e a parte da locução não foi brilhante), em compensação tenho já outra amanhã. E fui chamada para ir a falar com os que me entrevistaram na sexta. Deve ser bom sinal. Caso contrário, porque quereriam falar comigo outra vez, certo? Enfim, amanhã às 10h30 vou lá falar de novo, com eles, e às 15h vou à outra entrevista. Pelo meio, fui ao cinema ontem ver uma bosta de filme (geração fast food). Hoje fui meter os papeis para o fundo desemprego. Para animar a festa, ontem fui almoçar com alguns dos ex-colegas da impala, e depois passámos a tarde no tribunal criminal, porque a querida da marta cruz (vá processa-me oh anormal!) quer 7 mil ctos, à força, por causa de um artigo que dois colegas escreveram (e cujo conteudo era verdade!!). E ando num lufa-lufa a tentar arranjar uma viagem para o Brasil ou México, com partida já este fim-de-semana, com duas amigas. Os voos estão cheios (está tudo doido ou quê?) e tenho umas três agências a tratarem do assunto... coisas resolvidas em cima do joelho são assim... se não formos, outras oportunidades hão-de existir. Se formos, meus queridos, estarei de volta lá para dia 22 ou 23.

Percebem agora porque não tenho escrito?

segunda-feira, 8 de janeiro de 2007

O que quero ser quando for grande

Quando era miúda sonhava ser várias coisas, quando fosse grande. Não era muito ambiciosa, queria ser aquilo onde as brincadeiras de criança fossem mais divertidas. Uma das coisas que me fascinava era a vida de cabeleireira. Mexer nos cabelos. Fazer penteados. Praticava nas bonecas e nas amigas. Era o delírio. Por outro lado, gostava de ser professora. Muitas vezes fui apanhada pelos meus irmãos a falar com alunos imaginários. Excuso de dizer que eles me gozavam à grande... E depois, acho que toda a menina sonhou ser médica um dia. Andar com o estestoscópio, falar com os doentes, curá-los, interagir com eles... Mas se tinha estas brincadeiras, também vos posso dizer que não passava daí. Com pais médicos, morria de medo e fugia a sete pés cada vez que algum deles decidia ir a casa de colegas ou então, "ah vamos lá examinar-te, ou tirar sangue". Era o meu terror. Odiava os médicos todos. Tinha um verdadeiro trauma. Médica só podia ser eu, e a fingir! Com o avançar dos anos, tinha as melhores composições da turma, escrevia os meus diários (que hoje releio e me rio que nem uma perdida...) e passei a sonhar ser jornalista ou escritora. Tinha de envolver a escrita, para o bem e para o mal. No papel deixava tudo aquilo que não conseguia dizer. E confesso que, quando leio aquelas coisas, penso que era uma verdadeira dramática... Também sonhei em ter uma loja, para atender as pessoas, poder gerir o dinheiro, estar atrás do balcão.

Só não sonhei ser pobrezinha, que era o sonho do meu pai, desde pequenino : )

(este post é para o capitão pedro, que me lançou o desafio)

LANÇO ESTE DESAFIO A:
- INES
- JORGE
- SINHO
- LÉ
- Pelicano
- JoRDAN
- Hugo
- Sedutoras
- Nuno

(eram três e deixaram de ser!)

Invicta - as fotos


Atentem no pormenor do "Bem-vindo" em espanhol...
Bonaparte, na Foz

Porto, à noite


A árvore de natal deles : )

A espera no "Ar de Rio"
Nham nham


O metro!!

A ribeira


O meu amigo :P