quinta-feira, 28 de abril de 2005

A partir de hoje...

... uso lentes de contacto. Se soubessem a vitória que é para mim, não faziam esse ar de "mas qual é o grande acontecimento?"

Depois de ter tentado uma oculista que me acabou a dizer que as lentes não entram no meu olho e após ter ficado frustrada, pela primeiríssima vez, por ter pestanas grandes que não deixavam a lente entrar, lá consegui conhecer uma alguém que me ajudasse. Coincidência ou não, a pessoa que me "salvou" foi a tia do Pipo que é Optometrista. Olhou para mim e disse logo "passa lá que eu consigo fazer-te usar lentes". E assim foi. Fui a medo e, confesso, com muitas dúvidas. Mas a "tia Nandinha" teve mesmo o mérito todo. Para além de me ter ensinado a colocar "aquilo", me ter ouvido a resmungar, louvo-lhe a santa paciência que teve para me aturar... (não é tarefa fácil, não!)

Estou contente!! Ehehe!! E mais, cheguei a casa e já as retirei. ("Tia" fiquei com elas um pouco mais de 4 horas... estou desculpada??)

ESTOU ORGULHOSA DE MIM. Tal e qual uma criança quando consegue começar a andar de bicicleta sem a ajuda das rodinhas. Ora toma!

quarta-feira, 27 de abril de 2005

Na empresa onde trabalho...

... é obrigatório seguir as seguintes regras:

- Não fumar dentro do edifício (nem nas wc's - recentemente saiu uma comunicação interna a avisar aqueles que fumam às escondidas nas casas de banho...). Não sair durante o horário de expediente, salvo para almoçar ou para algum trabalho em exterior.

- Se a pessoa se esquece do cartão de ponto (sim, pica-se o ponto religiosamente!) das duas uma: ou paga 10 euros e entra, ou vai a casa buscá-lo e entra, ou volta para casa...

- Toda e qualquer pessoa (salvo muito provavelmente o administrador, ou o "tio", como é conhecido por entre as gentes que trabalham para ele) tem de possuir uma senha para aceder à internet, para que o controlo seja rigoroso (por controlo entende-se as páginas que se visitam, o tempo que se navega......and so on.....)

- Para cada trabalho ou artigo, como é denominado na linguagem jornalística, cada pessoa tem de apontar a hora a que lhe foi entregue a tarefa e posteriormente a hora a que terminou. Tudo para que os chefes preencham um relatório mensal ou semanal, consoante o caso, a entregar aos superiores. (mais uma vez para o controlo de quem fez o quê e quanto tempo demorou... )

- Os recursos humanos estão religiosamente atentos aos horários de entradas e saídas de pessoal. Se alguém chega sempre mais tarde da hora que é suposto, é chamado a atenção. Assim como se não prefizer as horas semanais que deveria... (estou prestes a ser chamada...)

- Agora corre o boato que os directores, se detectarem que alguém não trabalhou as horas que deveria em determinada semana, tem de avisar os recursos humanos para descontarem as horas.

- Os telefonemas são controlados com rigor. Tanto os de telefones directos como através das telefonistas.

Ok, agora que já choquei mais uns quantos já posso dormir descansada. Tinha de partilhar com alguém. Isto de se ser subordinado e ter de baixar a cabeça não é tarefa fácil. Mas entre esta situação e o desemprego, o que preferiam? Exacto, é isso mesmo.

sexta-feira, 22 de abril de 2005

Chegar à campainha

Ontem fui a casa dos meus avós. Estava no trabalho e resolvi ligar-lhes a saber se estariam em casa quando eu saísse da empresa. Tudo ok, nenhuma objecção e lá fui eu. Estacionei mesmo à porta, coisa difícil naquela zona e chegou a hora de tocar à campainha. Naqueles instantes em que esperei que a porta abrisse cá me baixo pus-me a pensar... a olhar para a porta, a olhar as campainhas e a lembrar-me que quando eu e os meus irmãos eramos crianças, era uma guerra para ver quem tocava. Ou melhor, quem conseguia tocar. É que a grande façanha era mesmo ter de trepar a porta para alcançar a campainha, tal era o nosso reduzido tamanho. Se dantes eu só chegava à maçaneta da porta, hoje a minha cabeça passa as campainhas... comentei com a minah tia que só me respondeu: "fazias isso eras miúda tal como o teu pai e as tuas tias". Ou seja, é "uma tradição" que vem de trás. Será que o baguito ainda vai ter oportunidade de trepar a porta?

A rapidez com que os anos passam assusta-me...

quinta-feira, 21 de abril de 2005

Quem foi?

Acordar ao som dos Da Weasel com a letra "a loja vai fechar... e o puto não comprou nada!!!!" (cantar em versão rap e mixada) é muito mau... passei a manhã com a puta (ops...) da canção no ouvido... quem é que deu mesmo o globo de ouro a estes gajos???

Hoje...

... a caminho da casa da Inês, parada no semáforo, assisto à seguinte cena:

um senhor dos seus 60 e muitos anos, com um ar sujo (nem sei se esta é a palavra exacta - talvez ignorante, simples, palerminha...) vai ter com a sua "namorada", ou lá o que ela lhe era, abraça-a, dá-lhe beijos, e tungas: apalpa-a em grande nas partes baixas. A mulher, coitada, que nem reagia à euforia do parceiro, só teve tempo de fazer um sorriso amarelo. Olhei para o carro do lado, onde um homem se ria que nem um perdido. Eu não sabia se havia de rir... fiquei estilo "mas que raio se passa ali?", lol!!! (cusca em acção!)

Estamos bonitos estamos...

Preservativos

Ontem foram uns meninos, à empresa onde trabalho, distribuir a mais recente novidade da Benneton: preservativos. (deviam pagar-me pela publicidade, chulos!!!)
Quando a minha directora perguntou quem queria os dela, não fui de modos e voluntariei-me logo. Nem era que precisasse deles, mas acho que é a minha veia mitra a dar de si...

Quando fui buscar os preservativos dela, ouço assim:

"Toma lá duas quecas de borla!".

Fiquei chocada. Uma senhora dos seus 50 e muitos anos. Uma directora de um departamento. Enfim, ele há de tudo. O que uma pessoa tem de ouvir nos dias que correm! (fala a púdica...)

blá blá... blá

Hoje saí do trabalho num ápice porque tinha marcado hora para ir cortar o cabelo. É incrivel como uma mulher vai com a ideia de fazer uma coisa e acaba sempre fazer duas ou três. Cortei o cabelo, arranjei as unhas e fiz as sobrancelhas e o buço...

De seguida, uma boa de uma jantarada em casa da Sinha (após cerca de 140 mails (literalmente!) para combinar hora, local e afins). Eu, Inês, Jordan, Sinha, Lé, João pianista e Diana. Muita risota. Um belo "repasto" feito pela nossa cozinheira de serviço, Maria João. Uma cheesecake deliciosa levada pela Jordan. Nham nham. Cada vez adoro mais estes convívios. Valorizo mais quando estou com as minhas amigas. E cada vez me sinto mais velha... às 23h30 já abro a boca. Sinto-me cansada e o corpo pede descanso. Será normal?

Entretanto está decidido: vou fazer cardiofitness duas vezes por semana. Tem de ser. O corpo pede. Pareço uma baleia. Mete nojo!

Fui...

No outro dia...

... o Pipo teve uma entrevista de emprego em Oeiras. Não sabia onde ficava uma rua e, com medo de se perder, perguntou-me se eu sabia (olha a quem é q ele foi perguntar!!ahhaah!). Eu, por acaso (SÓ POR ACASO), estava no MSN e reparei que a Joana que esteve comigo em sevilha também estava on-line. Ela é de Oeiras. "Nada como lhe perguntar", pensei eu.

"- míúda, estás boa? olha, tu que moras em Oeiras diz-me lá onde fica a rua XYXXYXY?"
"- Oh Rita, eu estou a fazer o programa Contacto, no Brasil, não falamos há séculos e tu perguntas-me onde fica uma rua em Oeiras?"

Excusado será dizer que naquele momento desejei ter etsdao caladinha... sou mesmo má amiga... : (

Desculpa menina, tu sabes que não foi por mal... até te dediquei um post quando foste embora, chuif... mas sou despassarada... ok, já me calei...

segunda-feira, 18 de abril de 2005

Chegada de um fim-de-semana...

... em Sta Cruz, só me resta dizer:

"NUNCA MAIS É SEXTA-FEIRA".....

P.S. Foi do melhor: sopas, descanso, mar, cafés, namoro, felicidade, and so on... para a semana lá estarei, again ; )
Enquanto não chega, estou aberta a convites para cinema, sessão das 19 horas. Ouviste Sinha???? (Lé, Inês, Cláudia, Jordan, João..............)

sexta-feira, 15 de abril de 2005

Sou má pessoa

Estive desde as 10 da manhã até às 4 da tarde no tribunal criminal de Sintra.

Fiquei na redacção até bem mais tarde do que seria suposto.
Fui outra vez ao cinema - "Miss Detective".

Estive com o baguito... (estou a suspirar)

Fui cafezar com o Pipo.
Não fui ver o Newcastle perder.

E sim, sou ignorante Mário, tens toda a razão. Nenhuma portuguesa, que se preze minimamente, torce por uns ingleses quando a equipa adversária é do seu país... mas é algo que não te sei explicar... Tipo, hoje irritou-me o SCP ter ganho... desculpa...

Conclusão: Sou má pessoa (no tribunal ouvi de td "os jornalistas são uns porcos, uns prostitutos, bla bla"). Não torci pelo SCP. Em lugar de ter ficado orgulhosa de ter dado tempo à casa, fiquei piurça por ter de sair mais tarde do que aquilo a que estou habituada (típica portuguesa...). O Pipo diz que estou sempre a criticá-lo (desculpa...). Não jantei com a família e fui para o cinema.

E SIM, só posso estar a fazer-me de vítima : P

Estão a ver?? Já estou neurótica, porque são 1h08 da matina e devia estar a dormir. Já não vou ser a mesma amanhã... (n tem nd a ver, mas lembrei-me... bastou olhar p o #$%& do relógio)

FUI

quinta-feira, 14 de abril de 2005

Já consegui

compensar as minhas faltas ao cinema: fui ontem e hoje. ASSALTO À 13ª ESQUADRA e O AMIGO OCULTO. Gostei muito dos dois : ))

E amanhã vou gritar pelo Newcastle, directamente de um camarote daqueles finórios com direito a comes e bebes, no estádio de alvalade. Que aqui a menina trata-se bem : )

LAIRAIRAI

segunda-feira, 11 de abril de 2005

blá blá... blá

Todos os dias penso "tenho que escrever no blog, contar isto, contar aquilo"... e todos os dias penso "vou beber café e depois escrevo" ou "é fim-de-semana e vou passear" ou ainda "estou morta, não tenho paciência". Quando, finalmente, chego a casa, já é tarde, ou perdi a vontade, ou esqueço-me... ou.................

Ando uma desnaturada, é um facto. Ainda por cima o meu Benfica ontem perdeu... e para piorar tudo o Sporting lá conseguiu ganhar... e o Beira-mar ser roubado... e com isto tudo (oh que vida mais triste, ahahahhaha) ando desmotivada. Pior: perdi 5 euros para o pai do meu namorado... apostei que o SLB ganhava ou empatava (a parte do empate fui eu q fui sacana... ora toma que foste castigada!!!!).

Mas caros leitores, desenganem-se se acham que a minha vida é uma seca, que não há nada para contar. Tenho aproveitado os dias o melhor que posso. Fins de semana na praia, bares, amigos, namorado, descanso. O Bernardo agora chama-me "guita-pantufa", porque estou sempre a dizer que não vou sair, que estou cansada, que quero sossego... ber, tu não sabes é q eu sempre fui assim, meio preguiçosa-cortes-do-programa-calminho. : ) mas adoro qd me chamas pantufa. é querido, ihihihih! Lá me perdi eu na conversa, outra vez... Por exemplo, no Sábado lá fui até à Praia Grande com o namorado e amigos, passeei pela areia, não subi p ver as pegadas de dinossauro (ah gd mano e gd mario!), comi sapateira e saladinha de polvo e quando voltei estava feliz : ) No Domingo a mãe do Namorado ainda me presenteou com uma bela sessão de crepes de chocolate e gelado... venham calorias, não tenho medo de vocÊs!! Chlép!

De semana faço por chegar do trabalho, dormir 1 horinha, ou duas... jantar... e cafezar, como manda a praxe. tentar sempre estar na cama por volta das 00h... nem sempre csgo e deixem-me q vos diga q parece q fico neurótica se me deito mt mais tarde... começo a fazer contas d qtas horas vou dormir... pior: qd ponho o meu tlm p despertar ele faz o favor de me dizer qtas horas faltam p as 8 da matina... SURREAL!

Provavelmente estou a falar de mais (como diria o shaper), mas estou-me nas tintas. É para compensar o que não escrevo. E de interessante isto não tem nada, mas continuo-me nas tintas. Ao menos não me estou a chorar porque a vida é uma merda, ou a fazer textos completamente depressivos. Vá aturem-me!!! E sim, espero comentários de sinhas, jordans, marios, esses q gostam de me ler : )

E mais, já terminei o meu especial sobre sopas, já fiz outro sobre cerejas, e a vida é bela. e amarela. e na 5ª f vou ao tribunal criminal de Sintra testemunhar num caso sobre uma menina-que-se-acha-famosa. E pronto, vai ser uma manhã passada fora da empresa... mas a ser esmifrada com perguntas. Venha o Diabo e escolha...

E já sinto falta d ir ao cinema, ando a falhar. amanhã lá terá de ser! E hoje na redacção resolveram por uma puta de uma ventoinha a apontar para a minha cara. Abrir a porta para eu apanhar frio nas costas. Andam todas com problemas hormonais e quem se lixa é o mexilhão mais novo. E no Sábado o baguito dormiu cá em casa pela 1ª vez. Portou-se muito bem. Já solta gargalhadas. E eu continuo babada. (embora digam q os bebés são todos iguais... bah!).

E pronto... vou fazer um stand by e quando chegar escrevo mais (NOT, porque vou estar sem pachorra, e tudo o mais - leiam o inicio do post, bahhhh)

sexta-feira, 8 de abril de 2005

Estou baralhada...

Alguém me diz o que isto é?????????????

quinta-feira, 7 de abril de 2005

Sabiam que...

...uma cebola de tamanho médio tem 20 calorias? AH POIS É... cambada de ignorantes! humpf!!

Image hosted by Photobucket.com

segunda-feira, 4 de abril de 2005

O meu sobrinho : )

Image hosted by Photobucket.com

O amor...

Image hosted by Photobucket.com

A inocência...

Image hosted by Photobucket.com

A ternura...

Image hosted by Photobucket.com

Texto de Miguel Falabella publicado no jornal O Globo

Trancar o dedo numa porta dói.

Bater com o queixo no chão dói.

Torcer o tornozelo dói.

Um tapa, um soco, um pontapé, doem.

Dói bater com a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua,
dói cólica,cárie e pedra no rim.

Mas o que mais dói é a saudade.

Saudade de um irmão que mora longe.

Saudade de uma cachoeira da infância.

Saudade de um filho que estuda fora.

Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.

Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu.

Saudade de uma cidade.

Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.

Doem essas saudades todas.

Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.

Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.

Saudade da presença, e até da ausência consentida.

Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.

Você podia ir para o dentista e ela para a faculdade, mas sabiam-se onde.

Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.

Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor,

Ou quando alguém ou algo não deixa que esse amor siga,

Ao outro sobra uma saudade

que ninguém sabe como deter.

Saudade é basicamente não saber.

Não saber mais se ela continua fungando num ambiente mais frio.

Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.

Não saber se ela ainda usa aquela saia.

Não saber se ele foi na consulta com o dermatologista como prometeu.

Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania

de estar sempre ocupada;

se ele tem assistido às aulas de inglês,

se aprendeu a entrar na Internet

e encontrar a página do Diário Oficial;

se ela aprendeu a estacionar entre dois carros;

se ele continua preferindo Malzebier;

se ela continua preferindo suco;

se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados;

se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor;

se ele continua cantando tão bem;

se ela continua detestando o MC Donald's;

se ele continua amando;

se ela continua a chorar até nas comédias.

Saudade é não saber mesmo!

Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos;

não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento;

não saber como frear as lágrimas diante de uma música;

não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer.

É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...

É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.

Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer;

Saudade é isso que senti enquanto estive escrevendo e o que você,

provavelmente, está sentindo agora depois que acabou de ler...


(Miguel Falabella)

domingo, 3 de abril de 2005

Moi a pensar que a 2ª feira está à porta...

Image hosted by Photobucket.com

Xoninhas sempre sorridente

Image hosted by Photobucket.com

Kika, moi même e Joana

Image hosted by Photobucket.com

O mano

Image hosted by Photobucket.com

Festival mandarin

Hoje à noite fui, juntamente com a Joana, xoninhas, kika, mano e bernardo a um jantar, em casa do sebastião, intitulado de "Festival Mandarin". Ou o "manjar" não fosse comida chinesa. Erámos mesmo só nós e foi de chorar a rir. Ficam as fotos ; )


Image hosted by Photobucket.com

Papa vs Media

Sua santidade Papa João Paulo II faleceu ontem. Se dependesse dos media teria morrido bem antes, ou não tivessem começado a dar o senhor como prestes-a-morrer várias semanas antes. Não podiam ter-lhe dado descanso? Deixá-lo morrer em paz? O que vale é que onde está agora já ninguém o poderá incomodar. Que descanse em paz. E que alcance tudo aquilo que tanto defendeu em vida. Paz, harmonia e o bem estar mundial.

sábado, 2 de abril de 2005

Nada como...

... acordar a ouvir a chuva a bater na janela e pensar "estou quentinha e vou continuar a dormir porque hoje é sábado, lallalala". : ))))))))))))

Image hosted by Photobucket.com

O choque

No outro dia, ao chegar ao trabalho às 9h20, estou prestes a entrar no edifício e deparo-me com uma bela cena (NOT):

Uma directora qualquer (tinha acabado de estacionar o carro no sítio dos directores) saía da sua viatura e... tungas, manda uma bela de uma "escarra" para o chão, como se nada fosse. Epá, tinham de ter visto a minha cara de nojo, surpresa, espanto, choque... podem dizer que fica feio uma mulher dizer palavrões e tudo o mais. mas... cuspir/escarrar para o chão é de mais. Ultrapassa tudo... e quando digo escarrar é porque a dita fez o barulho digno de um taberneiro podre de bebedo e cheio de espectoração.

Excusado será dizer que o dia correu MUITO MELHOR... irra!!!!