terça-feira, 5 de setembro de 2006

Sonho

Uma noite abrasadora. O termómetro marca 30 graus. Vou-te buscar. Rumamos para os lados de Cascais. Quando damos por nós, estamos no Guincho. Tu bebes uma cerveja cujo nome não me recordo. Eu uma caipirosca. Descalçamo-nos e vamos para a areia. O mar está mesmo ali. A noite está perfeita. A lua ilumina-nos. Os pescadores estão sossegados. E outras pessoas andam por ali. Conversamos como se não houvesse amanhã. Rimos a bom rir. A areia vai entrando nas roupas. E nós vamos ficando cada vez mais próximos. Não está frio, mas tu abraças-me carinhosamente. Ficamos ali esquecidos. Como se de um dia de férias se tratasse. Beijo-te o pescoço e provoco-te arrepios. Tu agarras-me com força. O caminho de volta é nosso. Completamente nosso. E o que se segue só a lua e as estrelas podem saber. Gostei de sonhar contigo. És sempre bem-vindo : )

7 comentários:

CriticóComentador disse...

O gajo que rejeitar este engate com esta descrição à Eça de Queirós, é gay...
Que "gandas" sonhos que andas a ter...Muda de cereais...

CriticóComentador disse...

O gajo que rejeitar este engate com esta descrição à Eça de Queirós, é gay...
Que "gandas" sonhos que andas a ter...Muda de cereais...

Rituxa disse...

Quem me dera sonhar assim :)

Jordan disse...

Sonho... ou realidade ;)?

abox disse...

uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
estás in love?
lol

Ana disse...

E muitas vezes...a sonhar é que a gente se entende!

Parafina disse...

Com sonhos desses..prefiro nunca acordar!