quarta-feira, 31 de maio de 2006

Cautela

Hoje estava eu parada num semáforo, descansada da vida, janelas abertas, a trautear a música que passava na rádio, quando DO NADA quase que entra um gajo da CAIS pela janela a dentro. Meus amigos, não morri de susto por pouco... Não havia necessidade!!! Xiça...

4 comentários:

Hugo disse...

Uma amiga minha é que tem razão...eles andem ai! E não param de vende rpor nada.

Rituxa disse...

Não te preocupes que não foste a unica.
No outro dia estava no carro com umas amigas e como o gajo da Cais não conseguiu vender a dita revsita disse: "Então e um beijinho... não?!"

Olha... que medooooooo!

Star * Dust disse...

Não tenho paciência nenhuma para os "pedintes" de semáforo... aqueles que estão no mesmo cruzamento todos os dias à mesma hora! Já deviam saber que sou forreta... poupavam-se a si próprios e a mim também!!

Anónimo disse...

Curioso... Tive uma experiência semelhante na 6ª feira passada no semáforo do inicio da Av das Forças Armadas... Não é que o maluco, depois de me impingir a revista e eu recusar educadamente, pede-me uma beijoca?!?!?! E depois fica especado a olhar para mim! Foi muito mau! E ainda por cima já nao devia tomar uma banhoca há umas boas semanas! Felizmente tinha só um bocadinho da janela aberta... Já viram se tivesse a janela toda aberta e a porta destrancada?!?! Enfim...

Pat