quinta-feira, 15 de março de 2007

Agências de viagens vão ter de ser mais claras na publicidade

A aprovação, esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, de novas regras para o sector vai obrigar as agências de viagens a publicitar, de forma mais clara e precisa do que até aqui, o preço dos seus produtos.
Em declarações à Rádio Renascença, o secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, Fernando Serrasqueiro, sublinha que o objectivo das medidas a aprovar esta quinta-feira pelo Governo é
dar a conhecer aos consumidores o quê e quanto, concretamente, paga por um determinado produto, já que «um estudo internacional dizia que o preço final é 60% acima do preço anunciado».
Jorge Morgado, da DECO, lembra, de resto, que este é um sector onde surgem muitas queixas, sendo que «o novo enquadramento jurídico pode aumentar a transparência e ter uma atitude preventiva em relação ao conflito».
A RR recorda que em análise no Conselho de Ministros está também a discussão do diploma que prevê o alargamento dos arredondamentos da taxa de juro à milésima no crédito ao consumo.


in Diário Digital

(já está na altura de pararem de nos enganar!)

1 comentário:

edgar disse...

Felizmente a minha agencia de viagens só eu mesmo. Hoje em dia com as tecnologias que temos eu pessoalmente abdico facilmente das agencias de viagens.