sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

Festa pantufo

Ontem o Begnagdo Pantufo fez 32 anos e convidou os amigos para um serão em casa. Saí do trabalho, fui buscar o carro a casa da mami e levei-o para minha casa. A loira foi buscar-me e rumámos ao Saldanha. A amiguinha tinha ido ao dentista, naqueles lados, e iamos jantar todas, antes da festa. A chinesinha, que mora ali, veio jantar connosco. As quatro estarolas falaram de coisas como o bonzão do dentista (meninas, toca a marcar a consulta com esse pedaço de homem, lol), o episódio do homem que ia derrubando o meu tabuleiro e do qual a loira e a chinoca se riram que nem perdidas (sem nunca lhes ocorrer avisar o senhor, que só estava de frente para elas, para ter cuidado que eu estava mesmo atrás dele!). O novo trabalho da chinesinha. Os pasteis de massa tenra. O sumo de morango como sobremesa da loira (!!!). O presente comprado na FNAC e que o pantufo não gostou. As pérolas dos snobs de serviço, mano batata frita "ah e tal, não conheces ninguém que me possa tratar do IRS? Eu pago..." e do Chico Tavares "ah e tal, e um chouricinho, não há? Lé, abre lá esse queijo!". O mano batata frita a dar dicas ao casal que tem um bebé de 9 meses "Ah e tal existe uma coisa que é a tele bebé. Ah e tal, a partir do primeiro ano é que tem piada, ah e tal", com o casal a olhar para ele estilo "mas o que é que este gajo está a dizer?". As fotos tiradas pelo irmão da Sara e que depois se descobriu que não existiam. A AR Telecom que afinal também engana os clientes. O dilema. O bolo de chocolate e a água das pedras. A simpatia da Pépé.

Foi giro : ))))))))))

1 comentário:

pedro disse...

Conta lá isso da AR Telecom? Qual foi o problema? :-(