quarta-feira, 3 de maio de 2006

Ser feliz

Domingo aterrei às 9 da matina. Banho. Desfazer malas. Almoçar com o Pipo. Comprar dois pares de calças de ganga (porque precisava MESMO). Visitar o pai. Tomar café com um amigo. Matar (parte das) saudades do Pipo. Jantar fora com ele e uns amigos. Picanha em Santos. Beber um copo no madeirense, number2 (acho q é assim q se chama). Matar (mais um pouco das) saudades do Pipo. Dormir muito porque o corpo assim pedia. Acordar bem tarde. Visitar a mami. O baguito. O mano e a cunhada. Comer um mega gelado. Jantar com os "noros". Dormir mais ainda. O jet-lag assim exige. Acordar, rumar ao trabalho. Esquecer-me que tinha uma reunião às 12h30 e ser salva pelo telefonema de uma secretária. Trabalhar o resto da tarde. Cafezar com a lezita. Encontrar a balancita querida nas amoreiras. Jantar no Alma Lusa com o Gonçalo e o David. Meter a conversa em dia com a Belinha. Fartar-me de rir, como sempre. E contar os dias até aos feriados de Junho para poder rumar à Praia das Maçãs e ao Algarve. E não pensar em mais nada. E não ter de me lembrar de reuniões marcadas há meses. E ser feliz. Hoje. Sempre. Para sempre.

4 comentários:

a retratada disse...

E vais ver que assim será, basta quereres e... fazer alguma coisita por isso!
Beijos ;)

Star * Dust disse...

É bom ir para fora mas é ainda melhor regressar!

JM disse...

welcome back :)

Sinhó disse...

:) é tão bom n é? Mas falta aqui uma pessoa: eu!!! desnaturada q ainda n disse nd desde q chegou! Magoei!;)