terça-feira, 3 de outubro de 2006

Luto

Este blog está de luto. Durante dois dias apenas reinará o silêncio. Tudo por respeito a ti. Volto logo que possa. Vou ter com o meu pai e com a minha avó. Beijos.

23 comentários:

ines disse...

Muita força amiga! Quero que saibas que estou aqui para o que for preciso. Beijo muito grande.

cochiuato disse...

O ciclo natural da vida é sempre muito triste para os que ficam cá. Ver partir aqueles que nos são queridos é duro, mas o importante é aquilo que fizeram em vida, e é por isso que no nosso coração nunca partirão.

Maria H disse...

Coragem! Bjs

Hugo Cunha disse...

Olá...coragem.
Ver partir quem a nós dedicou toda a sua vida, custa... mas só temos de ter coragem, para que se orgulhem daquilo que nos ensinaram pela vida fora. Força

rafa disse...

amiga, muitos beijos e qqr coisa q precises, é so avisares.

Anónimo disse...

Querida

Muita força. Estou aqui para ti! Sabes que terás sempre o meu colo e os meus abraços...

Beijos Denise

Sílvia disse...

É triste, mas é mesmo o ciclo...tb já não tenho os meus 4 avos e sei que é muito dificil...principalmente quando temos uma ligação forte e tb é doloroso ver as pessoas à nossa volta a sofrer...Força, Bjs

neuza disse...

oi amiga,se precisares de alguma coisa avisa.Beijos

Anónimo disse...

Olá Rita,força e qq coisa já sabes...beijo natt

Ana disse...

Beijo grande, Rita!

roque disse...

Força!

roque disse...

Força!

Ziza disse...

Olá.
Todas perdas são difíceis, mas a dos nossos "segundos" pais são, de facto, irreparáveis. Fica a dor, com o tempo chega também a saudade... mas fica igualmente a memória que luta contra o apagamento de tantos e tantos bons e insubstituíveis momentos partilhados.
Muita força.

pedro disse...

It's the circle of life. Há quem não perder as forças e saber aceitar. A maior demonstração de sabedoria e poder é aprender a aceitar

Bj gd,

p

Anónimo disse...

um abraço apertado e um bj sentido *

Maria

eumesma disse...

Olá

Não te conheço (fisicamente) mas conheço bem a dor de perder uma pessoa chegada, muito chegada que foi o meu pai, qd eu tinha 18 anos.
Portanto, envio um abraço de muita força...e acho que nada há mais a dizer num momento como este.

abox disse...

vim só deixar-te um beijinho!

Anónimo disse...

um bj mt mt grande da amiga Daniela!

Anónimo disse...

Um grande abrazo sentido!

N há ninguem que substitua um avô...

Peter

Lipa disse...

Coragem!!!

Tino disse...

Minha querida, foi o meu avô que me avisou que estavas a sofrer. Os avós são sempre assim. SEMPREEE. Beijos

Tino

Miluxa e filhos disse...

A sogra do teu mano e os filhos mandam um grande beijinho a acompanhar os momentos piores e melhores.

Scr34m3r disse...

Como sempre atrasado, sabes que leio o teu blog de cima para baixo. Mas pronto, para o ano irás passar por aqui e irás ler isto e nessa altura o meu abraço e beijinho estarão mais actuais do que agora :). Força!