sexta-feira, 10 de novembro de 2006

No fim tudo acaba sempre bem...

Saí do trabalho a espumar de raiva. A gaja não atendeu o telefone (olha a novidade...). Eram praticamente 21h. Fui directa ao monumental ter com dois dos leonardos (leia-se colegas que partilharam a casa comigo, quando vivi em espanha). Cinema foi mentira, eu ia com vontade de tudo menos de me enfiar numa sala sem poder falar... foi um dia puxado. Diria mesmo de uma pontinha de desilusão. Cenas. Mas os leonardos ouviram os meus desabafos. Ainda nos rimos. Porque a vida tem altos e baixos e há que não esmorecer perante as contrariedades. Não devem estar a perceber nada, mas também não é importante. Jantei uma mega pita shoarma. Contei todas as novidades (e mais algumas), eles só diziam que a minha vida é digna de uma série de TV, com episódios independentes. Um deles seria "A saga do colchão", o outro seria "A saga da actriz que não atende o telefone" e haveria outros tipo "Só te interessas pelos gajos errados" ou mesmo "Que mais poderia acontecer?". Rimos a bom rir. A Leonarda lamentava-se de não ter uma vida agitada como a minha. O Leonardo diza que nós damos com ele em louco com tanta conversa confusa. Eu esquecia-me do que ia dizer, tal era o stress mental. Enfim... Entretanto ligou-me o meu amigo Begnagdo, pantufo, laguico, "guita, bora sair" (não sem antes me ter assustado a dizer que tinha visto o meu carro a ser rebocado à porta do monumental...). Foi ter comigo ao Saldanha. E fomos beber uma mini. Desabafo aqui, desabafo ali, uma amizade que não tem limites. Ele sabe quando eu não estou nos meus dias. E no fim, depois de conhecer o carro novo dele, ao ir-me embora, lançou-me o maior piropo da noite: "Estás óptima! Pelo menos de trás" E depois riu-se feito tolinho! O que vale é que a nossa amizade é feita de sinceridade. Quando eu estava uma texuga, ele dizia-mo com todas as letras (e com ar de nojo :P) (e o que eu ficava lixada, senhores!). Ao fim de um dia de merda (como o de hoje), os amigos safam-nos sempre. Ouvem-nos sempre. Abraçam-nos sempre.

Sem esquecer que a amiga Inês fez questão de me enviar uma sms, quando saímos do trabalho, que dizia:

"Dá-te por contente por só trabalhares 11 horas por dia. Há meninos nas fábricas da India a trablhar 16 horas seguidas! LOL"

Haja amigos assim ; )

7 comentários:

iksvodaled disse...

Uma mini?? Tu foste beber uma mini?? Começo a gostar de ti :)

eumesma disse...

Com amigalhaços assim, até eu trabalhava 24 horas por dia, com um ganda sorriso...lol

Minis, é que não gosto,nem minis nem maxis, que o cheiro da cerveja enjoa-me...

Tudo está bem quando acaba bem. :-)

Bjs

sinhó disse...

:)) At the end of the day, what u can do, it's be there...

Lipa disse...

tou a ver que o trabalho está demais? Tens que manter a calma... Mas no fundo até gostas do que fazes não é? E isso já é gratificante...

Aisling disse...

Tudo se torna mais fácil com amigos assim! ;)
Uma imperialzita ou uma mini também ajudam!! ;)

Nuno disse...

Estou a ver que estás bem servida na amizade, os amigos são de facto um dos pilares que sustentam a nossa vida,é quando estão por perto ainda melhor. ;)

Nuno

Anónimo disse...

com tanta saga e tas firme.... encara é o "touro" de frente e ainda lhe fazes uma pega!