quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

...

Os níveis de poluição, em Portugal, estão demasiado elevados. Como tal, o governo decidiu instituir um dia da semana sem táxis.

Ora aí está uma atitude deveras inteligente... (NOT!)

9 comentários:

CriticóComentador disse...

Tenho que intervir, na medida em que o ambiente é a minha área...O facto de os táxis terem um dia de folga obriga que todos os outros façam mais km, o que vi dar no mesmo...E que tal desincentivar o uso do automóvel nas cidades melhorando os transportes colectivos? A criação de ciclovias também seria uma mais valia...Há também a possibilidade de criar corredores ecológicos com espécies adaptadas para a melhoria da qualidade do ar...Para quem tem mesmo que andar de carro, cumprir os limites de velocidade ajuda no que diz respeito a baixar as emissões!!!
Também podemos ter uma ideia estapafúrdia (tipo Santana Lopes) e canalizar todas as emissões poluentes para o Monsanto, e as árvores que se amanhem com os gases...;)
Já escrevi demais...o comment é maior que o post...beijinhos

Anónimo disse...

Pelo menos não andam chicos-espertos na estrada a meter-se à frente de tudo e todos a pensar que são os reis da estrada!!!
Se calhar é isto que o governo chama de poluição...

Miguel... disse...

não concordo com a medida simplesmente porque não faz sentido. Assim como não concordo com o aumento de impostos para veiculos diesel... NMas pronto isso dos veiculos...eu tenho um jipe UMM com 16 anos...lool sou um grande poluidor!!

Maríita disse...

Mais valia reduzirem o número de taxis na praça, assim reduziam todos os dias a emissão de gases poluentes e já está, agora um dia por semana? Prejudica o consumidor e não resolve o problema porque muito bom fogareiro vai trabalhar mais horas nos demais dias para não perder dinheiro e claro, mais horas, mais emissões, mais cansaço, mais acidentes... que filme bonito e cor-de-rosa!

Beijocas

Rita disse...

calma minha gente, afinal tds os taxis so vao poder circular 6 dias, por semana, mas vai haver sp taxis a circular!!!!!!!!!! obrigada feijoca : )

André Bartolomeu disse...

Acho que a medida só pode eventualmente ajudar no sentido que quem anda de taxi, das duas uma: ou anda sistematicamente de taxi todos os dias ou então é uma pessoa que anda habitualmente de carro e nesse dia, por indisponibilidade do carro, e por considerar maus os transportes públicos, optou por ir de taxi.
Na eventualidade de não poder apanhar um táxi, as pessoas que se inserem no último grupo são obrigadas a apanhar transportes públicos. E aí podem acontecer duas coisas: ou continuam a detestar andar de transportes públicos porque consideram que têm más condições ou até não acharam má a experiência e consideram que nos últimos anos as coisas até melhoraram um bocadinho. No caso de essa pessoa pertencer também a este último grupo, ganhou-se um pouco para todos nós no sentido em que eventualmente vai passar a andar mais de transportes públicos. Isto dos transportes públicos é uma pescadinha de rabo na boca: nao há qualidade no serviço porque não há escala (número suficiente de utilizadores) e não há escala porque os utilizadores não vêm qualidade no serviço. Eu acho o metro um transporte óptimo e sempre que posso apanho em alternativa a andar uns quilómetros de carro...

Hugo disse...

Tás a gozar não tás? O nosos goberno é perito em medidas estúpidas.

Anónimo disse...

Eles referiam-se a poluição sonora. Não há mais caralhada!"#"! ou buzinadelas a um dia por semana :)

Anónimo disse...

Eu só transmiti aquilo que um querido taxista me informou... Q'eu cá gosto muito de conversar com eles. Até já aprendi que uma pessoa "caguinhas" é aquela que é muito cuidadosa com o carro, que está sempre a limpá-lo e, em princípio, só conduz ao Domingo... taxista dixit.
Feijoca