sexta-feira, 29 de setembro de 2006

Sorteio na redacçao

Acabam de sortear os livros que recebemos das editoras. Deus oito a cada pessoa. A mim calham-me títulos como "Como perder peso num abrir e fechar de pernas" (uh babe!), "Aprender a gostar de si" ou "O factor sorte na sua vida" calham aqui à je (e também livros para futuras mamãs, que ofereci gentilmente à colega Rita, grávidissima. E os romances habituais que vou adorar ler!). À minha colega A. Sousa calham dois livros de dietas (e ela anda a fazê-las!). Risada total pela redacção. Trocas de livros também têm lugar. E a animação é geral. Mas também é de pouca duração.-.. que o trabalho chama por nós...

Assim vale a pena trabalhar... mas só assim! :P

Cara Rita Valente
 
Acabei agora de ler o seu artigo sobre o Medo e as Fobias. PARABÉNS, porque está agradavel de ler, descreve bem o problema, e dá esperança de se livrar dele a quem o tem.
 
Vi pelo que escreveu que gostava de dar mais "leve" ou humorístico à situação. Se soubesse isso podia ter pensado em algo com mais piada, porque tb acho que o medo deve ser lidado com humor e é esse estilo que gosto.
 
Fica para a próxima. Mais uma vez PARABÉNS!!!!!
 
Cumprimentos
 
AB

(mail do médico que entrevistei)

E ja amanha

Amanhã é o grande dia: o do teu casamento. Nunca imaginei ficar tão nervosa, como se do meu próprio casamento se tratasse. Nunca pensei andar tão sensível nestes últimos dias. É como te disse ontem: vai ser estranho estar na igreja e não te ter ao meu lado, como sempre foi hábito. Desta vez és tu que estás no altar. És tu a dar o passo. Empresto-te a casa. A maquina para a lua de mel. E, se necessário fosse, dava a minha vida por ti. Tu sabes disso. Ontem chorei. Hoje choro. E amanhã nem quero pensar. Vai ser emocionante. Vai ser doloroso ao mesmo tempo. É impressionante como nos tornamos egoistas nestas alturas. Mas vejo-te feliz. E fico feliz. Radiante por ver os teus olhos a brilhar. Por te ver, juntamente com a kika, empenhados neste passo tão importante que decidiram dar.

Não consigo passar para o papel tudo o que vai cá dentro. Há de facto emoções que as palavras não conseguem traduzir. Quero que vocês sejam muito felizes. Hoje e sempre. Vou estar cá para o que der e vier. E ganho uma irmã. Fico muito feliz
: )

quarta-feira, 27 de setembro de 2006

Viva o distico!

Desde que me bloquearam o carro e me deixaram, como presente, um autocolante gigante no vidro da porta do meu carro, que o meu pai me obrigou (literalmente) a andar com um distico (outrora dele), de médico, no tablier do carro. O facto de aquilo datar de 2003 não interessa nada... (porque essa parte está escondida) E aquilo tem-me dado o jeitaço da vida. Tudo o que é segurança me trata por "sotora" e me deixa estacionar o carro onde quero. E hoje, nos Hospitais da Estefânia e Júlio de Matos, pude estacionar o carro mesmo lá dentro. O distico é poderoso ; ) É o país que temos minha gente!! QUE CHATICE!!

Morta de cansaço e não só

Chegar a casa, após um dia para esquecer: entrevista a um médico no Hospital da Estefânia, entrevista a duas enfermeiras, no Júlio de Matos e ainda tempo para ir cobrir um Simposium, ali no ICS.
Pensamento: só quero dormir. Descansar os pés. Não pensar em nada. Abro a caixa do correio e deparo-me com uma carta de uma funerária:

REAL FUNERÁRIA (passo a publicidade...)
Serviços: cremações, exumações, embalsamentos, trasladações.

Eu realmente estou morta de cansaço, mas não queria morrer já, no sentido lato da palavra... dêem-me mais uns anitos, ok?

(irra, tanta gente neste mundo e a carta calha logo a mim??? medo...)

terça-feira, 26 de setembro de 2006

Ja posso ter um gato... ena ena!!

E agora que já existem à venda gatos anti-alérgicos??? Eu que sou a "gaja" que não pode ver um gato que desata a espirrar, a coçar os olhos e muito mais coisas do género...

E não é que inventam tudo? Tem e que se pagar a módica quantia de 3000 Euros...

Pensavam o quê??? NÃO HÁ ALMOÇOS GRÁTIS...

segunda-feira, 25 de setembro de 2006

08h50 - Segunda-feira

Limpeza de pele. Comentário da esteticista Carla, depois de máscaras, gel's e vapores quentes: "Menina Rita, estou a tirar-lhe os pontos negros. Mais parecem lagartas. Saem que é uma maravilha".

Pensamento aqui da je "Ca nojo...". "Que dor senhores". "Não me aperte mais o nariz".

Resultado: Agora só para o ano, ok? Irra...

Porquê?

Há pessoas que têm tudo para ser perfeitas, para fazer alguém feliz e para serem felizes... e depois pecam por não exteriorizarem o que sentem, o que querem, o que temem, ou por grandes inseguranças e medos, ou por complexos inexplicáveis, ou mesmo por não se entregarem...


Não percebo...

Terminar o fim-de-semana

Com gargalhadas a recordar o Big Brother, de há 6 anos. MUITO BOMMM MEUS AMIGOS!!!!!!!!!!!

HAJA BOA DISPOSIÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Não há melhor comédia...

domingo, 24 de setembro de 2006

Resumo da despedida de solteira






Não houve chuva. Houve antes muito sol. Muito calor. Muita caminhada pela vila de óbidos (lindissima, diga-se de passagem). Muito suor. Muita gargalhada. Um peddy-paper. Duas equipas. Muita batotice. Alguns enganos que nos valeram mais umas caminhadas extra. Ginginhas maravilha. Descanso de alguns minutos. Risada geral. A noiva feliz. Jogos tradicionais. Mikado gigante. Tiro ao alvo. Jogo da corda. Muita farinha. Uvas na água. Jogo dos sacos. Nódoas negras. Muita diversão. Deboche total. Batotice e mais batotice. Filmagem. Fotos. Vila de Óbidos como audiência. Um gorila. Muito cansaço. Podridão total. Jantarada no Estoril. Muitos presentes. Muitas pistas. Muita risota. Sangria. Vinho. Água. Muita lingerie. Bela picanha. Belas batatas fritas. Presentes da noiva para as amigas. O kit da noiva. O tamariz. As caipiroscas e morangoscas. A chulice. A praia. A música. A alegria. E a felicidade. (E as dores no corpo, e a má disposição, e o cansaço, podridão e sono... tudo no dia seguinte!)

sábado, 23 de setembro de 2006

Getting ready

Parece que o destino é Óbidos. Parece que mete jogos tradicionais. Também ouvi falar em mudar de roupa. Em ir confortável. Até se falou em chapéus impermeaveis. Parece que vai chover. E à noite parece que vamos para o Estoril, ali para o Tamariz. Mas também ouvi dizer que da chuva não escapamos. Estou seriamente preocupada. E de máquina fotográfica em punho. Não pode escapar nenhum momento. Rezo para que ninguém traga constipações ou lesões. A ver vamos. Gajas, HERE WE GO!!!!!!!!!!!!!!!! (pelo menos eu, a bogalha, a cécé e a kika vamos dar cabo daquilo tudo!!! e recuso-me a conduzir mais logo ; ) pois com certeza!

: )

People Envy Your Compassion

You have a kind heart and an unusual empathy for all living creatures. You tend to absorb others' happiness and pain.
People envy your compassion, and more importantly, the connections it helps you build. And compassionate as you are, you feel for them.

sexta-feira, 22 de setembro de 2006

Beleza, beleza...

Ser mulher não é tarefa fácil. Muito menos barata. Falo por mim... manutenção de unhas semanal (isto de passar os dias a trabalhar ao computador não da hipótese... ficam todas calinadas), limpeza de pele de seis em seis meses, depilações, arranjar o cabelo e cortá-lo de quando em quando... fora a roupa, porque não queremos nem podemos parecer uns trastes. E os cremes - cara, corpo, pés, mãos... só vos digo que isto de sermos escravas da beleza (e não da futilidade, como muitos de vocês devem estar ja a pensar...) sai muito caro. É vermos o saldo da conta a diminuir... Podem até achar que estas coisas são de mulheres ocas, que não pensam em mais nada senão na aparência. Mas contraponho dizendo que estas coisas so podem ser de mulheres inteligentes, que gostam de andar arranjadas, com boa figura, seja no trabalho ou noutras situações. Nada como aliar a inteligência à imagem, para termos o cartão de visita perfeito.

Tenho perfeita noçao que comecei a falar em alhos e terminei a falar em bogalhos... mas que se lixe. : )

quinta-feira, 21 de setembro de 2006

Alma Lusa sai na Visao

Minha gente, mais uma vez vos digo: VCS ANDAM A DORMIR!!

O restaurante Alma Lusa (www.almalusa.com.pt) saiu hoje na Visão. E no Sábado no Expresso. Estão à espera de quê para fazerem a vossa visitinha e provarem aquelas delicias??? (p n falar da simpatia dos empregados!)

VÁ, TOCA A MEXER!!!!

Vou pensar no caso... NOT!

You Should Be a Romance Novelist

You see the world as it should be, and this goes double for all matters of the heart.
You can find the romance in any situation, and you would make a talented romance story writer...
And while you may be a traditional romantic, you're just as likely to be drawn to quirky or dark love stories.
As long as it deals with infatuation, heartbreak, and soulmates - you could write it.

quarta-feira, 20 de setembro de 2006

Se és mulher... lê isto...

(tenho tanto que caminhar... e treinar... oh senhores, lol!!!) (isto tem feito furor lá na redacção, é uma "biblia"!)

1- Seja uma criatura como nenhuma outra (falar sem nervoso miudinho, sorrir e iluminar a sala, ouvir com atenção, nunca olhar fixamente mas sim timidamente, respirar devagar, sentar-se direita e andar com os ombros para trás). O importante é ter confiança em si!

2 - Espere que seja ele a meter conversa consigo (e a convidá-la para dançar)

3 - Não olhe para os homens e não fale de demais

4 - Obrigue-o a ir ter consigo e não pague nada a meias

5 - Não lhe telefone e raramente lhe retribua as chamadas

6 - Seja sempre a primeira a desligar o telefone

7 - Não aceite convites para sábado à noite se o convite surgir depois de Quarta-feira

8 - Preencha o seu tempo antes do encontro

9 - Nas três primeiras saídas: não pense nele até à sua chegada, não o convide para subir, mantenha-se ocupada até a campainha tocar, não seja controladora, nem mandona, nem fale em casamento. Apareça, relaxe e imagine que é uma actriz num filme.

10 - A partir do quarto encontro, já pode mostrar mais de si mesma. Mostre afeição, sensibilidade e charme. Continue a não falar de casamento. Não fale da vossa relação. Nada de paranoias para não o assustar. Há muitos outros assuntos, mas não fale do seu astrólogo ou nutricionista ou personal trainer...

11 - Seja sempre a primeira a retirar-se

12 - Se ele não lhe oferecer um presente no seu aniversário e no dia dos namorados, deixe de andar com ele!

13 - Não se encontre com ele mais do que uma ou duas vezes por semana

14 - Não permita mais do que uns beijos na primeira saída

15 - Não tenha pressa em ter relações sexuais com ele

16 - Não lhe diga o que ele tem de fazer

17 - Deixe que seja ele a conduzir

18 - Não espere que um homem mude nem tente mudá-lo

19 - Não conte a sua vida toda no primeiro encontro

20 - Seja honesta sem deixar de ser misteriosa

21 - Realce o que tem de positivo

22 - Não vá viver com ele e não deixe as suas coisas em casa dele

23 - Não ande com homens casados

24 - Apresente-lhe a sua família aos poucos

25 - Pratique, pratique, pratique (estas regras, pois claro)

26 - Siga sempre as regras, mesmo depois de casada

27 - Aplique as regras mesmo que amigos e família a achem louca

28 - Seja inteligente

29 - Tome conta de si

30 - Em caso de rejeição: SIGA!

31 - Não discuta as regras com o psicólogo

32 - Não transgrida as regras!

33 - Queira apenas quem a quer

34 - Seja uma pessoa fácil de lidar

(mais AQUI)

terça-feira, 19 de setembro de 2006

LOLOL, enfim...

You Are 60% Weird

You're so weird, you think you're *totally* normal. Right?
But you wig out even the biggest of circus freaks!

Que trabalheira...

Aqui na redacção temos uma máquina de água que está a ser arranjada há mais de três dias... anda sempre ali uma empregada, munida de ferramentas, de volta da máquina, como se se tratasse de algo assim fora do normal...

SÓ VOS DIGO MEUS AMIGOS... AQUILO ESTÁ A DAR MAIS TRABALHO QUE AS OBRAS DO MARQUÊS...

Outra despedida de Solteira

E para a ajudar à festa que tem sido a minha vida nos últimos meses (não estivesse eu solteira, olarilas!!), tenho outra despedida de solteira (e desculpem-me a redundância) já no Sábado. A Rita e o Ruizinho casam dia 14 de Outubro, QUATRO DIAS DEPOIS DO MEU ANIVERSÁRIO (apenas uma pequena chamada de atenção para os mais esquecidos...), e daqui a uns dias estou batida em mais uma bela festa. Dois casamentos no espaço de duas semanas é a puta da loucura. E será que no segundo há mais solteiros? Vou averiguar e depois digo-vos : ) E depois conto como correu a despedida, sem nunca desvendar os pormenores, como é óbvio : )

Solteiros? uhh uhh?? cade vcs?

Ao que parece, no casamento do mano gémeo com a nubente Kika Maria vão estar, apenas, dois rapazes solteiros. Isto é algo que me deixa preocupada, ora pois claro. Não, suas mentes maldosas, não é (só) por minha causa que me debruço sobre este assunto... Duas pessoas de 27 e 28 anos casam e só lá estão dois homens solteiros? (face a inúmeras solteiras que por lá vão andar, sendo euzinha uma delas...) Mas que raio anda a acontecer aos jovens da minha geração? O que se esperava era uma festa repleta de gente solteira e feliz, para andar tudo no flirt. Ah, pois é, desculpem, é um (e O) casamento... não é uma saída à noite... já me estava a esquecer. De qualquer das formas, eu e a amiga Xon (ok, ela chama-se Margarida... a Xon morreu em portocovo na despedida de solteira da kika...) já andamos a engendrar grandes planos para o mega festão que se aproxima! Os pormenores ficam nos segredos dos deuses (sendo que a nubente tem dado umas dicas), mas preparem-se minha gente! O bouquet não ficará em mãos alheias! HAHAHAHAAH!!! (já me estou a ver mesmo à gananciosa a afastar as outras todas do pedaço...logo eu...)

segunda-feira, 18 de setembro de 2006

Haja alegria...

Logo pela manhã desta maravilhosa Segunda-feira (not), ia atropelando uma gaja! A dita resolveu atravessar metade da estrada e parar. Eu apito, ela manda um salto, quase que se caga toda de medo, olha para mim e diz "puta de merda!".

É assim mesmo: HAJA BOA DISPOSIÇÃO LOGO PELA MANHÃ : ))

TRALALA!

Parabéns ao meu irmão...


...que faz 31 anos e a esta hora deve estar a dormir ferrado. (se o baguito não tiver resolvido acordar a chorar...)
Mano, gosto muito de ti. PARABÉNS!!
18/Set/06

Manas Valente




Em cima, Maria e Cati (a mana emprestada).

Em baixo, moi e Mafalda.

Todas diferentes, todas iguais...

sábado, 16 de setembro de 2006

sexta-feira, 15 de setembro de 2006

Bullshit

Acho que estou a ficar doente. Garganta a doer. Frio. Rabugice. Olhos a pedir para fechar. Desejo de ir para casa. E este tempo não ajuda. Saio de casa de manhã e já sinto necessidade de secar o cabelo, para nao morrer de frio. Sair da cama já é martírio, com o edredon tão quentinho.Acho que estou carente e a precisar de mimo. Grande merda. Nao vinha nada a calhar. Bullshit.

Piloto automatico...

Hoje o piloto automático levou-me até QUASE ao meu antigo local de trabalho. IMPALA editores. O sono era tal que me esqueci de virar para Queluz de Baixo e fui sempre em frente. Talvez por ser a opção mais fácil... Quando dei por mim, estava já no Cacém e foi aí que acordei! Foi o tempo de dizer uma bela de uma asneira, procurar a primeira saída e voltar a entrar na IC19, desta vez, em direcção a Lisboa. Escusado será dizer que apanhei o trânsito dos desgraçados que moram na linha de sintra e trabalham em Lisboa. E que fiquei furiosa. E que serviu para desligar o piloto automático e conduzir bem atenta...

Não tenho culpa de ter trabalhado dois anos num sítio e o percurso para o meu actual emprego ser semelhante... que horror, ando a dormir mesmo pouco...

Esta noite

Saí tarde da redacção. Muito trabalho, as usual. Segui directa para casa do papi, para jantar. O meu barbas favorito continua a cheirar a sabonete, como eu gosto. Estive com as manas. A Mafalda está linda de morrer. A Maria continua igual a si, parecida comigo nos olhos de carneiras mal mortas, lol. Muita conversa. Muito disparate. Muita risada. Muito chá verde. Pelo meio, uma entrevista de trabalho, via telefone. Acabámos, eu, a Maria e a mana emprestada Cati, no Derby a beber mais chá verde e a contar cusquices. Manas, parto-me a rir com vocês. E pareciamos as fittipaldis de telheiras, cada uma no seu bolide até ao café!

Beijas na fuça das três!! Eu cá vou enfiar-me na cama que as horas já vão adiantadas : ) Inté!

(E o Ricardo Pereira, passado a computador, fica para amanhã...)

quinta-feira, 14 de setembro de 2006

Duvida

Hoje, logo pela manhã, estou eu a entrar na redacção, e sou novamente alvo de comentários:

"tu pareces mesmo espanhola", "oh n sei das qtas, n achas q ela tem traços de espanhola"?

E o tema de conversa, durante um bom quarto de hora, foi esse...

A minha questão é:

PORQUE CARGA DE ÁGUA TODA A GENTE ACHA QUE OU SOU, OU TENHO TRAÇOS, DE MENINA ORIUNDA DO PAÍS DE NUESTROS HERMANOS?

quarta-feira, 13 de setembro de 2006

Ananas pela manha

A ultima moda aqui das meninas da redacção é trazerem ananas todos os dias e comê-lo de manhã, em jejum. Parece que faz milagres no que toca a tudo o que se coma no resto do dia. Elimina gorduras, bla bla, a conversa do costume.

Não é que eu agora precise de emagrecer, mas pelo sim pelo não. já aderi. Até porque adoro este fruto tropical : )

E sempre é melhor que o sumo da treta da beringela...

Fica a sugestão ; )

saudades...

Hoje de manhã, no caminho para o trabalho, deu uma música na rádio que me fez tantoooooo lembrar a minha viagem ao dubai... fiquei cheia de saudades!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Fiquei cheia de vontade de ligar ao rui, avisar que vou a caminho, entrar no primeiro avião e ala que se faz tarde!!!!

Que saudades senhores... não é justo!!!!!!!!!!!

terça-feira, 12 de setembro de 2006

Nojo

Entao e a porca da Floribela que por cada sessão se autógrafos, de uma hora, cobra, nada mais nada menos, do que 3 mil euros?

Bem que a gaja pode rezar lá ao seu Deus Jeová. Cabra de merda...

500 mil euros...

Uma "gaja" do equador, de férias em Portugal, ganhou, no fim de semana passado, 500 mil euros no Casino do Estoril. Gastou quanto? (perguntam vocês...). A misera quantia de 60 cêntimos (três chapas de 20 cêntimos, para ser mais precisa). A isto chama-se uma sorte filha da mãe!!!!!!! O que eu odeio essa gente que tem sorte no jogo :PPPPP

segunda-feira, 11 de setembro de 2006

: )

Paixão

Hummm, será este o problema?

Nenhum vento sopra a favor, de quem não sabe para onde ir.

Caretas - II

Caretas - I

Bamo la!

É oficial. Na sexta rumamos a terras do Minho, para as festas de Ponte de Lima! Olarilas!!! Abox, caiste-nos do céu, a mim e à loira, por nos dares guarida!!!! Em troca levamos o teu gajo com um laçarote na cabeça : )) (Roque vai ser uma viagem e tanto até lá acima!!!).

Nao vejo a hora de estar com as minhas gajas e poder assistir às suas bebedeiras, lol. (já q n vou poder beber por estar a 30 kms do local do crime e n poder arriscar soprar no balão... a mami n ia achar graça!!).

Vai ser a puta da loucura! Vou pôr a conversa em dia com as catolicas do meu coração!!! Vou chatear o roque até à morte! Vou rir muito com a aboxinha. Fugir dos cães dela!! Tirar mil fotos!!!

NUNCA MAIS É SEXTA CARAÇAS!!!

Mensagem do Roque no f de semana

"Acabei de passar por uma terra chamada rita. Mas tá como tu. Tá toda queimada. Bjos"

: ))))))) Gaijo, esta valeu pelas gargalhadas que dei : )))))))

Snifff

Hoje acordei com frio... o verão está mesmo a dar os últimos cartuchos... que depressão... e o sono que tenho dava para uma boa noite dormida, de seguida e bem quentinha... e as festas de ponte de lima aproximam-se a passos largos. e a vida é uma festa constante : )

Alguém...

... me pode dizer uma palavra que rime com verde?

Last goodbye

Hoje, ao ouvir uma determinada música, fiquei a pensar na seguinte questão:

todas as relações têm que ter um "último adeus"?

Penso nas minhas relações e pergunto-me se cumpri esse "ritual"... E se faz mesmo parte ou se não passa de um mito. Houve quem me dissesse que sim, que acontece sempre e que se sabe que é o momento porque se sente.

Tenho as minhas dúvidas, mas agora que falamos nisso sei que com o meu 1º namorado, o JP, com quem namorei uns 7 anos e que casou ontem, tive esse "último adeus". Lembro-me do dia, da hora e do local, como se fosse hoje. E já foi há uns bons 3 anos. (by the way, jp espero q td corra bem daqui para a frente. Desejo para ti a felicidade a dobrar daquela que desejo para mim : )

Todas as relações têm de ter o tal ritual, ou só algumas? Talvez as mais especiais?

A ler

Acabo de ler um post genial da minha amiga Filipa e não posso deixar de partilhar convosco. Porque sei que muitos estão perto da casa dos 30 e pensam da mesma forma que ela. Que eu. E que todos desta geração tão especial.

Leiam aqui e vejam se não tenho razão...

sábado, 9 de setembro de 2006

"Relatório"

Ora cá estamos de volta, após um Optimus Open Air recheado de gente armada em importante. De muita correria. De pouco divertimento. Mas o trabalho está feito. Missão cumprida.

Hoje foi acordar cedo, para um Sábado, e ir com a mami buscar os sapatos do casamento do mano e tratar de apertar o vestido que comprei em Julho. Em dois meses emagreci de tal forma que a costureira estava doida. "como é possível termos de apertar tanto???" E eu com um sorriso vitorioso de quem volta a vestir o 34 e volta a ter um corpinho de sereia, modestia MUITO À PARTE!! A minha mãe até já me chama "oh magrinha", quando há uns tempos me dizia com a maior das latas "tu vê lá se fazes uam dieta que assim não vais longe...". Eu ficava doente, raivosa e fingia que não era nada comigo. Mas aquilo chateava-me à séria. Agora já posso responder :P

Ainda deu tempo para a mami "mãos largas" entrar na Bershka com a filhota e comprar-lhe duas malas, um casaco e uns calções. EStes dias são de aproveitar, pensam o quê?

Depois foi rumar a casa e arranjar-me para a praia, onde estava a puta da ventania e nos fartámos de comer areia, eu e a lezita. Acabámos no Piazza a beber um granizado com uns amigos. E agora doi-me a cabeça do sol...

Parece que as temperaturas começam a baixar brevemente. E eu a ver o verão a fugir-me por entre os dedos. Que grande merda...

E este fim-de-semana está a decorrer a despedida de solteira do mano gémeo. Não tenho a certeza, porque é suposto ser surpresa, mas acho que foram todos para o Porto. Incluindo o mano grande : ) Dava tudo para estar lá, lolol!!!

E agora vou ali arrochar um bocadinho para depois sair um bocadinho...

Hasta pronto!

sexta-feira, 8 de setembro de 2006

Para começar o dia

Hoje vim em piloto automático até ao trabalho... se soubessem o perigo que é conduzir de olhos abertos, mas a dormir por dentro... tenho medo de mim... definitivamente!!!! (Mas é um medo saudável, não chega a ser fobia, tá? :PPP)

Forgiven, not forgotten

Hoje pus-me a ouvir os "The Corrs" a tarde inteira. Foi "injecção" de um grupo que eu adoro e que me traz óptimas recordações. Estava na rede de partilha do I-Tunes dos macs lá da redacção. Cusquei um bocadinho e a escolha recaiu ali. Escusado será dizer que passei o tempo a lembrar-me dos tempos em que vivi em Sevilha, de quando fui sozinha ao concerto deles, pelo jornal onde eu estava a estagiar, de como rapei frio e de como regressei gloriosamente a casa sem me perder, a pé, pela cidade. (para uma despistada como eu, foi uma vitória). Sinto falta dos meus companheiros de casa. Das conversas. Das risadas. Das saudades de casa, da família, dos amigos e do namorado que por acaso até já nem faz parte da minha vida. Sinto falta de sentir falta. E ficou-me na mente a música "You're forgiven, not forgotten". Pq a vida é mmo assim. Perdoa-se mas nunca se esquece. : )

Eu mereço...

As minhas amigas andam há dias a combinar ir ao Optimus Open Air. O filme em causa é o Marie Antoniette ou algo que o valha. Combinações via mail, e já ia nas 12 confirmadas. Fui a única que disse "não vejo isso nem morta".

Pois bem, para não ter a mania que sou esperta, a minha editora, que é uma querida, veio ter cmg e disse "rita, amanhã tens um trabalho à noite. Open air. Ver quem está conhecido. O que traz vestido. Etc etc".

Porra, afinal posso querer ir ver o Marie Antoniette???? É legítimo mudar de ideias... ou estou louca??? Eu mereço...

Buáaaaaaaaaaa!!!!!!!!!

quinta-feira, 7 de setembro de 2006

Fobias

Hoje fui entrevistar um psicólogo clínico. O tema do artigo são, nada mais nada menos, as fobias. Essas grandes amigas. Quando me deram este tema fiquei a rir por dentro. Alguém mais ideal do que eu para escrever sobre isto? Para quem não sabe, em tempos tive uns stresses a propósito dessas "malucas". Fazia-me impressão estar em locais fechados. Para ir ao cinema ou jantar fora, era um filme... também tive ataques de pânico e coisas que tais. Tudo para dizer que esta entrevista me fez reviver um pouco essa época. Mas, e para além disso, pela primeira vez consegui perceber, na perfeição, aquilo que eu tive. Este médico desmistificou-me a coisa, tirou-me todas as dúvidas. Ganhei um amigo. Perdi alguns medos exagerados. E acho que estes trabalhos só me podem ser úteis.

Sabiam que há pessoas com medo de comer? E outras com medo de pessoas feias? E as que temem o coito? Ou ver um pénis erectos?

Riam-se riam-se, isto pode calhar a qualquer um : P

Obrigada

Belo jantar com o pai, a loira e a mana. Adorei de coração. Vocês enchem-me a alma.

Sem título

Nem acredito que já estamos em Setembro. Que o Outono está prestes a chegar. As folhas vão cair. A chuva há-de vir. E os dias ficam mais tristes. E acorda-se com frio e sem vontade de sair da cama. E eu não estou preparada para essa mudança. Quero mais uns meses de verão. Poder andar com pouca roupa. Bronzeada. Ter as janelas todas abertas. Ir à praia quando quiser. Sentir a areia nos pés. O sol a queimar nos ombros. Nasci no Outono, mas sou uma vendida. Sou filha adoptiva do Verão. No meu dia de anos o dia está sempre chocho. Ou há muito vento, ou chuva, ou frio. E o próprio mês é um bocado triste. Escuro. E por falar em aniversário, este ano o mano gémeo não vai estar comigo. É a segunda vez que isso sucede. Sei que vou estar tristonha. Mas feliz por ele, que festeja a lua de mel. Nem acredito que os dois manos estão casados. Nem acredito que já somos crescidos. Quero voltar aos tempos em que brincávamos. Em que não havia responsabilidades. Em que eu não tinha momentos de devaneios sérios. Em que não chorava sem razão aparente, como acontece nos dias de hoje. Este post está uma confusão. Mas eu sou confusa. Pequenina e confusa. E apetecia-me o colo da mãe, só um bocadinho. Ou uma festinha no cabelo. Ou cócegas nas costas. Será que esta onda de menina mimada não me passa? Oh que caraças...

terça-feira, 5 de setembro de 2006

Sonho

Uma noite abrasadora. O termómetro marca 30 graus. Vou-te buscar. Rumamos para os lados de Cascais. Quando damos por nós, estamos no Guincho. Tu bebes uma cerveja cujo nome não me recordo. Eu uma caipirosca. Descalçamo-nos e vamos para a areia. O mar está mesmo ali. A noite está perfeita. A lua ilumina-nos. Os pescadores estão sossegados. E outras pessoas andam por ali. Conversamos como se não houvesse amanhã. Rimos a bom rir. A areia vai entrando nas roupas. E nós vamos ficando cada vez mais próximos. Não está frio, mas tu abraças-me carinhosamente. Ficamos ali esquecidos. Como se de um dia de férias se tratasse. Beijo-te o pescoço e provoco-te arrepios. Tu agarras-me com força. O caminho de volta é nosso. Completamente nosso. E o que se segue só a lua e as estrelas podem saber. Gostei de sonhar contigo. És sempre bem-vindo : )
Sou uma pessoa de paixões faceis. Por amigos, amantes, animais.... sou a chamada "coração mole" ou a "carente". Gosto de dar muito mais do que recebo. Embore me considere bastante exigente no que toca a receber. Não sei o porquê deste post. Hoje estou num dia de muitas perguntas e poucas respostas. De muitos pensamentos. Devaneios. Um bocado nas nuvens, confesso. Apetece-me fazer-te uma surpresa, e a ti apetece-me dar-te um presente, e a ti um mega abraço, e a ti dizer-te o quanto gosto de ti, e a ti como sinto a tua falta, e a ti como fico derretida qd te vejo, e a ti que me levas ao céu. E apetece-me sair de fininho aqui e gritar bem alto. Desanuviar esta cabeça que está tão baralhada. A vida sem sentimentos seria tão mais facil.... especialmente qd tenho estes ataques que nem sei bem que nome têm...

segunda-feira, 4 de setembro de 2006

A despedida de solteira do ano



Anda tudo a pedir para contar como foi. O que fizemos. E o máximo de detalhes possível. Acontece que estou PROIBIDA pelas restantes meninas de contar "seja o que for" ou de postar fotos, a não ser a de grupo.

Sexta pelas 21horas (aqui a je atrasou-se com tanto preparativo...), rumámos a Portocovo. Foi uma viagem de risota total. A Paula e a Xon conheceram-se e não mais se largaram. Segundo elas, "estamos em sintonia". Jantámos já era tarde, umas 23h e tal. Já a milfontes nos esperava desde as 21h e tal, que essa tinha vindo de mertola. Jantar de partir o coco a rir. Para n variar. Fotos e mais fotos. Um vídeo da paula e as baleias de chorar a rir. Dali, "gosto de ti porra". A Xon assustou-se. É um facto. Mas era mesmo o nome do bar. Caipiroscas, imperiais, morangoscas. Muito salto. Muita figura que não é para se contar. Uma ida à padaria. Uma conversa séria que não existiu. Pijamas de rir. E a berraria normal de muita mulher junta.

Sábado. Paula no seu melhor. Alvorada às 10 da manhã. Dado que a hora de dormir tinha sido às 5 e tal da matina, veio mesmo a calhar. Praia melhor do mundo e arredores. Vieirinha. Areal para dar e vender. Água gelada e óptima. Muita foto, muita foto. Tempo para uma bela soneca p se ter forças para a noite. Hora do banho demorou mais do que o previsto. Mulheres... tdas lindas d morrer com a t shirt feita para a ocasião. 4 equipas. Rosa. Branca. Amarela. Verde. (esta ultima era constituida apenas pela noiva). Jantarada do melhor. Presentes. Arnaldão. Respostas erradas. BEBE!!! Ida para o 31. Bar simpático. Mais alcool. Umas mais mal dispostas que outras. Mas n interessa nada. Muita cantoria. Muita dança. A noiva em cima de um banco a ser castigada. Muita lágrima. Uma pq é irma, outra pq é noiva, outra pq é madrinha, outra pq n pdoe ver ng a chorar. Mt abraço. Muita amizade. Mudança de bar. Gosto de ti porra, again. Muita gritaria. Muito salto. Mulheres no seu melhor.

Domingo, acordar às 13h. Fazer praia até ao fim do dia. E regressar à vida real. Porque a vida não são dois dias. Por mt q queiramos pensar que sim. Mas que valeu a pena, n há duvidas. Somos as maiores. E as melhores. Do mundo e arredores.

O resto fica para quem lá esteve : )

sexta-feira, 1 de setembro de 2006

Só quem tem o amargo consegue reconhecer o doce