quinta-feira, 12 de maio de 2005

Para si

Ok, confesso que lhe chamei monga quando me disseram que se esqueceu do telemóvel em Benavente. Se me conhece minimamente, sabe que sou brincalhona. Que fiz por "picá-lo". E sim, sei muito bem que o máximo de que se esquece é mesmo do telefone. A cabeça está sempre por cima dos ombros (...). Blá blá....

Deixemo-nos de balelas. Gosto muito de si. Das suas brincadeiras, das suas conversas, da nossa cumplicidade. Já estava na altura de escrever um post a dizer-lhe isto. Quando estou consigo tenho que lhe dar luta, fazer-lhe frente e responder à altura. É disso que eu gosto. Nada que me impeça de o admirar e gostar de si. Qaunto mais não seja porque me faz rir. : )) É bem disposto e é isso que se quer hoje em dia: gente divertida, com humor e sempre pronta a soltar uma gargalhada. Mesmo quando os tempos não se avizinham fáceis.

Qualquer dia empresto-lhe a minha "latinha" para dar uma voltinha. Vai ver como fica a adorar o pequeno Micra ; ) Não negue à partida um carro que desconhece ; )))

beijinho

2 comentários:

M.Pedrosa disse...

Assim já está como deve ser. Já desesperava. Por isso cá estou, embora com algum receio, apesar do aviso de que "ninguém morde".
A propósito da "latinha" - aquilo é mais uma casa de nós, mas faça o convite. Acho que o tal micra se vai sentir orgulhoso da dona, só por me convencer...

Bjs na alma.

M.Pedrosa disse...

Não é casa mas CASCA - CASCA DE NOZ!!!