quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

Segurança social

Chego a casa, tiro a correspondência com a mão (perdi a chave...). Sai-me um envelope da Segurança Social. Entro em pânico. Cego para a vida. Subo no elevador a pensar "pronto, é uma conta pelos descontos que não fiz...merda pá!". Entro em casa mas a coragem de abrir a carta não existe. "Merda, vou ficar endividada o resto da vida. Adeus férias, adeus compras, adeus vida". Respiro fundo, sento-me no sofá, ainda considerei a hipótese de rasgar aquilo e seguir a minha vida, mas a vida não se fez para os cobardes (ou fez, hum??). Abro a bosta da carta. Conteúdo "Vimos por este meio informar que o seu pedido de fundo desemprego foi deferido" e por cima escrito a caneta "Fundo suspenso por ter informado que se encontra a trabalhar". Ainda incrédula, olho e releio aquilo. "Mas afinal esta instituição não é só para dar más notícias???". Só me lembrava do blog da pipoca que andou não sei quanto tempo a pagar a divida aos gajos. Deve ter sido por isso que fiquei em pânico. Afinal até são meus amigos... (mas agradeço que não me enviem mais cartas, ok? Para bem da minha sanidade mental...)

2 comentários:

Ana disse...

E aquelas cartas que eles enviam e tu nem consegues perceber se estão a brincar ou se foi mesmo algum engano? E nem te atreves a confirmar, porque entretanto eles não tocam mais no assunto?

Tenho aí uma dessas. Queres p'ra troca??

Bjs

lovely disse...

Ex. ma Senhora,

Vimos pela presente informar que se encontra em dívida o valor de xxx€, referente aos descontos não efectuados no período yyy.

(P.S. Esta divida foi denunciada aos nossos serviços por leitora anónima do seu blog onde diz claramente e passamos a citar "conta pelos descontos que não fiz".)

Tenha um bom dia e passe bem.