domingo, 7 de maio de 2006

Mãe

Sei que provavelmente não vais ler isto. Mas hoje é o teu dia. E não posso deixar de te dedicar umas palavras. Se calhar só as escrevo porque sei que não as vais ler. Porque sei que te trocas toda só a ligar um computador, quanto mais a chegar ao meu blog. Ao contrário de mim, não és viciada nestas novas tecnologias. Felizmente. És mãe, pai, irmã, amiga, mulher, filha. És tudo. Muito mais do que eu algum dia vou ser. Sei que não estás a atravessar a melhor fase. Sei que a vida é irónica. Mas também sei que és forte. E também sei que te amo. Incondicionalmente. E que faria tudo para te ver bem. E feliz. E a sorrir. E que não consigo, nem quero, pensar que um dia te posso perder. Pensar que a lei da vida dirá que tens de morrer primeiro que eu. E sentir automáticamente a dor da tua ausência. És a melhor pessoa do mundo. A mais cheirosa. A mais terna. A mais amiga. E não te troco por nada nem por ninguém. Porque mãe só há uma e mais nenhuma. E tu és a maior, a melhor, a mais querida. E és só minha. E dos manos. És só nossa. E de mais ninguém.

4 comentários:

Star * Dust disse...

AS mães são assim... são fofas!

ritolassss disse...

Chuif ... até fiquei com lagrimas nos olhos :,)

Lindo !!

O Amor é lindo

Jordan disse...

:))))
Está tudo dito!
(e acho q devias dar uma ajudinha e ligar o comp só pra tua mae ler isto - ela merece!!!!!)

nix disse...

Lindoooooooo!!!
A tua mãe ia adorar ler isto...
Bjs*****