terça-feira, 14 de novembro de 2006

Sempre a aprender

Há uma hora atrás pedi para me ir embora, porque não estou mesmo nada bem. A gripe apoderou-se de mim e nao há benuron ou cegripe que me valha. Preciso mesmo de dormir e estar sossegada. A resposta foi para esperar, podiam precisar de mim. Estou sempre a aprender. Vim para não deixar ninguém na mão. Porque é um dia da semana importante. E, no fim, levo com este balde de água fria. Claro que já despachei tudo. Claro que já se esqueceram que estou doente. Claro que amanhã fico em casa e penso em mim e só em mim.

1 comentário:

Nina disse...

Rita, deixei-te um desafio no Vodkas!