quinta-feira, 24 de novembro de 2005

Oh yehh

"Os Coldplay voltaram ontem ao Pavilhão Atlântico para encontrar uma sala esgotada e preparada para absorver cada acorde e palavra. A promessa de um concerto inesquecível concretizou-se.
É num estalar de dedos que acontece o concerto de todas as expectativas. "Square one" abre a função, "Politics" segue-lhe o rasto, "Yellow" faz cair grandes bolas amarelas do tecto, "Speed of sound" arranca o público do chão... Ajudados por um excelente jogo de luzes e por uma qualidade de som invulgarmente boa para o Pavilhão Atlântico, os Coldplay fazem desfilar o alinhamento inteligente de quem sabe estar perante fãs acérrimos que sabem as músicas todas e outras pessoas, apenas curiosas, de ouvido apanhado por um ou dois refrões. O concerto é, portanto, muito equilibrado. Tem também a espontaneidade de um Chris Martin que não tem medo de se enganar e começar de novo numa música como "The Scientist". E tem ainda a simpatia de um grupo que tira fotos à plateia e oferece as máquinas, que aprende sempre algumas palavras na língua do país que visita, que manda o vocalista cantar para o outro topo da sala. Os Coldplay são feitos desta proximidade, podiam perfeitamente ser nossos vizinhos. Foi inesquecível. E soube a pouco", IN Público

FOI MUITO BOM!!!

3 comentários:

a retratada disse...

Olá!! como está a "Sra irmã do Patrão" ? lolol =P
tenho um post tb com esta crítica sobre os Coldplay, pois está mt boa mesmo! Beijos :)

carlos disse...

Foi como o almoço de hoje...
"E soube a pouco"

Ainda bem que existe uma Rita e uma Bélinha no mundo, senão era tu tão monotono.

Bjs

charlotte disse...

Ainda bem que gostaste da prendinha que eu e a Joao te demos :))))))