terça-feira, 18 de outubro de 2005

Monday bloody monday

Ontem foi um dia para esquecer... Acordar cedo, rumar ao trabalho ainda meia a dormir, passar a manhã a preparar a reunião das 18horas. Sair às 13 horas a correr para ir ao ginásio fazer uma aula. (há que prevenir, com reunião as 18 seria praticamente impossível cseguir ir fazer ginástica... n me despacharia a horas). Saio da aula de GAP às 14 horas, corro até casa, mudo-me, almoço e saio a voar. Objectivo: apanhar um taxi rumo à rua Brancaamp para uma reunião às 15horas. Estou a entrar no taxi toda afogueada quando o meu telemovel resolve tocar. A reunião foi cancelada. Fico irritada. Saio do taxi, vou buscar o meu carro e vou para o trabalho. Preparo as coisas que ainda faltavam e às 17h30 vou para a sala de reuniões. Fiquei enfiada na sala até às 22 horas. O meu rabo já gritava que estava espalmado. A minha mente chamava nomes a alguns presentes na sala. E a minha paciência não se esgotou por pouco.

Reuniões destas onde planos não faltam mas a acção é praticamente inexistente, não deviam existir. Um grupo de executivos que dizem sem qualquer problema "ai isto de ser executivo é muito complicado" e quase que me fazem desmanchar a rir... E depois devem chegar a casa e chorar-se para as respectivas mulheres a dizer que tiveram uma reunião DAQUELAS.

Enfim, o mundo dos negócios é muito bonito mas não é para mim. Reuniões com mais de 1h30 é muito meus senhores!!!

NB - O Maio é que foi esperto ; )

Sem comentários: