quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

1º namorado

Hoje de manhã, no caminho a pé para o trabalho, encontrei a mãe do meu primeiro namorado. Da pessoa a quem dei o primeirísssimo beijo, no alto dos meus12 anos. Na altura, era completamente vidrada no Ricardo e não via mais ninguém à frente. Acho que tinha a mania que era poeta, porque depois escrevia a pensar nele. Hoje essa ideia deprime-me. Mas voltando à questão principal: a D. Graça, mal me viu, fez-me uma festa digna de notícia. Grande abraço. "Estás tão bonita!", "O que é feito de ti?", "O meu Ricardo é que não há meio de assentar", "blá blá blá". E, no fim, rematou: "Não queres ser minha nora?Gostava tanto...". Sorrisinho 33. Pensamento, "porra, estou atrasada para a reunião, já lá devia estar". Resposta, "ah e tal, nunca se sabe o dia de amanhã". Despeço-me, sigo o meu caminho e penso como a vida dá tanta volta. Um dia estive cega pelo Ricardo, hoje nem amigos somos. Porque seguem-se caminhos diferentes. Porque crescemos. Porque sim.

14 comentários:

ines disse...

Podias sempre ter pedido a foto e o mail do ricardo e prometido à senhora que ias estudar a questão. Não se deve negar, à partida, uma ciência que se desconhece!:P

• Jorge • disse...

Isso é porque o Ricardo não é um gajo todo giro como um certo amigo que tu tens. LLLOOOOLLLLL

(sim ainda tenho o ego cá em cima!)

Pelicano disse...

Sim mas o amigo é só garganta e se calhar o Ricardo não...:)

Belita disse...

Muito bem Batata Frita, a vida dá voltas mesmo... acreditas que o meu primeiríssimo namorado, e não dos 12, mas sim dos 7 aos 9, encontrou-me no Hi5, pediu para o adicionar no messenger e hoje falamos como se tivéssemos sido amigos a vida inteira, embora eu não o veja (fisicamente) há cerca de 20 anos... isto é muito estranho!!!

Tiago disse...

E eu a achar que era o teu primeiro namorado...;)
Enganadinho, que eu andei este tempo todo...LOLOLOLOL!!!
Mas está certo, a nossa "relação" não envolvia beijos e ainda estávamos um bocadinho distantes dos 12 anos...

BlueAngel disse...

De facto é o ciclo da vida e todos procuramos evoluir e estar melhor. Mas o laços importantes nunca são desatados. :-) E já foram preenchidas as vagas que ficaram disponíveis?:-)))))))))

Andorinha Sinhá disse...

Valient Maria, o que me ri com essa história e com os amiguetes que fazes a caminho do trabalho:) Falando a sério,é estranho qdo olhamos para trás e vemos que quem já foi tão importante deixou de ser o nosso mundo e de lá caber dentro...

Hugo disse...

O que se conclui facilmente desta história é que a mãezinha do Ricardo quer é despechar o filho e que está armada em casamenteira. Mais, que se tivesses dito que o quierias ver, já se estava a ouvir a musiquinha dos noivos com o tan tan taram, tan tan taram... if you catch my drift! Enfim...mas podia ser pior...não sei bem é como!

Kitty disse...

Mas olha lá se não vês o rapaz há tanto tempo, há sempre a hipótese de ele estar uma verdadeira brasa! :-D
Se fosse eu a ti pensava duas vezes! :-D

Rita disse...

minha gente, n sou amiga do ricardo, mas vejo-o de vez em quando, e não está giro nem nada que se pareça!!

Tiago: o nosso tempo foi o de namoro à distancia, hahahah!!

sinho, sou a verdadeira gaja que faz amigos no caminho para o trabalho ; )

belita, agora é a minha vez: vê la se esse ex vale a pena!!

blueangel: quais vagas????

Capitão-Mor disse...

12 anos!? Ès muito precoce! Com essa idade, eu só pensava em jogar à bola de manhã à noite.

Ana disse...

Seja como for, é sempre giro recordar essas coisas... e nunca sabemos o que pode acontecer!

Bjs

Ricardo disse...

\o/ Ritaaaaaaaaaaaaaaaa \o/

Rita disse...

hahahah, gonçalo, disfarças bem, mas n es nd parecido c o ricardo :P