segunda-feira, 31 de julho de 2006

Devaneios

Fui liquidar a conta que tinha com a Tv Cabo. Cabrões. Ainda por cima a culpa foi toda deles!! Quase 200 Euros foram à viola. Mas agora já não há cá dividas, que sou uma mulher seria. E responsavel. E honesta. E tudo e tudo e tudo.

Ja vos disse que tenciono comprar uma bimby?? Vou calar todas as bocas que dizem que sou uma inútil na cozinha. E que não tomo conta da minha casa. E já a seguir, que é por causa das tosses, vou mudar os lençois da cama.

OH SE VOU!! E TENHO DITO!! cambada de sonsos :P gostem de mim como eu sou! :PP mesmo com as unhas cor de rosa choque, lindas de morrer ; )

Hasta

Bela e amarela, como só eu, saio de casa. Vou ao santander levantar um cheque. De seguida almoçar uma salada de frutas. Não tenho fome e este calor não ajuda. Enfio-me no cabeleireiro. Cabelo. Mãos. Pés. Sobrancelhas. Buço. Tudo a que tenho direito. Se não te dão mimos... resolve tu o "problema".

De seguida, amoreiras. Café com a minha pianista de eleição. Mimos sem pedir nada em troca. Novidades em dia, porque todos os dias há algo novo na minha vida... dava mesmo um filme. Ou um livro! (nem que fosse de wc)

Deixar a pianista no trabalho, às 5 e tal da tarde (no comments, lol) e ir ter com a loira. Calor dos diabos. Queria ter ido lavar o carro. Mas a preguiça falou mais alto. Vou amanhã que também é dia.

Cinema às 20h. A Casa do Lago ou da lagoa ou algo parecido que o meu forte não são nomes de filmes. Monumental. Já sabem onde me encontrar. Ou para onde não ir.

Hasta la vista babes : )

O reizinho

Consta que o baguito do meu coração está lá para os algarves, com os avós, e tem sido tratado como um verdadeiro reizinho.

Ao lado do toldo dele há umas meninas que o adoram e o mimam a toda a hora. Ele é "Francisco, vamos por creme", "francisco vamos encher o baldinho", "francisco vamos à agua" (e o q ele gosta de agua senhores...).

O ano passado já era principe, mas como este ano já anda e corre por todo o lado, o escalão subiu. Baguito a Reizinho!!!

E que saudades tenho daquele boneco mimoso. Que me abraça. Me chama tia rita. Me dá beijinhos. Me pede ajuda. Se ri feito parvinho quando vê o noddy.

Meu reizinho, em breve estou contigo na praia, porque o coração não aguenta e precisa de mimos (receber e dar). E o algarve é já aqui ao lado.

No hard feelings

Costuma dizer-se que uma pessoa quando está comprometida tem muito mais saída do que quando está sozinha. Quanto a vocês, eu cá não sei, mas no que toca à minha experiência pessoal, meus amigos. O admirador insiste nos seus recados anónimos. Os ex's namorados e ex's amigos coloridos resolveram também dar todos um ar da sua graça. Acordaram para a vida.

Meus amigos, já fui ao céu e vim. E vocês chegaram atrasados. De qualquer das formas, muito obrigada: o meu ego agradece. E... "no hard feelings", amigos como dantes ; )

Fui ao céu...

Sábado, praia cabana do pescador. Nada de trânsito. Nada de confusão. Já rumou tudo aos algarves. Amena cavaqueira, como sempre. Porque eu até nem gosto nada de falar e de rir... À noite jantarada, vulgos frangos assados e batatas de pacote. Risada pegada. Porque, mais uma vez, eu odeio rir, sou uma seca de gaja, não sou nada dada a convivios. O pessoal costuma queixar-se que comigo cai na monotonia. Falam falam... enfim!! Acabei extenuada no sofa em casa da pessoa que convidou para jantar. Dormi ferrada até me acordarem e levarem a casa.

Domingo, e porque sou original (tambem é das coisas que me dizem q costumo ser...), praia outra vez. Vá lá, mudei a companhia. E mudei a praia. Mas a amena cavaqueira esteve lá. A má língua idem. As gargalhadas sempre em alta. E depois, rumo a lisboa, fui ao céu e vim. Não entro em pormenores, porque não me apetece, mas foram 3 horas de repetir. Querer mais. E mais, e mais... e ainda mais, se possível. E logo a seguir fui ter com tres almas que ja desesperavam à minha espera. Vesti a saia de uma, o top de outra, "fiquei boa de todos os dias" e rumámos ao meninos do rio para jantar às 10 da noite. Ver gente gira. Comer bem. Olhar o rio. Como se não houvesse amanhã.

1h30 da manhã. Cheguei sã e salva. Bem que tentaram levar-me para os maus caminhos. Mas por hoje já chega. Vou dormir. Cansada. Mas um cansaço rejuvenescedor. Faltou apenas uma coisa. Mas só interessa quem está. Venha o proximo f de semana... ja!

Frase do dia

Como posso amar-te tanto e saber tão pouco de ti?

sexta-feira, 28 de julho de 2006

Sempre atenta

E o que me dizem das criaturas que logo às 8 e tal da manhã vão no metro a ler obras como Códigos da Vinci, Anjos e Demónios e afins...

Nada contra, atenção, mas eu a essa hora pareço uma morta viva e não consigo ler nada antes das 9 da matina. (e é pq sou obrigada a ler as notícias dos clientes!)

Jeovás

Eu sei que ainda nem 10 da manhã são. Que muitos de vocês aindam roncam refastelados nas vossas camas. Não é o meu caso, que entrei às 9...

Então não é que todos os santos dias quando chego ao metro, estão lá SEMPRE duas alminhas na casa dos 70 anos. Agarradas a umas revistinhas e lá se dirigem a mim religiosamente "a menina não está interessada em levar uma para ler na viagem?". Eu já estou toda atrapalhada porque ando sempre atrasada, nunca encontro nada na carteira, quando devia, e ainda me vêm massacrar. Digo sempre o mesmo "não minha senhora, muito obrigada mas n tenho mesmo tempo". Elas devem tentar vender aquilo a milhares de pessoas que por ali passam. Eu percebo. Mas talvez fosse uma boa solução terem um pequeno arquivo de pessoas que NUNCA lhes quiseram comprar os livrinhos. Ocupavam e treinavam a memoria e não chateavam o próximo...


Estou a ser mazinha, eu sei, mas será que as senhoras n têm netos? Família? Coisas mais interessantes com que se ocupar? Tive um namorado cuja avo e tia eram testemunhas de jeová. Aquilo fazia-me grande confusao ao sistema. Mas eu gostava tanto delas que nem me lembrava disso.

Hoje só de pensar que elas podem andar a fazer estas figuras... fico, porque fico, muito preocupada!!!

quinta-feira, 27 de julho de 2006

Céu

Amanhã vai ser mais um dia em cheio. Imprimir 180 comunicados de imprensa, mais 180 dossiers de imprensa. Preparar os press-kits. Suar aqui. Suar ali. Para na Segunda tudo chegar ao seu destino - as redacções! Esta era a parte boa de quando era jornalista... receber presentes por tudo e por nada!!

Por falar nisso, já provaram o novo Nestea limão sem açúcar? E a nova gelatina royal light? Verão que é Verão pede produtos destes!

Ando bebeda de sono. Durmo em qualquer lado. (mais ainda). Mas o saldo é positivo. E amanhã vou ao céu. Oh se vou ; )

Sem comentários


*recebido por mail

quarta-feira, 26 de julho de 2006

Irra!!

Ah, com esta correria toda, esqueci-me de dizer que me esqueci do tlm no Colombo. E como tal, lá vai a Rita toda lampeira sair daqui directa para lá...

HAJA PACHORRA!!!

cabeça a mil

A meio de uma tradução de um comunicado para espanhol, ainda por cima da área da saúde, resolvo desabafar com vocês. Tenho a cabeça a mil. Passei a manhã, até às 3 da tarde, no showroom da C&A. Receber jornalistas. Produtoras. Vender. Ser simpática. Não desgostei, mas a meio da manhã já estava de rastos. Ainda comprei um vestido de cerimónia, uma saia para o mesmo efeito e uma túnica, tudo pela módica quantia de 12 euros. Valeu a pena, sob esse ponto de vista.

Tenho a cabeça em água. Mal almocei. E conto os minutos para as 18h30. Ando a dormir que nem um passarinho, tal é o cansaço!!

E consta que hoje é feriado em determinadas zonas do país. Seus cães!!! Aproveitem mas é!!!

Volto mais logo para falarmos mais um bocadinho : )

Medo, muito medo...

"NO fearrrr, no fearrr!!!! destination!!!!!!!!"

tralalallalala!!!

ISTO ATÉ JÁ PASSA NA RÁDIO. SEI DE ALGUÉM QUE VAI REJUBILAR DE ALEGRIA, HAHAHAHA!!!!! (best rock, by the way)

terça-feira, 25 de julho de 2006

Upa upa

Amanhã jé é meio da semana. De manhã estou no colombo até às 14h. Showroom. Acompanhar jornalistas e produtoras de moda. Ui ca bom... subir e descer escadas, aturar mariquices. E sorrir como manda a boa etiqueta. E o melhor está para depois. Um comunicado de um cliente para passar de português para espanhol. Cliente na área da saúde. Nem imagino o que me espera. A colega foi de férias e quem se lixou foi o mexilhão... (em agosto quem baza de lisboa sou eu!aguardem-me!!). E a partir de segunda-feira o horário é das 8 às 15h! Até dia 1 de setembro! Roam-se de inveja! E esta semana recebo a quadriplicar! E sou a maior! E estou mais magra! E mais gira! E a cama chama por mim.

By the way: o teclado continua todo pegajoso de magnum ; )

Já a seguir!

Saio do trabalho, com cafe agendado com a minha amiga Drª Maria João. (só para ti oh monga!). Decido ir jantar a casa da mami. Entro, ah e tal, ainda é cedo, ah e tal, ainda são 7 da tarde, ah e tal, vou ali dormir um bocadinho. Toca de fechar a persiana. Puxar da almofada e da mantinha. E dormir f-e-r-r-a-d-a. Sentir a mami entrar no meu antigo quarto e perguntar se não janto. Que já são 21h30. Por momentos achei que era de manhã, de novo. (E o que me custa acordar cedo todos os dias...). Olho para o tlm. 10 chamadas n atendidas. Janto estilo zombie, tal o cansaço. Dou beijinho repenicado à mãe. Rumo a casa. Ligo à João. Explico o sucedido. Visto o pijama. E vou para a cama. É que é já a seguir!!

segunda-feira, 24 de julho de 2006

Eles chovem...

A minha directora colocou um anuncio no Expresso para consultora senior. E imediatamente percebeu que foi o maior erro da vida dela. Os currículos choveram. Passou-se o dia a dizer boa tarde, a oferecer aguinha, a dar uma revista para passar o tempo.... pelo meio, despediram-se duas estagiarias. Amanha a cena repete-se. Ui ca bom.... E uma colega arrastou-me LITERALMENTE para almoçar no hard rock cafe, td pq no magnolia, onde eu queria ir, n se podia fumar. E esta é so a unica colega que é ultra viciada em nicotina, E tungas, lá larguei quase 15 euros. Devo ter a mania que sou rica. Humpf! E amanhã tenho mais um almoço com um jornalista, no LA caffe. E na quarta tenho que estar num showroom no colombo, para produtoras e jornalistas. Receber o pessoal e ainda poder comprar roupita a 2 euros. Isso é q sabe a pato!! E depois ficam a faltar quinta e sexta. Oh sorte macaca. Mas nunca mais é sabado????

patati, patata

Acabo de entornar um magnum double caramel por cima do teclado do meu portátil. "Nada de grave", penso. (se fosse a susi desatava a berrar - segundo ela comer um gelado destes é como ter um orgasmo...)

Depois de ter ido com a Cláudia e com a Susi ao cinema ver um filme cujo nome (PARA-NÃO-VARIAR) não me recordo... "eu, tu e ... " (e mais qualquer coisa), fui levar as meninas ao alvalaxia, onde tinham o carro. Um trambolho de um gajo apita-me para eu me chegar à frente. Tem medo d n caber no buraco que de pequeno n tem nd. Resolvo fazer pirraça, com as minhas amiguitas a rirem-se que nem doidas. O gajo desiste d esperar q eu avance e la tenta encaixar-se no buraco.

Meus amigos, aquilo era mt mais grave que o pior condutor do mundo. Vai à frente. Vem atrás. Curva aqui, curva ali. e o carro sempre no mesmo sitio. A susi c o seu riso estridente contagiava-nos e às tantas ja era o berreiro. Que maçarico que o gajo era... oh senhores!!! para além d q era feio... a sorte n esteve do nosso lado ; )

Como já viram, não vou deixar de escrever no batata frita. Vou continuar a fazê-lo para todos os amigos e fieis leitores, até para o pipo, porque sei que gosta de me ler. Para todos os que têm orgulho em mim. Os virtuais, que ainda são uma boa mão cheia deles. Os que me odeiam também são bem-vindos.

A vida continua. O blog continua. E a boa disposição não se fica atrás. (salvo raras excepções, mas ninguém é perfeito, cambada de sonsos!!).

bjos e queijos para tdos : ) (o teclado esta td peganhoso, ca nojo...)

domingo, 23 de julho de 2006

Azeitão




Vamos a votos

Estou com um dilema:


Acabo ou não com este blog?

Preciso da vossa ajuda, com as respectivas justificações, cruas d duras! Preciso de perceber se isto ainda faz sentido.

Toca a votar : )

Desistir é mais facil

Escolher um caminho é desistir de outros, uns conhecidos, outros desconhecidos. Na balança da decisão mais pesa, muitas vezes, os caminhos de que desistimos, por dificuldade ou medo. Assim vamos desistindo dos nossos sonhos.


*retirado daqui

Vende-se

Vendo sonhos, novos, por concretizar

Eu n sou isso td, acreditem....

Agora tenho um admirador secreto. Resolveu escrever-me mails. Dizer que esperou este momento durante muito tempo. Que adora a minha alegria. A minha expontaneidade. O facto de ter tantos amigos. De escrever como penso. Da forma como me visto - pelos vistos ja me viu. Diz que é dificil não me darem valor. Porque sou sorrisos. Sou meiguice. Sou carinho. Sou alegria e divertimento. Faço os outros rir.

Enfim, isto é td mt bonito. Mas dado que o meu ego n está nos pincaros, a receber mais cartas... por favor que venham identificadas. Torna td mais facil para tds.

Muito obrigada.

Casa é que não!

Acordar tarde. Rumar à Adraga. Está lá o mano, a cunhada, mais amigos, a lezita. Dia solarengo. Areia nos pés. Sair da praia tarde. Não parar. Ir ter c a Pin e pon. Rir a bom rir com as situações. Conhecer pessoas como se n houvesse amanhã. Gente a dar com pau. Comida a dar com pau, Cusquices. Conversas com desconhecidos. Confidências. Sorrisos. Conhecimentos interessantes. Olhar para o relógio. Quase 2 da manhã. Está na minha hora. Despeço-me. Um ainda diz "já? careta...", e ri-se. Apenas pq acabou de chegar. Saio calma, meto a chave à porta do carro e toca de fazer a calçada de carriche. Meter a chave na minha porta de casa e pensar "home sweet home".

E amanhã a questão é: azeitão? adraga? casa é que não : )

sexta-feira, 21 de julho de 2006

Tino

Tenho saudades da simpatia e dos cozinhados da zi. Do gato a dar-me beijinhos. Então da "doença", como carinhosamente chama ao seu filho, tenho uma imensidão delas. Mas em si ganhei um pai. Um amigo. Um confidente. Uma pessoa que me dá luta. Que não me julga. Que sempre esteve lá para mim. Que me contou as suas histórias. Era uma lufada de ar fresco estar consigo. Eu gostava de lá estar em casa. Porque me faziam sentir bem. Me sentia uma filha vossa. E agora que se desmoronou aquilo que eu pensava ser impossível acontecer, estou de pés e mãos atados. Já não posso meter-me consigo. Correr atrás do gato. Dormir na mesma cama que o filipe. Trocar carinhos com todos. Poder até posso. Mas nunca vai ser a mesma coisa.

Só queria dizer que estes quase 3 anos com vocês foram dos dias mais felizes da minha vida. Que aprendi muito. E que espero voltar a gargalhar, como disse e tão bem, o mais breve possível. Porque a dor consome. Entristece. E dá vontade de gritar e chorar muito alto o quanto eu amo alguém. A perda é muito dolorosa, de facto.

Gosto muito muito muito de ti. Quer adoptar-me?

E com isto tudo

está a dar o Dr. House

quinta-feira, 20 de julho de 2006

ZzzzzzzzzzRoonnccc

Fui ao cinema, às 19h, com a claudia e a lezita ver um filme... cujo nome n me lembro. (para nao variar) Só sei que adormeci e até ronquei. O meu cansaço anda de tal maneira que chego ao cinema e tungas (como diz o baguito mais lindo..). Preciso de uma cura de sono, uma massagem e mais mimos. Voluntários??? (sou uma mimada, jejeje) E ADORO-VOS A TODOS QUE ME LEEM... (quase todos, vá!)

quarta-feira, 19 de julho de 2006

Medicina do trabalho

Hoje lá fui à consulta de medicina do trabalho. Estas merdices são obrigatórias e eu lá fui. Ao menos tive uma hora de almoço mais alargada. Arejei a cabeça. Andei de metro, ui ca bom. E esperei, como é habito dos consultorios. Revistas atrás de revistas até que me chamaram. Electrocardiograma, exame de visão, de audição, peso, tensão, auscultar-me e, last but not least, fazer xixi para um copo. Uma beleza!

Advertências do estilo "deve ir ao ginecologista pelo menos uam vez por ano". "Cuidado com esse sinal" "tem de endireitar as costas". Estou podre é o q é. Mas se gostarem de mim hão-de gostar como eu sou. Gorda, balofa e feiosa, que conseguiram e muito bem deixar-me o ego debaixo dos meus pés. : ) (n por muito tempo minha gente, mi aguardem!!).

Já no trabalho fiz uma chamada para a mami e a menina da comichão disse logo q n convém nd q seja pessoal. Se fosse para um sitio q eu ca sei... falta de sexo dá naquilo... tenho d por-me a pau senao qq dia tou assim... medo....!!!!!

É o que dá trabalhar em "empresas da treta", como diz o Tino (um beijinho do tamanho do mundo para si meu companheiro de gargalhadas e carinhos)

Parvas nós?

Finalmente, ontem, vi pela primeira vez o verdadeiro, o único, filme do Tomás Taveira. Eu e a pat estavamos chocadas. A maioria dos gajos viu isto logo na altura em que se deu o escândalo. Ñós somos puras. E só agora a minha fonte, o Gongas, me passou a versão integral. Digo-vos que so mudam as personagens femininas. O resto é td a mma seca...

Já para n falar da Paris Hilton. Aquele filme não vale NADA. É seca e demos por nós a andar cenas para a frente.

Mas agora ja n morremos parvas : )

(liguei-me de surra aqui n escritorio... VIM TRABALHAR, YEHHHH!!!)

terça-feira, 18 de julho de 2006

Luto? nã!!!




"tengo la camisa negra porque negra tengo el alma"

Juaness!!!!

Quero é festas

Hoje comprei toda a indumentária para o casamento do ano. Vou de laranja, pois claro. (para calar todos os que diziam que eu ia de encarnado). Vou linda e maravilhosa. Já tenho sapatos, écharpe, pochete e o vestido, obviooo!! E vou arrasar!! E até já o convite tenho. Escrito a caneta "Rita". Sou eu : ) LOL. Aquilo vai mesmo para a frente. E o baguito vai ser o menino das alianças. E a partir de dia 1 de Outubro, serei a única mana, dos três, solteira. Olarilas!! Quero é festas!

Fim-de-semana

Sexta, sair do trabalho rumo aos "meninos do rio". Brisa de final d tarde, olhar o rio. Fechar os olhos e n pensar em nada.

Sábado: o melhor foi mesmo a praia grande às 7 da tarde com a mae, mano e kika. O jantar a 4 no brasileiro em janas. O dormir c a mami, como ha muito n fazia.

E ontem, domingo, sardinhada em sesimbra, com três bebés lindos. O baguito, a marta e a ines. Tudo filhos da geração do mano grande. (ele e os meus primos)

Hoje conversa aqui, conversa ali. Conversa em dia com a Paulinha, companheira do Dubai. Abraços de amigas. Pianista e os seus mimos. Um peluche e uma toalha de praia da pucca. Derreto-me toda com estas coisas. Jantar/cafe com uma misturada de amigos: Pianista, Lezita, Relvitas, Jordanilda, Belinha e Gongas. Muita risada. E muitos telefonemas carinhosos. E a vida consegue, quando quer, mostrar-nos aquilo que realmente vale a pena. E os manos, a mae e o baguito a darem-me a maior das provas de amor.

O baguito até já diz "tia rita". E deu-me beijinhos quando me viu chorar. E existe coisa mais reconfortante?

Inté!

domingo, 16 de julho de 2006

That's life

Ninguém disse que a vida era perfeita. Nunca ninguém o disse. Eu é que pensei que este amor era intocável. Inabalável. Confiava nisso piamente. Como uma criança ingénua. Mesmo com tudo, para mim era inabalável. Mais forte que tudo. E todos.

Pelos visto foi só para mim.

quinta-feira, 13 de julho de 2006

Não pega?

Este calor não me agrada... cada vez que se põe o pé na rua começa-se a destilar. A roupa a pegar. Das raras vezes em que entrar no escritório é um alívio. O ar condicionado pode ter muitos defeitos. Mas em vagas de calor como esta, sabe que nem ginjas. Na praia, só dentro de água. Em casa, só com um banho de água fria. No trabalho só com o ar bem fresco. Não dá, meus amigos! Não dá! Exigem-se condições! Ou motivações. Lol, quem sabe um capital extra? Não? Não pega? Ok... vou dormir...

Comichão

Hoje foi dia de crise lá na agência. Um dos nossos clientes viu-se envolvido numa chatice "daquelas". Não posso dizer qual a chatice ou qual o cliente, com MUITA pena minha. Mas revelo que foi agitação a mais. Conference calls com Inglaterra. Os jornalistas a ligarem a toda a hora. Comunicados de última hora. Foi o filme. A rádio sempre ligada, assim como as televisões. Que atrofio senhores. A minha cabeça estava a mil. Não foi fácil. (alguém disse que a vida era fácil??) mas sobrevivi mais uma vez a isto e, acima de tudo, ao temperamento exagerado da minha chefe de equipa que me faz comichão. ; ))

Cars

Fui com o Pipo ao cinema (depois de jantarmos um belo de um hamburguer no movies, ca saudades senhoresss) ver o "Cars". Para quem não é fã, foram duas horas divertidas, com pormenores deliciosos e com piadas a passarem-me ao lado. Para quem é fanático, como o Pipo, foi o delírio. Claro que no caminho de volta para casa ele não conseguiu evitar puxar um bocadinho pelo carro... não há programas perfeitos, LOLOL!! ; ))

(mas gostei do pormenor dos mosquitos serem pequenos VW's carochas, por ex, jeje)

Chupistas de um raio

Ao "passear" pelos dois sites de emprego na área de comunicação (depois do Expresso...), observo que mais de metade das ofertas são para estágios. Espanta-me o nosso país. Irrita-me a situação. As empresas sabem que vão ter sempre gente interessada. A ideia é "ganhar sempre mais currículo". Mas até quando é que vão continuar com este deboche? Quando é que resolvem respeitar as pessoas e proporcionar-lhes condições de trabalho minimamente aceitáveis? Acho que está na hora de mudar o panorama desta área tão ferozmente competitiva. Não há pachorra para tanto chupista. Só de pensar que há sítios onde as pessoas fazem estagios de mais de 1 ano e meio, fico chocada. Mais ainda porque não percebo como é que elas se sujeitam...

Há limites para tudo. Mas olho para trás e lembro-me que também eu, depois de terminar o curso, fiz um estágio não remunerado (para não falar do estágio final de curso...). Tudo porque considerava importante ganhar experiência. Não me importava de trabalhar a custo 0. Era mais nova. Mais ingénua. Venham cá agora oferecer-me estágios que eu sei bem para onde os mando... cambada de chulos...

terça-feira, 11 de julho de 2006

Ui ca bom

E quando menos damos por isso já estamos a meio da semana - OLARILAS : )

Empregada precisa-se

Preciso de uma empregada, uma vez por semana. Recomendações são bem-vindas : )

Amor

Fui a casa da mami depois do trabalho. Sabe bem os mimos. As conversas. As histórias. Os risos. As festinhas. Sabe bem ter colinho de vez em quando. Sentir-me pequenina. Desprotegida. Mimada. Há alguém mais importante nesta vida???

Final feliz?

Acordar no sofá. Perceber que é segunda. Arrastar-me para a banheira. Mais tarde, chegar a 7 rios e perceber que a linha azul está OUTRA VEZ parada. Ficar piúrça. Perceber que a fila de táxis faz caracol e que não tenho escape possível. Pego no carro que está na reserva e conduzo até aos restauradores. Tenciono parar para abastecer. A única bomba que fica em caminho está fora de serviço. Rezo para conseguir lá chegar. Estaciono. Tento meter moeda no parquimetro (ou será parcometro?). A ranhura está cheia de gesso ou massa ou lá o que é aquilo. Técnicas dos carochos para receberem eles a moeda. Deixo papel a explicar. Nem por isso deixo de ser bloqueada. Nem por isso deixo de ser rebocada ao fim do dia. Nem por isso deixo de ter de pagar 90 euros. Odeio transportes públicos e a sua (constante) inconstância. Passo um dia de neura. Para ajudar à festa, o servidor da agência resolve passar o dia a dar erros. E impedir-me de enviar comunicados. E a stressar. A vida é mmo assim. O que safou tudo foi mmo a ida ao cinema ver o Separados de Fresco, no entanto o final n é feliz. Ou será que é?

A cláudia diz que nós é q fazemos os finais que queremos... vou pensar nisso : ))

domingo, 9 de julho de 2006

Amanhã é outro dia

Domingo. Acordar. Ficar na cama mais um bocadinho. Perceber que o Pipo continua a dormir a bom dormir. Levantar-me. Ver um bocado de tv. Ligar o computador. Fartar-me de estar em casa. Combinar praia com a lé. Costa aqui vamos nós. Uma bela de uma hora para lá chegar. Encontrar outras amigas. Praia à pinha. Típico Domingo. Mar fresquinho. Pensar que amanhã se acorda às 7h30. O Pipo telefona mais tarde. Vai ver a final do mundial ao bar de um amigo. Saímos da praia e resolvo ir ao Almada Forum. Saldos comigo. Compro o meu perfume. Duas camisas de trabalho, umas calças. Jantamos. Vemos Itália a vencer. Regressamos a casa às 11 da noite. Trânsito inesperado. Abro a porta. Silêncio no ar. Amanhã é outro dia.

Perguntas

Quando é que se percebe que uma pessoa tem outra, e a respectiva relação, por garantida? Onde termina a preocupação e começa o desleixo? Quais os sinais que denotam a falta de respeito de uma para a outra? Qual o limite para permitir determinadas coisas e tolerar outras?

Só perguntas. E as respostas???

: )

Sexta, jantar de anos do pai valente. Japonês à maneira. Com um tapete rolante com comida sempre a rodar. Sempre a comer. Maravilhoso. Baguito a correr tudo. A andar de escorrega e não ficar satisfeito. Dirigir-se para o dos meninos grandes, olhar para mim e dizer "ajuda...". Eu desatar a rir e tentar explicar que não é para o tamanho dele.
Sábado acordar à uma da tarde. Almoçar com a pinky no peter's. Conversa em dia. Risota. Amizade. Regressar quase às 5 da tarde. Ler uma revista. Ver uma série na SIC Mulher. O Pipo chegar às 7. Resolver ir dormir. Está cansado. Durmo também. Quando dou por mim são 11 da noite. Ele ainda dorme. resolvo ir a casa da Belinha e do Gonçalo. Ele não quer ir. Amena cavaqueira. Conversa aqui conversa ali. Rir a bom rir. Comer as empadas da mãe Afonso. E quando chega a uma da manhã lá me vou embora. Contente e feliz por ter estado com o casal pipoca. E por ser tão bem recebida. : )

sexta-feira, 7 de julho de 2006

Fodase!

Hoje saio de casa 30 minutos antes da hora de entrar no trabalho. Chego ao metro e ouço "senhores passageiros, por motivos de ordem técnica a linha azul estará temporariamente fora de uso". Olha que grande merda!!! Fico logo possuída. Chamo nomes aquela merda toda. Saio a correr e sou a primeira daquela gentinha a apanhar um taxi. Transito para dar e vender. Nojo nojo nojo. Telefonema para avisar do atraso. Está tudo na mesma situação. Por aquele andar ninguém chega a horas. 5 euros pela viagem. A chulice das chulices. Subo a correr. Olho à volta e só estavam duas pessoas. O resto estava pior do que eu. Fodase!

Weeken were we go!

Hoje é dia santo na empresa. As chefes directas estão no Porto. All day long. E há 400 kits de imprensa para organizar. E há bases de dados para actualizar. E comunicados para aperfeiçoar. E saio às 5 da tarde. E vou almoçar o bacalhau à bras da sogra. E jantar ao japonês porque são os anos do meu pai. E vou ver o baguito lindo. E amanhã é sábado. E vou dormir como se não houvesse amanhã. Oh se vou! E assim voltamos a achar que a felicidade está mesmo na palma da mão. Basta fechar! ; ) E agarrar! Olarilas!

Onda zen

Hoje começou a má língua lá na Agência. Após 4 dias de calma, começaram os boatos do "aquela é assim" "tu tem cuidado" "sim, porque isto é assado". Não há mesmo trabalhos perfeitos e o melhor mesmo é manter-me sossegada. Ter as minhas opiniões. Não levantar muitas ondas. E estar de bem com a vida, Zen, como a Jordan (essa sábia deos blogues, lolol) diz sempre : )

Borbulhas aos 27??

Já estou como a Jordan. Estou com borbulhas pela cara, daquelas que magoam ao tocar. Parece que tenho 15 anos e estou na puberdade. Mas que merda é esta? Já não há idade certa para o acne? E sou eu filha de uma dermatologista!! EM CASA DE FERREIRO ESPETO DE PAU!! Irra!!!....

Mentirinha

Hoje disseram-me que sou madura para a idade. Que gostam de falar comigo. Adoro enganar as pessoas desta maneira descarada, eheheheh!!!

quinta-feira, 6 de julho de 2006

Devaneio

Em conversa com um ex-colega de liceu fala-se do que cada um faz da vida. Da casa que ele comprou com a namorada. Do que os amigos comuns andam a fazer. O rumo que a vida tomou. E num instante apercebo-me que 10 anos passaram a voar. Que ontem vivia aquele que achava ser o amor da minha vida e hoje sei que ele se casa dentro de muito pouco tempo. Porque a vida é mesmo assim. Não pára. E escorrega-nos por entre os dedos das mãos. E dos pés. E a felicidade está mesmo aqui à frente dos narizes. E é só agarrá-la. Aos momentos que nos deixam os olhos a brilhar. E custa pensar que o tempo nos foge de maneira cruel. E sentir que não vivemos tanto quanto poderiamos. E vou mas é dormir porque amanhã às 07h30 estou a pé. E a vida não espera por nós. Temos de correr atrás. E acaba-se aqui este devaneio.

quarta-feira, 5 de julho de 2006

The end

Acaba assim o sonho. Valeu por mais um convivio em casa da sinhó com a malta de sempre. Eramos 11, houve muita asneirada, um rolo de carne maravilha, muita mini, o pipo veio bebedo para casa, comigo a conduzir o carro. E a vida é bela e amarela. E gosto muito deste grupo maravilha. E continuo a amar o meu país. E tudo e tudo e tudo. : )

terça-feira, 4 de julho de 2006

Ufa...

O que vale é que enquanto continuar a ter trabalho para dar e vender e não saber para que lado me hei-de virar, o dia passa a correr e quando dou por mim são logo 18h30 : ))

Coisas da vida...

Envio um comunicado de imprensa. Como habitual, vejo os mails que vieram devolvidos e tento perceber o que se passa com cada morada. Pego no telefone. Peço para falar com o jornalista XXXX. Respondem-me com indignação que o senhor faleceu há mais de ano. E querem saber de onde fala. Respondi toda atrofiada! E a colega do lado diz " se fosse eu tinha desligado mal a pessoa dissesse que o jornalista morreu...".

Era o que eu devia ter feito... Até porque como não me ocorreu no momento, tive de voltar a ligar para saber os contactos da pessoa que ocupa o lugar actualmente, para poder enviar o press... eu mereço...

segunda-feira, 3 de julho de 2006

Primeiro dia

Marcos da história da minha vida:

-passar a acordar mais cedo que o Pipo e sair de manhã com ele ainda a arranjar-se
-deixar o carro e ir de metro, no meio do povão e do suor, lol
-passar os dias mergulhada no trabalho sem me ligar ao MSN e sem trocar um único mail pessoal
-não ir nervosa para o primeiro dia, mas ir ansiosa e espectante
-chegar a casa com vontade do dia de amanhã

Compra de bilhetes de cinema via telemóvel

A TMN e a Lusomundo lançaram hoje um sistema que permite a aquisição de bilhetes de cinema através do telemóvel, com um preço promocional de cinco euros por bilhete.

Leiam o resto aqui

(o único senão é ser apenas em cinemas que eu detesto... em grandes centros comerciais... mas aplaudo a iniciativa e espero que seja apenas um começo)

domingo, 2 de julho de 2006