quinta-feira, 30 de novembro de 2006

Ate segunda : )



Três, das quatro meninas que rumam, JÁ DE SEGUIDA, a terras de nuestros hermanos. kiss kiss.

Para o pai do Paulinho

(...)Eu gostaria de fazer uma coisa mais pessoal, mas não sabia bem como e onde. Por outro lado, pensei que ele merece uma coisa em grande, mais tchan e foi aí que me lembreido teu blog, que tanto aprecio e companhia me faz. Quero prestar-lhe uma homenagem mais pública, entendes? Caso aceites esta "intromissão", em anexo, envio-te umas palavras sinceras, não um poema, que me vieram à cabeça antes da última despedida para com o meu pai, as quais li naquele momento. Palavras que no fundo definem tanto mas tão pouco, pois há coisas difíceis de expressar, mas que só provam o quanto amamos alguém que por vezes pensávamos não amar tanto e de forma tão pura e desinteressada. Sobram agora tão somente amor eterno, saudade e recordações. Pois o que gostaria que fizesses era que publicasses o referido anexo no dia 2, no teu blog. Bem sei que tu és a única autora do mesmo e que isto iria abrir precedentes e abrir excepções à regra, mas... pensa nisso com carinho.

O texto do Paulinho em memória do pai (Fernando), que faria anos HOJE, 62 Primaveras...

ATÉ BREVE...

Já dizia e cantarolava alguém – que o meu papi tanto apreciava – que “as coisas vulgares que há na vida não deixam saudade”.

E ele era tudo menos vulgar…
E os louvores não eclodem só porque, agora, lamentavelmente, partiu.
Mas sim porque era:
Um bom marido,
Um bom pai,
Um bom filho,
Um bom amigo,
E… enfim, um bonito ser humano!

E, por isso, saudade,
Essa palavra que só existe no léxico de Camões,
Ganha hoje, e para toda a eternidade, tanto sentido.

As palavras que ficaram por dizer,
As acções por fazer,
Os momentos por compartilhar,
Esfumam-se agora em vão.
E por quê?
É que Amor tudo crê, tudo suporta, tudo vence!

De facto, mais do que nunca, esta é uma realidade,
A minha, a nossa realidade…

As lembranças doem,
Mas também fazem sorrir:
E ele era o rei da risota!

PAI…
Há gente que fica na história, na história da gente…
Para sempre!!!

Amo-te hoje e eternamente...


Em 13 de Novembro de 2006 (Nacido a: 02-12-1944 / Falecido a: 12-11-2006)

A equipa : )



Faltam as chefes, que não estavam presentes na hora da foto. : )

Chuif...






Hoje é o último dia da Maria aqui na redacção. Estou triste porque a alegria dela é contagiante e porque faz um trabalho precioso, contente porque sei que vai para melhor. Beijinhos linda : ) (esta é a treta de se criarem laços no local de trabalho...)

Mais uma criação da amiga Ines Borralho, lol



Obrigada : ))))

Dia D

Chegou o dia D! Ao final da tarde, quatro miúdas (lindas) rumam a Castelo Branco, para uma noite em casa da loira, e depois Salamanca connosco! Está tudo num excitex! Malas para duas noites, como se fossem para duas semanas, ou não fossemos mulheres! Mapas a postos. Blind date com o pelicano e o amigo, tratadissimo. "Farnel" tratado. Máquina a postos. Não vejo a hora de sair daqui. Ver novas pessoas. Sair à noite pelas ruas de Salamanca. Ir para o botellon. Passear de dia. Ir às compras, porque não? Serão umas mini-férias que vão deixar saudades. Depois de Praga e Algarves, surge agora a sequela, em Salamanca.

GAJAS, TUDO A POSTOS??????

quarta-feira, 29 de novembro de 2006

Sorteio na redacçao

Temos um armario aqui na redacçao que, de tempos a tempos, fica lotado e é nessa altura que se diz "vamos a sorteio". Desde detergentes, passando por livros, velas, chocolates, há de tudo. Hoje calhou-me um ferro de viagem lindo de morrer (acho q era assim o presentão), o CD duplo da Dulce Pontes, Café da nespresso e quatro livros: "De Mãos Dadas com o Amor"; "Diário de Paris"; Trabalhadores do sexo, uni-vos"; "Guia Intimo para a satisfação pessoal - puro sexo".

Eu mereço...

Jantar da Susana-banana-macaca-cigana







(Joana, dormiste as 8 horinhas do sono da beleza?? :PPPPPPP)

dia 17 lá estaremos : )) love u all : )))

Informação

Para os que gostam de se fazer de esquecidos, volto a repetir:

este blog está fascizado, que é como quem diz, está com os comments sujeitos a aprovação, por opção própria. Minha gente, não é por acaso, ok? Tudo para dizer que comentários depreciativos ou de ofensa, seja ela de que índole for, não entram. Este espaço é meu e escrevo nele o que bem me apetecer. Quem não gosta excusa de cá voltar. Não faço questão de ser lida por gente que só visita blogs para falar mal, ofender e, pior, não se identificar. Arranjem uma vida, vão chatear o Camões, comer um grande cagalhão (peço desculpa aos mais sensíveis, mas hoje estou do piorio), tornem-se úteis e vão dar sangue, mas não me chateiem ok?

(aos outros, que me leiem com gosto, voltem sempre e desculpem qualquer coisinha. Há gente muito horrível que tem de arranjar com que se entreter. Aqui, têm azar. Que chatice, não há sossego! Humpf!)

terça-feira, 28 de novembro de 2006

Por aqui ouve-se...

...e recorda-se coisas que sao para esquecer:

Underneath at all - Gwen Stephan

(porque há pessoas que nunca deviam ter existido na nossa vida! :PP E FELIZMENTE TENHO NOÇAO DISSO!!)

Outra pergunta



Porque é que os homens insistem em distinguir uma mulher para a queca e outra para casar? Mas afinal, onde residem as diferenças? Quais são os requisitos? Porque não podem ter em casa as duas coisas, na mesma mulher? Oh gente complicada...

segunda-feira, 27 de novembro de 2006

Para os meninos (e p algumas meninas va... as lesbicas que n tenham problemas em assumir :P)


Ja algum de vocês comeu um rebuçado de mentol antes de praticar sexo oral??????

(é que ouvi dizer que tem uns efeitos fantásticos... mas, infelizmente, só ouvi mesmo dizer...)

007 Casino Royal



Fui ontem à sessão da meia-noite. De manhã tinha um recado da minha mãe a dizer que tenho de me deitar mais cedo nos dias de trabalho. Ou bem que volto rapidamente para minha casa ou me mudo para casa da Cláudia ou dou um tiro nos cornos.

O filme foi muito giro. Houve quem adorasse pelas cenas de pancadaria e sangue, houve também quem desse valor às cenas românticas. Há gostos para tudo : )

Jantar na Casa Mexico



Após uma tarde a lanchar de frente para o mar, resolvemos fazer um jantar à última hora. Conseguimos ser oito. Falar pelos cotovelos e dizer muita asneira. No fim, ainda convenci alguém a roubar uma almofada do restaurante (n digo q foi o urso para nao dizerem baboseiras :P), hehehe!! (que é linda de morrer e vai ficar ainda mais gira no meu sofá)

domingo, 26 de novembro de 2006

Sábado lanzeiro



Acordar tarde. Almoçar com a amiguinha-castanhola. Novidades e cusquices e carinhos e risos em dia. Rumar com o urso às amoreiras. Comprar um presente para uma amiga dele (tarefa que não foi fácil! o urso é mesmo urso, irra!!), depois um chá no duqs. Conversa aqui e conversa ali. Amizade em grande. Jantar em casa a correr. Ir para casa da margarida-xoninhas, com a kika, maria joao, rita e joana vilanova. Beber mais um cházinho. Uns belos biscoitos. Cuscar e falar mal. Que nós somos especialistas. Ver fotos do casamento da kika. Falar das vidas de cada uma. E são duas da manhã. E eu estive toda enrolada numa manta polar. Parecia uma velha. E depois foi enfrentar o frio de volta a casa. Ainda tempopara ler a NOva gente no carro da kika. E chegar. E ficar quentinha. Pelo pijama e pelo calor dos amigos. Fotos do serão amanhã.

Sexta-feira




Depois de sair às 18h30 do trabalho (estava tudo louco a dizer "ah e tal vou embora, vão fechar a ponte", a sair a correr e eu fiquei feliz da vida a pensar "é hoje que saio cedo!") e de só conseguir chegar a sete-rios às 21h. De ter o rabo quadrado. De desejar largar ali o carro e ir a pé. De não parar de chover. De ver as pessoas transformadas em bestas. Lá decidi nem ir a casa e ir directa para o jantar dos gémeos Coelho, Daniela e Gonçalo, em alcantara. Foi o melhor que fiz. Sempre me ri. Matei saudades. E das 60 pessoas, tirei umas míseras 4 fotos. É melhor do que nada. Dali, era para ir casa mas acabei com eles no Lounge (bar que detesto) e no Irish pub. E foi bom. Porque estar entre amigos é sempre bom. : )

sexta-feira, 24 de novembro de 2006

Historias do alem

Aqui há uns meses, penso que em Julho, conheci a Fernanda. Amiga de uma amiga, é Tarologa, ocupação que conjuga com outra profissão dita "das 9 às 5". Levada por amigos, fui à consulta dela. Foi mais uma conversa informal, em que ouvi coisas que me eram demasiado familiares. Sou uma curiosa destas coisas, só quem não me conhece nao sabe. Dias depois, liguei-lhe para lhe contar uma novidade e interrompi-lhe uma consulta. A "vitima", desta vez, era o Luis. A Fernanda teve um vaipe e disse que estava com uma pessoa da minha idade que podia ser boa para mim. Numa questão de minutos, arranjou de maneira de trocarmos números de telefone e contactos do msn (mesmo com todos os nossos "ah, deixe lá isso..). Fiquei meio que paralisada, chocada e a rir que nem uma perdida. Limitámo-nos a adicionar o outro ao MSN, sem haver grandes conversas. Afinal, nunca nos tinhamos visto. Eis que, há dias, já nem sei bem como, falámos no msn e resolvemos combinar um "blind date". Primeiro era café, acabámos por decidir jantar. Cena meio estranha. A única coisa que temos em comum é a Fernanda. Nunca nos vimos. E de repente já vamos jantar. Eu sou de vaipes e achei que não tinha nada a perder. Ponto de encontro: oeiras parque. Saio do trabalho e vou. Claro que me perdi do trabalho para lá, em estradas secundárias. Chegada ao ponto liguei a dizer que já lá estava. Ele chegou minutos depois e fomos no carro dele ao restaurante eleito por ele: Wind Clube, ali perto. Não conhecia o espaço. Achei muito giro. Calminho. Bom atendimento. Boa comida. Boa vista. Das 8 e tal ate às 11 foi conversa, risada, gozo, falarmos um do outro. Da situação. Do embaraço. Correu bem. É um rapaz simpático. Acho que ganhei um amigo. No ar ficou a promessa de um novo encontro, sem data definida. Vim para casa a pensar que sou uma mulher do século XXI. Sim, que se isto fosse há uns anos não cairia nada bem ; ) Foi giro e estas coisas assim repentinas dão-nos oportunidade de conhecer nova gente! Há melhor que isso???

Boa?

Mega chuvada lá fora. Depois de enfardar uns maltesers (não sem antes ir espancando a máquina que não mos queria dar) e um salame, pergunto-me: nunca mais são 7 da noite? É que nestes dias de temporal deveria ser feriado nacional. Os acidentes são mais que muitos, está tudo inundado. Devia haver um alerta a impedir as pessoas de sairem de casa. Estávamos todos no quentinho, a bater uma bela de uma sorna, com um cházinho quente e a "jogar conversa fora" no msn. O que vos parece?

Conversas de amor entre gemeos

Rita: ja n csgo aturar a "tua" mãe.. as obras tao demoradas? : (

Pedro: Estão a terminar... Já falta pouco! Beijocas!

Rita: adoro-te sabias?

Pedro: Claro que sim! Assim, como sabes que eu te adoro!!! Muitos Beijinhos!

(porque há amores que são incondicionais, como o meu e o do meu irmão gémeo, Pedro)

Fórum para os gaijos



Julia Roberts ou Meg Ryan???????

(digam de vossa justiça)

Chuva - Mariza


As coisas vulgares que há na vida
não deixam saudade
só as lembranças que doem ou fazem sorrir
há gente que fica na história

na história da gente
e outras de quem nem o nome lembramos ouvir
são emoções que dão vida à saudade que trago
aquelas que tive contigo
e acabei por perder
há dias que marcam a alma e a vida da gente
e aquele em que tu me deixast
e não posso esquecer
a chuva molhava-me o rosto


gelado e cansado
as ruas que a cidade tinha
já eu percorrera
ai... o meu choro de moça perdida
gritava à cidade que o fogo do amor sob a chuva
à instantes morrera
a chuva ouviu e calou o meu segredo à cidade
e eis que ela bate no vidro
trazendo a saudade
a chuva molhava-me o rosto
gelado e cansado
as ruas que a cidade tinha
já eu percorrera
ai... o meu choro de moça perdida
gritava à cidade
que o
fogo do amor sob a chuva
hà instantes morrera
a chuva ouviu e calou o meu segredo à cidade
e eis que ela bate no vidro
trazendo a saudade
e eis que ela bate no vidro
trazendo... a saudade...

quinta-feira, 23 de novembro de 2006

Lisboa By night





Obrigada pela companhia. Pelas palavras. Pelos risos. Pela cumplicidade. : )

quarta-feira, 22 de novembro de 2006

Segredo

Tinha prometido que nao partilhava isto com vocês. Mas eu sou miúda de vaipes, como todos sabem, e olhem, mudei de ideias. Ontem, depois do cinema, cheguei a casa e deu-me assim uma onda depré muito manhosa. A ana maria foi a vitima que me aturou durante horas a fio no msn e com quem deabafei nem sei muito bem o quê. Quer dizer, eu e ela sabemos, mas vocês também não podem saber tudo : ) Quando dei por mim, as lágrimas ja me escorriam pela cara abaixo. Estava mesmo a sentir-me sozinha. Sozinha entre gentes. Muitos de vocês sabem do que falo. Há dias assim. E eu, quando estou demasiado parada, dou por mim a fazer filmes nesta cabecinha cheia de paranoias. Hoje acordei como nova e constato, mais uma vez, que nao há nada como uma longa (que nao foi o caso...) noite de sono. Sou assim extrovertida, faladora, desbocada, mas há dias em que a solidão se apodera de mim. Também tenho momentos chatos. Também choro baixinho. Também tenho os meus traumas. Mas nao digam a ninguém, ok?

Leo? Matt?

Eu e a Inês hoje saimos da redacção a voar. Decidimos ir ter com a Sinhó e com a Lé para cinemar. A nossa vida profissional é de tal maneira uma incógnita, que temos estes vaipes, de última hora... (estilo o de ontem para ir ver o cid). Mais uma vez a voar pela IC19 fora (qualquer dia estampo-me...), estou no monumental em 10 minutos. Sem saber como, sou a primeira a chegar, lol! Ainda esperei por elas! Surreal! O filme eleito foi o DEPARTED (E n faço link pq é tarde e n me apetece...). Nada de especial, valeu pelas brasas. Matt Damon, que a sinhó diz ser feio e burro (quero lá saber se ele é burro, não o vou conhecer mesmo...) Leonardo Di Caprio, para mim não tem piadinha nenhuma. Lingrinhas sem piada (eu namorei um lingrinhas sem piada... enfim... n interessa nada...). Jack Nicholson, com uma voz sensual e cheio de piada. Enfim, houve uma altura em que o Leo e o Matt andaram à porrada e eu comentei com a Inês "Duas brasas à pancada, adoro isto". lol. Morrem tds no fim, se não queriam saber não lessem, e fica a outra grávida sozinha. Belo final, realmente...

E estive o tempo todo a torcer pelo Matt, do lado dos maus. Sou maléfica, como dizem as minhas amigas. Sou genuina, como digo (algo que o pacheco achou de frase feita, bah, n percebes naada gajo!!).

AFINAL QUEM É MAIS BRASA? O MATT OU O LEO, MENINAS??????????? vamos a votos!!!

terça-feira, 21 de novembro de 2006

Salamanca here we go!




Consta que dia 30 rumamos a terras de nuestros hermanos. Consta que vai um grupo de gajas giras, que só elas. Consta que o hostal já está pago. Consta também que na primeira noite se dorme em Castelo Branco, em casa da nossa loira de eleição. Consta que vai ser farra total. Mas nao há certezas... ate porque eu não vou : P (QUERIAM!!! HAAHAH)

Cid, o nosso Elton John, NOT!

Pois é minha gente, rendi-me às evidências (nao perguntem quais, sff...). Ontem, após algum massacre por parte do Jorge (ah e tal tens de ir, ah e tal se n fores nc mais te falo, ah e tal, bora lá, ah e tal), de ver que estava formado um grupo giro para ir ouvir "A cabana" e outros hits da música portuguesa, lá me deu um vaipe e, ao sair do trabalho digo à Inês "vamos ao cid?". (Ou n fosse esta minha amiga tao facil de convencer, hiihi). E tungas. Sair às 21h, fazer a IC19 a voar. Deixar o carro dela em casa e Centro Vasco da Gama connosco. Jantar à pressa (sim Jorge, pressionaste-nos!!! :P). Correr para o Casino e constatar que o Cid tem milhares de fã (a avaliar pela casa que estava à pinha!). Eu ia desconfiada, pois que ia. O Cid não é propriamente aquele gajo que gosto de ouvir. Mas pronto, ha músicas dele que são intemporais. E foi um fartote. Saltar, rir, cantar, gritar, fazer comboios, e tudo e tudo. A malta estava histérica (certo vitor????). Ainda deu para ver gente gira. Lavar a vista (hiiihhi). E pronto, ainda bem que fui!

(e agora vou trabalhar q é p n dizerem que n faço nada :P)

segunda-feira, 20 de novembro de 2006

Ainda a proposito da reportagem sobre os sem abrigo

"Cara Rita,

Agradeço-lhe pessoal e Institucionalmente a bonita reportagem que nos fez e que nos ajudou a difundir a nossa mensagem e actividade pelos leitores da Revista XXXXX que presumo ser jovem e com exigência de qualidade e bom gosto. Os jovens são a população alvo da nossa Instituição quer na ajuda que proporcionamos quer no apelo à sua solidariedade. Ass: o presidente da comunidade".

Sabe bem sermos reconhecidos : )

Futilidades

Alguém me explica porque é que o casamento da Katie Holmes com o Tom Cruise está a ser tão badalado? E porque é que as roupas deles interessam tanto? É que eu adoro escrever, mas sobre isto?? Haja pachorra minha gente... o que é que me interessa o chapéu da Vitória ou a saia da penelope?

MANQUEM-SE!!!!!!

Ah leoas!

Depois de sair o meu artigo sobre as danças sensuais, têm ligado mulheres, aqui para a redacção, a pedir o contacto das aulas de dança do varão!

Estamos modernas ou quÊ??

; )

Friends

Ontem, depois de escrever sobre a grande jantarada, de me recompor, lá saí de casa para ir buscar o carro a Alcantara. O boguinhas ficou abandonado à porat do restaurante, porque sou uma pessoa séria e "se conduzir não beba". Tenho que agradecer ao urso por ter ido comigo buscar o o pequeno micra e pela companhia. Tenho a certeza que fomos amigos noutra vida, ou irmãos, sei lá, porque parecemos amigos há anos : )

De carro na mão, rumei a casa da Jordan, para ali encontrar a quase mãe, Di, e a quase casada, Jojo (ok, também estava lá a Ines, a Lé e as donas da maioson, Xu e Jordan). Amei ver a Di de barriga. Está linda de morrer. E feliz que só ela. E para o ano há mais três amigos a casar. Entre eles, a Jojo. Tudo a ter filhos, a casar, e o raio, mas que vida a minha... : ))))

Adorei ver o Gato Fedorento com vcs, cuscar até mais não, rir muito e partilhar as vossas alegrias. E a casa Jordão está um must!!

Bacci a todassss!!!!!

domingo, 19 de novembro de 2006

Resumé do festão

Antes do jantar propriamente dito, houve direito a lanche com o Jorge. Tostinha mista, chazinho, vista para o rio, risada e cumplicidade. Parecia que nos conheciamos há muito tempo : ) A Anabela foi lá ter connosco e dali rumámos ao restaurante. À nossa espera já estava a Anokas. Apresentações feitas, conversa jogada fora, resta-nos esperar pelos restantes (passo a redundância). Em menos de uma hora (tanto tempo senhores!) estávamos todos reunidos. Risada total cada vez que alguém chegava, para fazer as apresentações. Muitos sorrisos e o receio do "blind date" ficou à porta do restaurante. Três pessoas não compareceram, um por estar doente, os outros dois só Deus sabe (está tudo à espera de saber o que se passou...). Tudo sentado, toca de começar a beber. (E a comer, pois está claro). Uns mais timidos, outros mais palhacitos de serviço. A coisa esteve equilibrada. Muita foto. Muita conversa. Temas chocantes como sexo e orgasmos aos 19 anos (esta chocou-me, querem o quê???), temas mais chatinhos, como jornalismo (arghh!!), big brother, o que cada um faz, and so on, and so on. Alguns percalços, como o furo do sergio, os meninos do algarve perdidos na nossa cidade, o vitor na rua do olival, nada que os impedisse de estarem presentes na mega jantarada! Findo o jantar, contas feitas (obrigada pela ajuda luis, foste um santo!!!), despedidas feitas à Dona Filipa, rumamos a pé até aos bares de santos. Pérola fechada, tungas, bar de miúdos. A Susana salvou o pessoal com o pedido de três músicas de R&B. Deu para animar. Mas a coisa precisava de aquecer... Onde conseguiamos ir sendo nós 20 e poucos? PLateau foi o local de eleição. Pelo caminho a desistência da Maria e do Vasco (meninos!!). Música dos anos 80 para recordar os velhos tempos. Muita dança, muito copo, muita asneirada, muito disparate, muita risada. Danças geniais com o Hugo. A ida ao WC com a Anokas. Os pés a doerem para caraças. As desistências começaram às 4, mais coisa menos coisa. Os resistentes aguentaram-se até às 5h30. O regresso até aos carros foi um suplicio. Deu direito a paragem a meio do caminho. Parecia que aumentavam o caminho só para nos chatear. Despedidas feitas, o Jorge ficou encarregue de levar as organizadoras a casa. Pelas ruas de Lisboa e arredores, nevoeiro cerrado, jamie cullum a sair das colunas (salvo seja...), o mauzão do Jorge não quis ir comer pão com chouriço nem bolos acabados de fazer. Cheguei e fui direita ao "vale dos lençois".

O meu carro está em Alcântara, e agora???????

CORREU OU NÃO CORREU BEM MINHA GENTE????????????????

(ninguém diria que amanhã já é Segunda... what the f$%&&)

E o jantar foi ESPECTACULAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 17 de novembro de 2006

Blogues confirmados para a janta de amanhã : )

Maria (inconformada.blogspot.com)

Niki (Osexoeaansiedade.blogspot.com)

João (CitizenZuko.blogspot.com)

Kitty (amoreumlugarestranho.blog.com)

Miss k.(lifeisamasterpiece.blogspot.com)

Criptog (criptog.blogspot.com)

Ringthane (cavernaobscura.blogspot.com)

Rebelmind (designdocarrrapau.blogspot.com)

Psyhawk (alcateialouca.blogs.sapo.pt)

heartbreaker (barcodepiratas.blogspot.com)

Jorge (decrescente.blogspot.com)

Nuno e Luís (espacomil999.blogspot.com)

Eumesma (oceanodepensamentos.blogspot.com)

Sílvia (vaidadeslivres.blogspot.com)

Nina (ninavk.blogs.sapo.pt)

Luís (complicometro.blogspot.com)

Anne Marie (afabulosaesperadeannemarie.blogspot.com)

Buttafly Su (buttaflyflies.blogspot.com)

Sapito (sapito80.blogspot.com)

Vitor (senhor-mal.blogspot.com)

Ana (ocantinhodaanokas.blogspot.com)

Rita (ritabatatafrita.blogspot.com)

Xiça!

Uma pessoa aqui a tentar trabalhar e aqui mesmo ao lado estão umas andorinhas histericas com o Euromilhões. "Ah e tal o site está lento" (esperavam o quê, devem ser vocês e mais não sei quantos gatos pingados a tentar aceder ao dito) "Ah e tal, vejam lá que passei ali no Corte Inglês, e a fila para jogar fazia caracol" (epa, deves julgar que só tu é que queres enriquecer...). "Ah e tal, eu não ganho de certeza, nunca joguei mesmo" (és cá das minhas) "Ah e tal, eu desta vez joguei seis vezes, tenho um feeling" (yeh right...) "Ah e tal, oh X ajuda-me lá com isto que eu nao percebo nada" (cambada de broncos)

EPÁ, QUAL E O SITE QUE AFINAL TAMBÉM VOU JOGAR (sou mesmo uma maria vai com as outras...)

Alberoni

"Dantes partia-se do amor para a sexualidade. Agora é ao contrário. E o principal agente desta mudança foram as mulheres"

(digam de vossa justiça)

Filosofias

Hoje fui entrevistar uma rapariga que "amou de mais". Ate há bem pouco tempo, nunca tinha ouvido falar de tal coisa. Hoje, depois da nossa conversa, apercebi-me do óbvio: todos nós amamos de mais. A nossa sociedade está doente. São raros os casais equilibrados. Normalmente há sempre um dos elementos a querer manipular o outro. A impôr a sua forma de ver as coisas. A ser ciumento. Ou possessivo. Ou doentio. Muitas vezes, isso não é evidente e com o passar dos anos agrava-se. Há pessoas que manipulam outras de forma tão subtil que ninguém algum dia imaginaria. A maioria de nós, quando ama alguém, faz de tudo para que as coisas corram bem. Não se deixa abalar e continua na sua luta. Mas até onde é permitido ir? A partir de quando é que a nossa auto estima deixa de existir? Quando é que percebemos que pensamos mais no outro do que em nós próprios, ao ponto de amarmos de mais? Quantas pessoas não vivem uma relação onde o sofrimento é a base de tudo, e no dia em que a dor acaba, perdem o interesse?

A rapariga dizia-me "é rara a família hoje em dia que é funcional. Há sempre problemas. E temos tendência a sair afectados por esses problemas. A vida e as relações são autênticas bolas de neve". Confesso que saí de lá baralhada. Ela a dizer-me que deu por si a só estar bem em relações dificeis, com sofrimento e que sem isso não faria sentido. E ponho-me a pensar que normalmente gosto de relações que me dêem luta. Que não sejam uma paz total... serei eu mais uma que ama de mais? Até à exaustão? E há pessoas que prolongam relações com outras, mesmo tendo a perfeita noção que não sentem amor, mas que estão confortáveis, sabem que ali recebem amor, não querem destroçar o coração ao outro, e assim deixam-se andar. Se por um lado pensam mais no outro do que neles próprios, será que não são egoistas por não deixarem a pessoa ser feliz, encontrar o amor ao lado de alguém que consiga sentir isso por elas? Isso também é amar de mais? (não seria mais lógico chamar-lhe "amar de menos"?)

De facto, as relações humanas são complexas e eu já desisti de compreendê-las. Vale mais aproveitar um dia de cada vez, viver cada momento, saborear ao máximo, sem pensar muito no dia de amanhã. Até porque a felicidade não é a vida. A felicidade são alguns dos momentos que dela fazem parte... sendo assim, o que temos a perder? (isso mesmo... NADA!)

quinta-feira, 16 de novembro de 2006

Humpf

Hoje já vou ver a luz do dia, sem ser pela janela. Quer dizer, só vou sair de casa às seis da tarde... já será de noite... e tudo porque tenho um trabalho agendado. Nem doente me dão descanso. Amanhã já se trabalha o dia todo e espera-se que não haja recaídas... Porque tenho de estra em forma para a grande janta, e não, NÃO VOU VESTIDA À FLORIBELA. Queriam uma palhacita de serviço, mas não vão ter essa sorte :PP

Ontem andei tipo velha, o dia todo, em casa, de pijama e robe. Ilvicos, benurons, gotas do nariz, anti alergicos. Mas parece que há resultados positivos. Já não estou entupida. Tenho tosse. E já aprendi muito sobre mulheres (n foi jorge????). Estar em casa permite-me longas horas de MSN... Hoje tipo velha estive, até há pouco, hora em que tomei banho e me vesti para sair mais tarde... e, verdade seja dita, estou fartinha de estar aqui enfiada...

(mas sair para ir trabalhar não me parece muito apetecível...humpf!)

quarta-feira, 15 de novembro de 2006

Last call

ESTA É A ÚLTIMA CHAMADA PARA AS INSCRIÇÕES NO JANTAR DE BLOGUISTAS, A TER LUGAR NO SÁBADO, DIA 18, PELAS 20H30 (QUEM RECEBEU MAIL A DIZER QUE ERA ÀS 21 HORAS, FICA DESDE JÁ AVISADO QUE A HORA FOI ALTERADA).

INTERESSADOS ENVIEM MAIL PARA:

ritatvalente@gmail.com e obterão resposta de seguida com todos os pormenores :)

Borralha, beijinho grande de OBRIGADA :p

Mais uma pérola da INês Borralho, que me vai animando o dia, lololol!!!!!

Rita-Flor, AHAHAHA!!!!



Enviado via mail pela amiga Inês Borralho, com desejos de melhoras!!

Comecei logo bem o dia a ver a minha cara no corpo da Floribela!!! lololol!!!

PS - hoje fiquei em casa de molho, como seria de esperar! Inesita, você é lindaaaa ; )

terça-feira, 14 de novembro de 2006

Impaciência


Hoje cheguei a casa toda impaciente, confesso. Estou doente, só queria sair da redacção, fiquei chateada por não me darem ordem de soltura quando pedi e tudo acumulado fez-me ficar sem paciência. Ora, chego a casa da mami, porque para quem não se recorda estou a viver aqui até as obras da casa do mano e cunhada estarem concluídas, e a mami vem logo ter comigo. "Ah e tal, deste conta do recado mesmo estando doente?" NÃO, ESTIVE LÁ A COÇAR A MICOSE TODO O SANTO DIA. "Amanhã não vais? Mas avisas?" NÃO, FALTO, CAGO PARA AQUILO TUDO E QUE ME DESPEÇAM SE QUISEREM "Ah e tal, e tomaste os remédios?" NÃO, EU SOU MASOQUISTA E ENTÃO PREFIRO SOFRER E NÃO ME TRATAR

Enfim, como já disse, estava impaciente quando cheguei. Não respondi, mas vontade não faltou. Ou respondi, mas noutros modos mais suaves. Mãe é mãe e quer se queira quer não, preocupa-se sempre. Isto era preocupação pura e dura e eu fui injusta. Nestas alturas desejo estar na minah casinha, onde não posso descarregar em ninguém e posso ficar sossegada até me passar a neura...

Tenho mau feitio. Nunca disse o contrário : (

Desafio

Já várias pessoas me deixaram o desafio e não posso adiar mais ; )

"Cada bloguista participante tem de enunciar 5 manias suas, hábitos muito pessoais que os diferenciem do comum dos mortais. E além de dar ao público conhecimento dessas particularidades, tem de escolher 5 outros bloguistas para entrarem, igualmente, no jogo, não se esquecendo de deixar nos respectivos blogues aviso do "recrutamento". Ademais, cada participante deve reproduzir este "regulamento" no seu blogue"

Mania nº1 - Comer chocolates e demais porcarias que fazem tão bem à saúde, como sejam batatas fritas, gomas, salames, and so on...

Mania nº2 - Não conseguir ter nada apontado para mim, seja um chápéu de chuva, um lápis, uma esquina de uma mesa. Faz-me confusão.

Mania nº3 - Usar sempre relógio e telemóvel. Sem eles sinto-me despida e não descanso enquanto não os tenho.

Mania nº4 - Combinar coisas com vários amigos, para o mesmo dia e hora, e só me aperceber quase na hora. É a ganância minha gente...

Mania nº5 - Apegar-me com facilidade às pessoas, fazer amizades com "donetes", falar pelos cotovelos, ser desbocada e a eterna criança...

(estas manias demoraram umas horas a escrever, com uma novela pelo meio, porque não me lembrava mesmo de nada. Outras haverão, de igual ou maior importância. De salientar que a ordem numérica não ordena necessariamente a sua importância)

Passo o desafio às católicas:

Inês

Lezita

Sinhó

Pianista

Jordan

Sempre a aprender

Há uma hora atrás pedi para me ir embora, porque não estou mesmo nada bem. A gripe apoderou-se de mim e nao há benuron ou cegripe que me valha. Preciso mesmo de dormir e estar sossegada. A resposta foi para esperar, podiam precisar de mim. Estou sempre a aprender. Vim para não deixar ninguém na mão. Porque é um dia da semana importante. E, no fim, levo com este balde de água fria. Claro que já despachei tudo. Claro que já se esqueceram que estou doente. Claro que amanhã fico em casa e penso em mim e só em mim.

Dia nao, semana nao

Estou com uma carraspana do pior. A noite foi para esquecer. Eram quatro da manhã e andava a Rita pela casa, sem conseguir dormir, por ter a garganta a arranhar e não conseguir estar na horizontal. Acordei a muito custo, mais uma vez, enfiei dois benurons, um cegripe e um antialergico, e ala que se faz tarde. Para ajudar à festa, a desgraçada da Inês bateu com o carro. Está uma pilha de nervos, que só ela. Não deve vir trabalhar hoje. Vim artilhada para a redacção: soro fisiológico para desentupir o nariz (porque a mami teima porque teima que o vibrocil faz subir a tensão e mais não sei o quê..), o pacote de guardanapos da cozinha,porque não tinha lenços de papel, os remédios todos, chá de tilia sempre a bombar, porque se deve beber muito liquidos, creme para o nariz que está dorido de tanto me assoar. E devia era estar em casa, porque estou que não posso. Mas o dever fala mais alto. Amanhã não venho de certeza. Ficar sossegada porque na quinta tenho dois trabalhos ultra importantes e preciso de estar minimamente em condições. A vida não está fácil. A semana muito menos...

Bora láaaaaaaa

Dia 30 rumamos a Salamanca. Somos três confirmadas. Faltam confirmar mais três. Vão ser quatro dias para esquecer a realidade. Para descansar. Divertir. Espairecer. Por mim ia já amanhã. Mas, com esta gripe, talvez seja melhor esperar. Como diz a AnaB, "queres viver tudo num dia". Pois é... quero tudo para ontem, estar com toda a gente, não perder pitada desta vida... e daqui até dia 30 faltam apenas 16 dias (oh my god...).

Ai que eu quero é bazar daquiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!

segunda-feira, 13 de novembro de 2006

...

O panorama, nas últimas horas, não melhorou. A garganta já arranha. A tosse é seca e constante. Passei para o chá de tília, a escaldar. Já tenho o nariz a arder de tanto me assoar. Um pacote de lenços já foi à vida. E, tal como eu previa, isto está para durar.

Nunca mais é Terça?

Monday bloody Monday

Despertador toca às 9h. Olho e penso, feliz da vida, enquanto me viro para o outro lado: "ai que bom que é fim-de-semana". Torno a acordar às 9h50. Aterrorizada, apercebo-me que é dia de trabalho. Tomo banho num ápice. Não seco o cabelo, vou a voar pela Ic19 (dentro do que o meu micra me permite, pois claro...). Chego e recebo a bela notícia "minha querida, toca a reduzir o teu texto de 5000 carateres para 2500". Fico doida, na hora. E penso "o bruxinho paulinho tinha razão, grrr". Toca de cortar metade do texto. Toca de estragar aquilo tudo. Bosta de texto. Tanto trabalho para nada. Começo a fungar do nariz. A espirrar feita louca. Cheia de frio. Ninguem tem drogas para matar o bicho. Vou almoçar. Entre ovos escalfados com ervilhas ou pescada, não sei o que será melhor. Neura. After lunch. Restam-me eliminar 600 carateres. Raios partam isto tudo. Arranjo dois benurons. Pelo meio esqueci-me de tomar o antibiótico, às 12h. Toca de engolir os 3 de uma vez só. Faço chá verde quentinho. Continuo fanhosa e a cabeça doi. Carateres eiminados. Texto entregue. Show comigo antes que a Inês me dê um tiro. E as 21 horas, nunca mais chegam? (Não peço as 18h porque manco-me e tenho noção que a essa hora ainda isto deve estar para durar...)

domingo, 12 de novembro de 2006

Para ti bruxinho

Sei que esta não é uma altura fácil para ti e que até parecias animado no velório. Mas também sei que não é assim que choras a morte do teu pai. Sofres por dentro. Vives a dor à tua maneira. Só queria deixar-te um beijinho grande e um abraço daqueles que nós damos tão bem. Porque és muito especial para mim e não te quero faltar, nem hoje nem nunca... qualquer coisa de que necessites, não hesites. Estamos cá para o que der e vier. Sempre.

Beijo muito grande meu bruxinho lindo, meu má raça, meu amigo do coração, meu companheiro de risota.

Domingo à tarde





Parecia Verão...

Magusto chéz Sebastião e Ana








Noivos, fomos muito bem recebidos : ) Muito obrigada! ( e Ana, a casa com o teu toque está muito mais gira, lol, batanito, como sei que lês isto, tinha que te picar : )

Depois do magusto, em que houve tempo para ver o vídeo e as fotografias oficiais do casamento do casal Torroaes Valente (leia-se Pedro e Margarida), fomos conhecer a casa da Xon (onde ficou prometido jantar de inauguração para muito breve!) e, de seguida, rumámos ao By Me - onde trabalha o amigo escovinha : ) Ficámos a saber como é o vestido da Ana (o Sebastião não ouviu:P), a Kika-Margarida lançou todo o seu "veneno", sem que o mano não deixasse de lhe dizer isso umas dezenas de vezes, rimos a bom rir - como sempre, aliás - e saímos com o sentimento de "dever cumprido". CONVERSA EM DIA, partilha do que nos faz felizes e muita amizade : )

sábado, 11 de novembro de 2006

Cenas

O concerto do Rui Veloso foi 5 estrelas. 3 horas de espectáculo, muitos convidados, como os Rio Grande, a Luz Casal e a Mariza, o Pavilhão esteve à pinha, e o Rui veloso continua em grande!! Para a semana já está agendado ir ver Luis Represas e João Gil, esses dois queridos : ) Desta vez, é no Olga Cadaval, em Sintra.

Ontem, antes do concerto, eu e a amiga Maria João, fomos jantar ao La Rucula. Demos de caras com o querido Nuno Gomes e a sua dignissima esposa Patrícia Aguilar. E na mesa ao lado estavam, nada mais nada menos, que o Jorge Palma e o João Gil. Conseguir mesa foi um golpe de sorte... Mas nós somos umas sortudas, desde sempre, não joni???

Daqui a nada vou jantar com o mano e com a cunhada e depois rumamos ao magusto em casa do Engenheiro (e noivo) Sebastião. Inté!

Praia da rainha




Rita e Carolina, um mega sol, muita converseta e a estreia do boguinhas novo da amiga : )

sexta-feira, 10 de novembro de 2006

Sete sapatos sujos, por Mia Couto

1 - A ideia de que os culpados são sempre os outros
2 - A ideia de que o sucesso não nasce do trabalho
3 - O preconceito de que quem critica é um inimigo
4 - A ideia de que mudar as palavras muda a realidade
5 - A vergonha de ser pobre e o culto das aparências
6 - A passividade perante a injustiça
7 - A ideia de que, para sermos modernos, temos que imitar os outros

Somos os maiores ou que?

Ouvi dizer que o Glorioso - vulgo Sport Lisboa e Benfica - entrou para o Guiness, com o maior número de sócios do Mundo. OLARILAS!!!

LAGARTOS, DISPENSO OS VOSSOS COMENTÁRIOS RESSABIADOS!! :P

Sexta

Hoje é noite de Rui Veloso, no Pavilhão Atlântico. Amanhã à noite, magusto em casa do Sebastião. Já entreguei o texto das danças. 5500 carateres. "Estás doida?", pergunta a chefe. "São só duas paginas", remata. "Então porque me pedem para falar com quatro pessoas?", contraponho. "Se calhar era boa ideia passarem para três páginas", defendo-me. Entretanto, a colega do lado lança o boato "Terça é feriado!". Os olhos brilharam. Durante uma hora fui feliz. Até que descobrimos que foi engano... E a tristeza voltou. É como dar um doce a uma criança e depois tirarem-no. "Quem dá e volta a tirar ao inferno vai parar". Essa é que é essa : ) (e isto aplica-se a tantas outras coisas que se têm passado na minha vida...)

A tarde avizinha-se longa. So long... farwell, aufiderzien (??), goodbye... Hasta pronto!

No fim tudo acaba sempre bem...

Saí do trabalho a espumar de raiva. A gaja não atendeu o telefone (olha a novidade...). Eram praticamente 21h. Fui directa ao monumental ter com dois dos leonardos (leia-se colegas que partilharam a casa comigo, quando vivi em espanha). Cinema foi mentira, eu ia com vontade de tudo menos de me enfiar numa sala sem poder falar... foi um dia puxado. Diria mesmo de uma pontinha de desilusão. Cenas. Mas os leonardos ouviram os meus desabafos. Ainda nos rimos. Porque a vida tem altos e baixos e há que não esmorecer perante as contrariedades. Não devem estar a perceber nada, mas também não é importante. Jantei uma mega pita shoarma. Contei todas as novidades (e mais algumas), eles só diziam que a minha vida é digna de uma série de TV, com episódios independentes. Um deles seria "A saga do colchão", o outro seria "A saga da actriz que não atende o telefone" e haveria outros tipo "Só te interessas pelos gajos errados" ou mesmo "Que mais poderia acontecer?". Rimos a bom rir. A Leonarda lamentava-se de não ter uma vida agitada como a minha. O Leonardo diza que nós damos com ele em louco com tanta conversa confusa. Eu esquecia-me do que ia dizer, tal era o stress mental. Enfim... Entretanto ligou-me o meu amigo Begnagdo, pantufo, laguico, "guita, bora sair" (não sem antes me ter assustado a dizer que tinha visto o meu carro a ser rebocado à porta do monumental...). Foi ter comigo ao Saldanha. E fomos beber uma mini. Desabafo aqui, desabafo ali, uma amizade que não tem limites. Ele sabe quando eu não estou nos meus dias. E no fim, depois de conhecer o carro novo dele, ao ir-me embora, lançou-me o maior piropo da noite: "Estás óptima! Pelo menos de trás" E depois riu-se feito tolinho! O que vale é que a nossa amizade é feita de sinceridade. Quando eu estava uma texuga, ele dizia-mo com todas as letras (e com ar de nojo :P) (e o que eu ficava lixada, senhores!). Ao fim de um dia de merda (como o de hoje), os amigos safam-nos sempre. Ouvem-nos sempre. Abraçam-nos sempre.

Sem esquecer que a amiga Inês fez questão de me enviar uma sms, quando saímos do trabalho, que dizia:

"Dá-te por contente por só trabalhares 11 horas por dia. Há meninos nas fábricas da India a trablhar 16 horas seguidas! LOL"

Haja amigos assim ; )

quinta-feira, 9 de novembro de 2006

Desabafo

São 20 h. Mais coisa menos coisa. A p&%$ da actriz que não posso dizer o nome não atende o c"#$/& do telefone. Tenho o texto todo escrito. Não posso sair sem falar com ela. Preciso das declarações para poder fechar o texto. Entretanto, os açúcares RAR enviaram um bolo para a redacção. De chocolate, e mais chocolate e só chocolate. Até lambi os dedos. E agora, com o peso de consciência, estou a encharcar-me em chá verde, sem açúcar, pois claro, para me redimir dos pecados. Devia estar dentro de 40 minutos no monumental. Estou raivosa. Capaz de partir a cara a alguém. But, who cares? Supostamente a segunda e a terça são os dias complicados cá dentro. Parece que agora virou moda os dias serem complicados, por isso para quê sair antes das 20h? Ham? Para quê ter vida própria? Hum? F#$$%&e...

Work

Já me responderam do blog "amar de mais". Estou muito contente por ter tido um feedback : ) Mais ainda porque vou fazer uma reportagem sobre isso : ) E estou desde manhã a tentar falar com uma actriz conhecida, a propósito da reportagem das danças sensuais, e nepias!! Tenho tudo escrito e só me falat o depoimento dela e de uma ex-stripper... está bonito, está está...

quarta-feira, 8 de novembro de 2006

Anybody?

Alguém sabe o que significa "Lavabo Social"?

(a sinhó usou a expressão na maior das calmas e eu fiquei a olhar para ela como se fosse um E.T. e a modos que me senti burra...)

Foi como ontem ter tido uma verdadeira lição sobre para que lado fica o Norte e o Sul e no fim ficar na mesma... eu e os pontos cardeais NUNCA fomos amigos
: (

amardemais.weblog.com.pt

Minha gente, será que alguém conhece este site e os seus participantes? Ou alguém que sofra deste "mal"? (amar de mais). Estou a fazer uma reportagem sobre isto e preciso de depoimentos... já enviei mail para eles, comentei o blog e até agora nada...

HELP!!!

Tens um blog? Entao inscreve-te!

Vá la malta, toca a confirmar a vossa presença no jantar de bloguistas, dia 18 de Novembro.

Já temos algumas pessoas confirmadas, mas nunca são demais.

Mails obrigatórios para ritatvalente@gmail.com ou para ana.c.d.morgado@sapo.pt (minha fiel companheira na organização deste mega evento, lol)

Espertinho o senhor

Ontem, em conversa amigável e de risada total, fiquei a saber que o dono das clínicas persona enriqueceu de uma forma muito sui generis:

em Inglaterra, onde vivia, "raptava" os cães a senhoras abastadas (leia-se cheias de carcanhol, de dim dim, de guita...) e depois aparecia para devolver os ditos, em troca de valentes recompensas (que as senhoras já deviam estar tão desesperadas quem nem se importavam de pagar o que fosse preciso)

Há cá parvos ou quê????

terça-feira, 7 de novembro de 2006

Sexo durante o sono?

A ciência está a trabalhar para os ninfomaníacos deste mundo. Veja-se a mais recente descoberta de uma equipa de investigadores norte-americanos: as pessoas têm impulsos sexuais quando estão a dormir e, se a ideia até pode parecer normal, aos olhos de alguns, imagine-se que há quem chegue a atacar sexualmente (isso mesmo!) o seu parceiro e, na manhã seguinte, não se lembrar de rigorosamente nada (be afraid, very afraid!). Basta imaginarmo-nos a dormir tranquilamente e sermos acordados pelo nosso parceiro (e não se tratar de mais um vulgar encontrão desajeitado ou pontapé nocturno). O seu namorado quer fazer amor consigo (até aqui tudo bem), mas não lhe responde, não fala consigo e está a ser violento (estilo urso de montanha...). ‘Sleep Sex’ é, nada mais nada menos, que o nome deste fenómeno assustador. Provocado pela actividade irregular do cérebro e não por problemas psicológicos ou sexuais, este distúrbio é facilmente tratável. Um psicólogo criou um site (www.sleepsex.org) de forma a se conseguir depoimentos de pessoas com este problema (a vergonha assola a maioria e esta foi a soluçao). De 219 depoimentos, dois terços eram homens e 7% chegaram mesmo a ser acusados de violação ou assédio sexual. É caso para dizer: tenha cuidado com quem dorme... ou procure ajuda se quer salvar o seu casamento!

segunda-feira, 6 de novembro de 2006

Mundo pequeno, irra!

Todos os dias, salvo seja, descubro alguém que mora nos meus prédios, é impressionante!! Acaba de vir aqui à redacção uma colega da paginação: "Alguém daqui vai para Lisboa?" Acusei-me, como seria natural. E, conversa puxa conversa, chegamos à conclusão que moramos precisamente nos mesmos prédios. Ela no lote 12, eu no lote 10. "Eu bem que vejo um rapaz parecido contigo, deve ser teu irmão, e lembro-me dele do liceu d.pedro V", "ah e tal, eu emprestei-lhe a casa até a dele estar pronta a habitar". O mundo é mesmo pequeno. "A não sei das qtas também mora ali! Mesmo no meu prédio". E lá contei que, no outro dia, às três da manhã, no elevador, encontrei umas dos RH aqui da empresa. Eu moro no 6º, ela no 3º...

Se não quiser ser vista, estou bem lixada... Alguém mais que more ali? Ponha o braço no ar :P

DVD's e o Inverno

Depois de, e com muita pena minha, ter visto as 10 séries dos "Friends", eis que me rendo à serie "Tal Mãe Tal Filha". Ontem, depois de um almoço tardio, que é como quem diz, às 17h30, num restaurante do Parque das Nações, com a lezita, e após uma visita à casa nova da xonas, chego a casa e refastelei-me a ver dvd's. A loira da minha vida emprestou-me as duas primeiras séries e fiquei viciada. Nestes dias escuros e frios, o que de melhor se pode fazer que não seja ir para o cinema (by the way, fui ver o Maria Antonieta e o Dália Negra), enfiar-me numa sala de chá ou deitar-me no sofá a papar dvd's? Desconfio que mais dia menos dia volto a engordar. As condições não estão favoráveis à minha linha...

Medo, muito medo...

Humpf!

Achava eu que esta semana e a próxima iam ser de calma e paz, aqui para os lados de Queluz de Baixo. Ah e tal, a chefe foi de férias, ah e tal, vai ser um descanso, o caraças é que é! Desde que cheguei, ainda não parei. Anda tudo numa roda vida, parece que estão possuidos pelo demo (leia-se espirito do verdadeiros trabalhadores empenhados). O artigo de capa sobrou para mim. As outras duas estão atoladas que só elas. E depois sobra uma que saiu para um trabalho que nem interessa para esta edição, regressa a dizer piadinhas e encosta-se como se não fosse nada com ela.

Fico piúrça. pois que fico. Que a vida fez-se para ser justa. E amanhã bazo daqui às quatro da tarde, temos pena. (ok, vou para um trabalho em carcavelos, mas td é melhor q estar aqui enfiada!) E na quarta bazo logo às 14 horas. E só volto se me implorarem (ok, também saio em trabalho...). Caso contrário, n meto cá os coutos. Estou revoltada, pois que estou!

Humpf!!

domingo, 5 de novembro de 2006

Jantar de bloguistas

Minha gente, finalmente temos data:

18 de Novembro terá lugar o tão falado jantar de pessoal com blogues!

Confirmações para o mail ritatvalente@gmail.com (será num restaurante em Lisboa, ainda a designar, dependendo do número de inscritos. Mesmo quem já disse que ia, agradeço que envie o mail, com a indicação do respectivo blog, para eu ir contando, agora com mais precisão)

Beijos e queijos para todos

Resumé do festão

Só teve um senão: ser na bela localidade de Massamá. Isto para a menina da cidade de Lisboa é assim um bicho de sete cabeças. Perdi-me, as usual, acabei à porta do Shopping Massamá, sem saber como, e a anfitriã teve de me ir buscar (o meu carro entrou na reserva com tanta voltinha que dei e recusei-me a sair dali :P). Fora isso, foi um mega festão. Não tinha ideia que nos anos 80 o pessoal se vestisse tão mal. Pelas fotos pode constatar-se que sim. Foi a risada total olharmos uns para os outros. Toda a miúda foi de leggings, a maioria vstida de cor de rosa choque (eu n fiz parte dessa maioria:P), todo o gajo foi alusivo aos Xutos ou aos pixies. Havia um esteves, que ganhou o primeiro prémio. Só vos digo, o gajo estava tão feio que fartei-me de pedir para alguém me mostrar uma foto dele na "vida real"... (em vão, está claro) Foi bom reviver o grupo dessa bela Instituição que é a IMPALA. Recordar histórias. Rir a bom rir. Comer até não poder mais. Fazer a festa na cozinha. Amarrar a anfitriã e ainda ouvir "qual era o objectivo?" (quando não havia mesmo nenhuma razão, apeteceu-nos, ponto final). O discurso da belita em cima da cadeira. Os vizinhos a baterem à porta por causa do barulho. A sala "de chuto". A nuvem de fumo. As jolas. O bacardi e o vodka. A coca-cola. Beber por uma tijela e comer de um copo. Os abraços. A amizade. Adorei. Amei. E adoro-vos a todos. De coração. (por incrível que pareça, não fiquei com os "pézinhos em sangue", mas fartei-me de rir com vocês "raças de miúdos", "bruxos" da minha vida)

Big party: um aniversário, os anos 80 e a "comunidade impalense"