sexta-feira, 5 de agosto de 2005

Cheira a fumo

Por toda a Lisboa paira uma nuvem de fumo. Cheira a pinheiro ou eucalipto queimado. Os carros, ontem à noite, estavam cobertos por cinzas. O calor continua a abrasador. O ar está quase irrespirável. Da janela do escritório vejo o céu muito cinzento e hoje ao acordar toda a casa cheirava a queimado. Será que todos os anos vai ser a mesma conversa? É assustador...

Sem comentários: