segunda-feira, 8 de janeiro de 2007

Fim de semana na INVICTA

Acordar Sábado às 7 da manhã (note-se que não fazia isso há SÉCULOS...). Rumar à Gare do Oriente, no meu boguinhas. Abandonar o pequeno micra e rezar para que esteja no sítio quando eu regressar. Tomar o pequeno-almoço, comprar umas evistas manhosas, embarcar no alfa pendular das 08h04. Estar podre de sono e de frio (após jantar na noite anterior com as amigas do liceu, chegar a casa tarde e ainda ter de arrumar o saco para levar...). Adormecer na viagem, acordar e constatar que ao meu lado se sentou um velhote (e eu que devia estar a dormir de boca aberta...). Estação das Devesas (já sei dizer o nome, meninas!!). Andreias à minha espera. Primeiro contacto: POSITIVO : ) (segunda uma delas, eu ao vivo sou muitooo mais magra do que nas fotos do blog, humpfff!!). Passar no hotel (que mais tarde vim a saber ser dos pais da emblemática - NOT - carolina salgado), deixar o saco e perceber que o sítio onde vou dormir até tem bom aspecto : o ) Ir ao Corte Inglés lá do sítio, mesmo ao lado do hotel, beber café (no meu caso, chá). O "deles"não tem cinema e é mais pequeno (temos de ser sempre maiores em tudo :P mas seremos melhores?) As andreias têm a pronuncia HIPER MEGA acentuada, o que me fez brincar com isso todo o tempo (e consequentemente ter de ouvir "ai, vcs imitam-nos mesmo mal, carago", ahahha). Almoçar em casa de uma das Andreias. Ser recebida como só no Porto isso é possível, da forma mais calorosa deste mundo (e do outro). Conhecer os pais e mana dela. Falar imenso. Rir a bom rir. Um belo de um bacalhau assado com batatas, preparado com pompa e circunstancia pela mãe martins. E uns morangos, para rematar. O pai martins é um pedaço de homem, não posso deixar de comentar. A tarde foi reservada para passear. Lá conheci a porreira da Marlene. Conheci também o amigo do pai natal, com quem meti conversa (acho que elas iam morrendo de vergonha). Apreciei as praias de Gaia, fui ao bar "grao de areia" "chazar". Vi a Torre dos Clérigos em obras (uh babe...). Andei a pé que me fartei (aquiulo não deve ter sido muito, mas não estou habituada). Andei no metro deles, que se assemelha a um eléctrico nosso, dos modernos. Fartei-me de dizer "lá em portugal não é assim" e elas quase que me espancaram (mas meninas, eu juro que não foi por mal...). Fui ao mediático café, guarany. Conheci a igreja de são francisco. Passeio pela ribeira, do melhor. O sol sempre a sorrir-nos. Quase hora do jantar, ida ao hotel, banho bem quente, preparar-me para a noite. Jantar no "Ar de Rio", que como o nome indica, fica mesmo à beira-rio. Conhecer a cláudia. 20 minutos à espera de mesa, recompensados com a bela da francesinha. E com a conversa pela noite fora. Fotos e vídeos. Rumar ao Irish Coffe. Chá, outra vez. Música ao vivo. Gente gira, que o Porto não fica atrás de Lisboa, nessa matéria (e em tantas outras!). Rumar à Foz. Bar Bonaparte. Imperial ou fino, como preferirem. Mais conversa e risada. 2 e tal da manhã, hotel, que estava podre e o dia seguinte não se avizinhava fácil. Quarto com o quente bem alto porque eu estava regelada. Chegar, deitar e não me lembrar de mais nada. Acordar às 11h45. Banho rápido. Andreia e Marlene esperavam-me. Tempo para foto da fachada do hotel. Café Ãngola. Almoço em casa das manas. Arrozinho de marisco feito a rigor pela mãe cavaleira. Família cavaleira do melhor. Fiquei a lamber os beiços. E o pai cavaleiro prometeu comprar um T3 para me receber :P Ida a Serralves. À praia dos beijinhos, belo crepe, sim senhor... Arrábida Shopping. Quatro estações. Bela lasagna. Campanhã. Comboio às 21h15. Rodeada de gajos. Ao meu lado um brasileiro que cheirava a alho. Uma viagem de suplício, mas que valeu MUITO a pena! Chegar a gare do oriente e ter o boguinhas à minha espera, são e salvo. Respirar de alívio. Fazer a 2ª circular a abrir (dentro do que o micra me permite, lol). Chegar, deitar e pensar "amanhã tenho de estar a pé às 09h30...".

Frases que ficaram para a história:
- "Aquilo é só canalhada" - quando queriam dizer que determinado sítio estava pejados de miúdos/putos.
- "O rio é só alheiras" - quando queriam dizer que estava sujo e estava cheio de merda.
- "O bar é totil" - porreiro, fixe e por aí fora.
- "passa-me a rodilha" - ou melhor, o pano de cozinha...
- "Deviamos ter trazido o chuço..." - guarda-chuva, digam antes!
- "Não peças imperial, pede fino!"


ADOREI, VCS FORAM 5 ESTRELAS, OBRIGADA PELO DONA ANTÓNIA, PELOS ALMOÇOS, PELA AMIZADE, PELO CARINHO : ))))))))))

10 comentários:

sedutorasilusoes disse...

Foste muito fiel na descrição do fim-de-semana! Foi fantástico e nós estaremos sempre de braços abertos para te receber, querida amiga! Sim, porque desde sábado que te considero amiga... Daquelas que não quero perder de vista! Uma beijoca muito grande para ti e a promessa de sermos agora nós a visitar a não menos bela Lisboa :)

Isis disse...

Rita:

Já disse e volto a repetir... terás sempre a porta aberta no Porto. Adorei este fim-de-semana que passamos todas juntas, já não passeava assim pelo Porto há muito tempo. E já sabes, guardamos um sitios totil para visitares da próxima vez que cá vieres ;).
Já sabes... agora nãot e largamos e venha esse fim-de-semana na Capital.

beijos

Lipa disse...

Olá!!!
Antes demais quero desejar-te um optimo ano, com tudo aquilo que desejares e mais qualquer coisa...

Esse fim de semana foi demais??!!!

Um grande grande beijinho

Lipa

Maríita disse...

O Porto é mesmo espectacular e os portuenses super amáveis...

Também adorei lá estar, agora, em comparação, o meu fim-de-semana parece-me mais tranquilo, tu és mesmo acelerada!

Beijocas

Céres disse...

Ritinha,

Ainda bem que gostaste do fim-de- semana. Nós, adoramos...
Espero que nos venhas visitar muitas vezes!
Beijinhos

sinhó disse...

Rita,em PORTUGAL???:P Se estivesses na Madeira, ainda vá q n vá...é por essas coisas q descreves, q adoro o puerto. N fossem as saudds, n me importava nada de viver 1 ou 2 aninhos lá.)

Anónimo disse...

Viver no Porto, não viveria, pq traz-me algumas más recordações.
Mas adoro lá ir!
Sinto saudades de sentir o Norte, das ruas da Baixa Portuense, de comer uns belos bijus com muita manteiga ou uma bola de berlim (que são diferentes la)acompanhados de um cimbalino ao lado do Mercado do Bolhão, de passear pela Ribeira,etc, etc.

Hugo disse...

e serás quw foste apanhada pela pronuncia?

Anónimo disse...

Por mais que ame lisboa...o Porto terá sempre um lugar muito especial no meu coração.

Biba ó Porto!!

Anónimo disse...

Não sei se alguém (não vou citar nomes mas começa por Clau e acaba em dia) te mandou o meu beijinho mas eu mandei tá???

E já agora, para a próxima combinem para um fim de semana em que eu esteja no Porto. Vai uma pessoa para a terrinha e é quando fazem programinhos giros!!

PS - Canalhada, chuço, palavras muuuuuito comuns por cá ;)