segunda-feira, 31 de janeiro de 2005

Rita volta a ser uma menina séria...

...porque, a partir de amanhã acaba-se a boa vida! WEEEEEEEEEEEEEEEE!!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2005

Preterir? Estás a chamar-me algum nome??

Tenho que partilhar uma coisa convosco, ahhaha. (sim, já me estou a rir...). Desta vez vou contar como aprendi o significado do verbo preterir (se n sabem o significado procurem). Uma história muito interessante. A mim dá-me vontade de rir (já vão perceber porquê).

Ora, aqui há uns largos anos estava eu com o namorado da altura que insistia em ter algo intimo (eheheheh). (ok ok, fazer amor). A mim não me apetecia, ou não estava com pachorra para ele, ou estava chateada, já não me lembro (devia ser uma daquelas dores de cabeça...) e disse-lhe. Ora, o rapazito sai-se com uma frase com um ar triste:

"estás a preterir-me...".

Epá, confesso que com os meus 18 anos deveria ter obrigação de saber o significado de tal verbo. A verdade é que não sabia mesmo. Mas não me desmanchei. Acenei com a cabeça como quem entende muito bem o que ele quis dizer.

Fiquei a matutar naquilo e, como curiosa que sou, mal cheguei a casa corri para o dicionário. BINGO! Lá estava o significado. Acho que devo ter ficado com um certo peso de consciência, mas hoje quando me lembro disto rio-me a bom rir.

E pronto, mais uma "bela" história da minha vida!


Cuidado com o "bicho"

Ando há uma semana, mais coisa menos coisa, toda constipada, sempre a fungar, com dores de cabeça e uma tosse seca. O "bicho" anda a ver se me apanha, mas com os meus 5 benurons por dia (um d manha, outro ao almoço, outro a meio da tarde, um ao jantar e um ao deitar) não há quem me apanhe. Continuo a fazer a minha vidinha de sempre até que a gripe me assole de vez. Já sei que quando estiver febril, se estiver porque ando a lutar contra isso, não vou conseguir sair de casa e andarei sempre a dormir. Há que aproveitar enquanto posso.

E hoje fui, logo pela manhã, a uma entrevista onde me pediram para fazer uma locução. Sou gaja de sorte ou nem por isso? Com esta bela voz de bagaço lá fiz aquilo... claro que o resultado só pode ter sido PÉSSIMO. Agora não me venham é dizer que foi por falta de esforço porque desde ontem que não pensava noutra coisa, a insegurança apoderou-se de mim, chegando mesmo a ficar paranoica. Sou eu mesma: a miúda de extremos. Que vive tudo muito intensamente. Aquela que tem suores frios, vómitos e tonturas antes de se prestar a algo realmente importante na sua vida. (já sei que não sou normal, querem o quê??).

E hoje o meu companheiro de casa lá em Sevilha vem almoçar cá a casa. Vou ver as fotos dele, matar saudades da Avenida Ramon y Cajal e rir que nem uma perdida com o que vivemos lá. Ai se a saudade matasse...

Pronto, a fungosa aqui vai retirar-se de fininho para não incomodar ninguém, OK????




terça-feira, 25 de janeiro de 2005

Quem disse que eu era normal?? - Parte II

Voltei a sonhar com cenas realmente estranhas... desta vez foi com os tempos de faculdade. Nada de anormal ou não fosse eu sonhar isto com alguma frequência. (tendo eu terminado o curso há 3 anos, não mesmo nada normal!)

Estava numa aula onde ia fazer uma apresentação oral de História e tive uma branca. E, no dia seguinte, ia ter uma frequência de Português e não tinha caderno nem nada por onde estudar... só me lembro do meu pânico a pedir apontamentos a uma colega (sempre q sonho c isto, estou sempre em pânico por n ter nd por onde estudar...). Gostava realmente de saber o significado disto!

Saudades de estudar não são de certeza, irra!! E, para além disso, parece que vou tendo deja vu's cada vez que sonho com estas merdas.

LAGARTO LAGARTO LAGARTO

segunda-feira, 24 de janeiro de 2005

Carnaval

Ao ler o blog da minha amiga Jordan fui, obrigatoriamente, lembrada que o carnaval está aí à porta... Quem me conhece o suficiente sabe que não sou grande adepta desta época, das máscaras e das fatiotas. Mais, não tenho mesmo paciência! A única coisa que realmente gosto é da jantarada de amigos (onde sou das poucas que não se mascara) e do convívio. Confesso que sou uma tipa sociável, dada e que gosta de estar rodeada de amigos. E se o carnaval tiver de existir nem que seja por esse pretexto, então venha ele!

Agora, não me obriguem a ter de vestir um fato qualquer (ouviram Jordan, Inês e Sinha???) e a ter de fingir que me divirto. Chega-me ver-vos completamente diferentes dentro das vossas fatiotas maravilha! Ouvir-vos gritar no karaoke, sair do restaurante a cheirar a chinês e com uma barrigada de um dos pratos com que o Sr. Chung nos costuma presentear (é verdd, o homem afinal já voltou ou q?).

Só de me lembrar do ano passado, em que o meu amigo Bernardo foi ter ao restaurante e eu e a Cláudia enchemos o seu belo blusão de cabedal de uma merda qualquer que parece serpentina saída de um spray, até fico mal disposta (lé, livra-te d comprares essa porcaria de novo!). Só sei que me saiu caro... e foi por pouco q n tivemos d pagar um novo blusão ao Ber que caiu ali de para-quedas.

Enfim... nunca mais chega a páscoa... ovinhos d chocolate, nham nham... (tem td a ver...)

Quem disse q eu era normal??

Desconfio que a minha imaginação está a passar por uma crise de identidade muito grave:

Esta noite sonhei que fui a uma discoteca no Algarve, em Portimão, chamada Kiss. (sei q existe uma c este nome, mas n faço ideia se fica em portimão...). Lembro-me q estava com mais 3 pessoas (cujas caras n me recordo...) e q td se passou à saída da disco. Iamos a descer as escadas para sair e o porteiro deparou-se com uns problemas com uns tipos à saída. Com toda a confusão, duas das pessoas que estavam cmg foram atingidas e ficaram, cada uma, sem uma perna. Foi um terror, meteu programas de TV ao barulho e, n sei bem porque carga de água, acordei com uma dor de cabeça insuportável. (...).

Eu já sabia que "n jogava com o baralho todo", que é como quem diz, quando era miuda sonhava que ia visitar o meu antigo colégio e que aquilo eram só cacifos e à medida q ia abrindo um a um me iam caindo os cadáveres das minhas professoras em cima. Já p n falar de qd sonhava q o meu pai era ladrão...

Desconfio (mais uma vez...) que seria um caso de estudo bem interessante. Iriam rir-se muitissimo às minhas custas e os mais sérios ficariam aterrorizados.

Ah pois é... olhem lá para a minha cara de preocupada ; ) É tão bom ter um pouco de loucura : )))))

sexta-feira, 21 de janeiro de 2005

quinta-feira, 20 de janeiro de 2005

Importa-se de repetir?

Será possível que não chamem uma pessoa a uma entrevista de emprego por "excesso de currículo"? Onde é que já se chegou? Teremos de passar a omitir informação se quisermos trabalhar?

Todos os dias envio currículos de resposta a anúncios e o que é facto é que o feedback é pouco ou nenhum. Não percebo se serão muito exigentes ou se sou eu que exijo de mais:

No outro dia fui a uma entrevista para tradução a full-time, numa empresa de sistemas de informação, e o campo "remuneração" era de preenchimento obrigatório. Ora, sem pestanejar escrevi 800 Euros (e aquilo era na Parede, por isso até pedi pouco). Tal não é o meu espanto quando olho para a gaja ao meu lado (que era burra de tds os dias, formada mmo em tradução e dizia q a tinham enganado pq os testes eram p fazermos retroversão e n tradução, e q assim já n sabia fazer...). Ok, desculpem, já me dispersei. Estava a contar: quando olhei para o lado e olho para a folha da rapariga que foi a entrevista no mmo dia q eu. Ora, então n é que a "andorinha" pedia 400 euros de remuneraçao???????? Fiquei para morrer. A achar q a tipa era d outro planeta... ninguém no seu perfeito juizo pede aquele valor para um emprego a tempo inteiro... só se a miúda tem noção que n dá uma p a caixa e a sua sensatez a impede de pedir mais... (sou má confesso...)

Enfim, tb n interessa nd pq entretanto recebi um mail a dizer que n passei à segunda fase (o q n me chateou muito pq passar os dias a traduzir coisas de informática não é propriamente o meu sonho!).

Ora se até para estágios remunerados eu envio e n me chamam, as minhas dúvidas persistem: que mal tem o meu currículo?

Meus caros, a menina n está desesperada... é só p verem o estado do nosso país. Tá malecos... entretanto vou comprando o DN, vendo os anúncios, acordando mais tarde e esperando que o telefone toque : )


segunda-feira, 17 de janeiro de 2005

My Romance

My romance doesn't have to have a moon in the sky
My romance doesn't need a blue lagoon standing by
No month of may, no twinkling stars
No hide away, no softly guitars
My romance doesn't need a castle rising in Spain
Nor a dance to a constantly surprising refrain
Wide awake I can make my most fantastic dreams come true
My romance doesn't need a thing but you.

(brigada André, copiei do teu blog :P)

Quem sou eu?

pilot.
You are the pilot.

Saint Exupery's 'The Little Prince' Quiz.
brought to you by

sábado, 15 de janeiro de 2005

Sou feliz : )

A AMIZADE É O MELHOR DO MUNDOOOOOOOOOOOO

Ber e Guita : )


Serra da estrela


Drª Maria João :P


Rock in Rio


Praga


Goofy : )


Qualquer semelhança com a realidade...


Lindas!


Venham mais férias!


Vamos ganhar!!!!!


Quem é quem?


Tamos bonitas, tamos...


PAV girlss


Assassinosss


Friendsssssss


Ritasss


Mano : )


Bufaloooooooo!


: ))))


Weeeeeeeee!


Oléeeeeeeeee!!


Meninooooooooo


Que gde porcaria!


Ah marocas : )


Alegria!!!!


: )))


Tão bommmmmmmmm


Amizadeeee


Amizade


DEVANEIO

COMO O MACACO GOSTA DE BANANA, EU GOSTO DE TI!!

(VIVA O JOSÉ CID...)

(ORA TOMA!)

Valor

Hoje, em conversa com um amigo que me dizia que estava farto de miudas, que queria uma mulher. Que são todas umas crianças, blá blá (conversa de um tipo magoado...). Dps vira-se e diz "preciso é de uma mulher como tu, és responsavel, tens conversas inteligentes que traduzem um pensamento critico evoluido, escreves bem, tens ambição"(excerto retirado do MSN) , ao que eu respondi "sim, sem emprego, namorado já era... realmente muito interessante". Ao que ele me respondeu: "Rita, uma nota de 100 euros amachucada vale exactamente o mesmo".

Fiquei a pensar na frase e fico feliz por ver que há alguém que me dá valor... pena que não seja a pessoa que desejaria (andré, não é nada contra ti, lol. isto é conversa de outra tipa magoada ; )

Afinal o mundo não está perdido!! LOL

Make It All Okay

REM
From: Around The Sun


You threw away the ballast and you rowed your boat ashore
Didn't you, now? Didn't you?
You made your ultimatum too big to ignore
Didn't you, now? Didn't you?
So you worked out your excuses, turned away and shut the door.

The world's too vast for us now, and you wanted to explore
It's a long, long long road

And I don't know which way to go
If you offered me your hand again I'd have to walk away.
When I saw you at the street fair, you called out my name

Didn't you, now? Didn't you?
You said we could start over, try and make it all okay.
Didn't you, now? Didn't you?
So our past has been rewritten

and you threw away the pen.
You'd said that I was useless,
but now you'll take me in again
Well Jesus loves me fine.

And your words fall flat this time.
Was it my imagination, or did I hear you say,

"We don't have a prayer between us."
Didn't you believe that I have finally turned away?

Didn't you, now? Didn't you?
Anything to hold onto to help me through my day.
Didn't you, now? Didn't you?
Jesus loves me fine. But his words fall flat this time.
It's a long, long long road

And I don't know which way to go
If you offered me your world, did you think I'd really stay?
If you offered me the heavens, I would have to turn away.
Was it my imagination, or did I hear you say,
"We don't have a prayer between us."
Didn't you, now? Didn't you, now?Didn't you?

sexta-feira, 14 de janeiro de 2005

Avó

Uma destas noites sonhei contigo. Estavas linda, cabelo aperaltado, maquilhada e bem arranjada, como gostavas de andar sempre. Quando te vi senti uma felicidade extrema. O teu cheiro, o teu calor, o nosso abraço tão sentido. Percebi que tinha muitas saudades tuas. A falta que me fazes. E como gostava que aqui estivesses comigo. Quando acordei estava serena, calma e feliz. Acho que nada acontece por acaso e o ter-mo-nos encontrado nos meus sonhos foi como que um sinal.

Amanhã farias anos. Se cá estivesses provavelmente não terias uma festa à tua altura. Era dificil agradar-te. Eras uma pessoa exigente. Uma pessoa que amei com toda a minha alma, com quem refilei (eu refilo com todos os que amo...) e de quem nunca pensei vir a sentir tanta falta. Mas isso é sempre assim n é? Só quando perdemos os que amamos é que vemos que afinal o sentimento era bem maior, mais forte e especial do que algum diz imaginámos. Fica sempre muito por dizer. Gostava de te ter dito tanta coisa. Gostava de ter estado mais contigo. E dizer-te que foste a avó mais importante que tive.

Pergunto-me o que acharias da minha vida nesta altura. Talvez, como sábia que eras, dissesses que tenho que assentar. Encontrar alguém que me ame, que me ature e que me faça feliz. Pois é avó, mas sabes, os tempos agora são outros. Deves ter assistido a todas as minhas asneiras. Não sei o que pensaste quando decidi ir para Espanha. Enfim, sinto falta da tua presença para te poder contar o que me vai na alma. As minhas alegrias, tristezas. Falar-te dos meus amigos, um por um. Pedir-te conselhos. A esta hora deves estar a pensar "porque não falas com a tua mãe?". Oh vó... não é a mesma coisa... queria que fosse contigo!

Com isto, queria só dizer-te que penso em ti. Queria que vivesses estas palavras. Que elas te fizessem feliz, onde quer que estejas. Vais ser sempre a minha avó Zé. Tenho a certeza que os manos também pensam assim. E os primos pedro e sara também. Foste a maior! Não te esqueças! Como tu dizias "sou mãe duas vezes! Mãe e avó!". Acredita que eras bem mais que isso. Termino isto, mas levo-te no coração.

Da neta Ritinha.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2005

James - Out To Get You

I'm so alone tonight, my bed feels larger than when I was small, lost in memories, lost in all the sheets and old pillows, I'm so alone tonight, miss you more than I could let you know, miss the outline of your back, miss you breathing down my neck, oh, they're all out to get you, once again, they're all out to get you, once again...
Insecure, whatcha gonna do? feel so small they could step on you, called you up, answering machine when the human touch is what I need, what I need is you. I need you. l ooked in the mirror, I don't know who I am anymore the face is familiar but the eyes, the eyes give it all away... here they come again, here they come again, here they come again... they're all out to get you, once again they're all out to get you... once again...












: (

Do pico da felicidade ao pico da tristeza vão apenas uns míseros segundos. Um dia de manhã acorda-se radiante ao lado da pessoa que mais se quer, no quentinho e aconchego, e no dia seguinte acorda-se e percebe-se que tudo não passou de um breve sonho. Tudo não passa de uma bela fantasia. Para quê sentir o coração quentinho, aos pulos, ter saudades do cheiro, do abraço, do sorriso de alguém? Para quê dar tudo de nós? Para quê derramar lágrimas? Para quê não dormir de noite? Estar sempre a olhar para o telemóvel, serve de alguma coisa? Há alguém que nos dê o valor merecido?

Hoje estou assim, triste, chateada com a vida, com um aperto de dor cá dentro. Desiludida com tudo, irritada por estar neste estado que não me leva a lado nenhum.

Tinha que terminar assim? Não podia ter sido de outra forma? Menos dolorosa, talvez? Enquanto as lágrimas caiem o aperto é cada vez mais forte. Não é justo. Não tinha de ter assim. Estava tudo tão bem. Quero conseguir dormir para esquecer e acordar daqui a muitos dias e bem longe desta realidade que me mata aos poucos.

Estou perdida. Atrofiada. Sem rumo. Acima de tudo, dorida e triste.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2005

Viva a cozinheira Inês!!


"Peixoto" sempre a dar no duro...


Dá para ver como estava tudo tão "agradável"?


Tem de haver caipirinhas até de manhã!


Ai se o microfone falasse...


Mesmo tremida, são elas: Jordans junior e senior : )


Socorro... tanta loira!!


As 5 da vida airada : )


Para as UCP girls

Meninas do meu coração : ) (aquelas que receberam o CD da Jordan que era para fazer chorar as pedras da calçada... c as nossas fotos!)

Tenho de partilhar isto convosco:

Mostrei à mami o CD, com todo o meu orgulho de católica, e as suas palavras foram (bem emocionadas, garanto-vos):

- ai, vcs merecem todos ter uma óptimo emprego e ser muito felizes. Deves guardar religiosamente este CD, merecia um prémio!! A vossa amizade é muito bonita, conservem-na.

Juro que quando vi o cd foi assim no meio d mta gente, td meio atribulado, e n pensei em nada disto assim muito a fundo. Hoje, quando ouvi as palavras da pessoa mais importante da minha vida (mamãe), acreditem que de certeza que os meus olhos brilharam, que senti o meu coração quentinho por ter amigas como vocês.

Gosto muito de vocês : ))))))))))))))))))))))))))))))

Beijos da Valente (oh jordan agora esta moda pegou e já me intitulo assim... SÓ TU!!)

sábado, 1 de janeiro de 2005

Resoluções 2005

Costuma dizer-se "Ano novo, vida nova". Eu cá não peço uma nova vida porque confesso que me sinto feliz com a que tenho, mas talvez necessite de umas "pequenas" mudanças, ora vejamos:

- emagrecer uns 4 quilos (SOCORRO...) (em 2004 foi sempre a alargar...)

- Encontrar um trabalho que me dê pica e me mantenha ocupada (2004 nesse aspecto foi excelente, durante os 12 meses estive sempre empregada)

- Ter mais paciência para a mãezinha (desde 1978 que sou uma filha refilona...)

- Ser mais responsável... (sem comentários)

- Deitar-me mais cedo

- Continuar a dar a atenção merecida aos meus verdadeiros amigos (penso que em 2004 não fui descuidada!)

- Continuar com o meu pipo (2004 foi inteirinho com ele : )

- Ser mais arrumada (n tenho espaço para as coisas!!!)

- Dar bons e largos passeios, dentro e fora de Portugal (em 2004 fui a Praga e a Madrid, fora de Portugal. Dentro fui a poucos sitios... algarve? évora? ranholas city? estes contam?lol)

- Tentar ser mais optimista em relação a tudo o que faz parte da minha vida

- Ser uma tia dedicada (desde que o baguito nasceu, penso que tenho sido)

- Começar a pensar em ir viver para a minha casa a partir do fim do ano... (é só um pensamento...)

- Ser menos consumista (ahaha! isto é daquelas coisas que me está no sangue... mas pronto, estabelecer verdadeiras prioridades com o que fazer ao $$).

- Manter o sorriso, continuar divertida, amiga, apaixonada, desbocada, faladora, cusca, tagarela... and so on...

Ditos na noite de fim de ano:

"OH FANECA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!" Moi même dixit
"EU SOU TUA AMIGA. MAS EU SEI Q GOSTAS MAIS DA MINHA IRMÃ DO QUE DE MIM" Jordan Junior Dixit (já c um copito a mais)
"O MIGUEL É O MEU EX, O MIGUEL É O MEU EX, VÁ LÁ VER SE N TE FAZES A ELE!" Lé dixit aquando da chegada do Miguel à festa
"BUFALOOOOOOOOOO!!BEBE DE PENALTY!!" os presentes na festa de fim de ano gritaram a noite toda graças ao "galão"
"AI DÁ-ME SÓ 5 MINUTOS...N CSG VER ESTE CHÃO NESTE ESTADO." Sinha dixit
"ONDE SE TERÃO ELES METIDO? NÓS A LAVAR O CHÃO E ELES ENFIAM-SE NO LIDL E N VOLTAM..." Jordan Senior dixit
"O QUE TU QUERES SEI EU!!" Galão dixit para inês (a fonseca)
"OH PIPO, OH MARIA JOÃO, AJUDEM-NOS A MONTAR A PLAYSTATION!!" viciadas no karaoke: jordan senior, jordan junior, sinha, inês fonseca
"EU CONHEÇO-TE... DE ONDE SERÁ?? AH JÁ SEI: É DE VALE DE LOBO. PARTISTE-ME O DEDO DO PÉ A JOGAR À BOLA" Pipo dixit a galão


... foi mais uma noite para recordar : )))))))))