terça-feira, 15 de fevereiro de 2005

Esse belo dia (argh...)

Hoje, mal acordei, lembraram-me logo que era o famoso-americano-comercial dia de São Valentim. Mal disse "bom dia D.Maria" esta retruibui e pergunta: "janta em casa?". Respondi que sim, "porque não haveria de jantar?", pensei eu... Tomei banho, vesti-me e a minha empregada voltou a perguntar o mesmo. E eu.. respondi o mesmo (e pensava "mas que raio..."). Um bom bocado depois, a D. Maria veio explicar-me o porquê da insistência na pergunta "é que hoje é o dia dos namorados". Epá, fiquei logo com a neura e só me deu para responder "eeeeeeeeeeee????????????????". (resultou porque já não me disse mais nada).

À noite fui jantar com o namorado e um grupo de amigos, a casa da Inês. Achámos que seria giro. Se fossemos jantar fora ou ao cinema só iriamos ver casalinhos. As montras eram só corações. Para mim não faz qualquer sentido... Namorado/a é-se todos os dias. Um mimo por dia, um carinho, um gesto. O dia está a mais! Aliás, o dia costuma ser a data de aniversário do namoro! E lá jantámos, lá descasquei as batatas, lá me ri, lá convivi.

Ironia das ironias, hoje fui almoçar com a Lé e com a mãe dela. A tia Teresa contou-nos que antigamente não existia o dia de são valentim mas sim o dia das comadres e dos compadres. Um grupo de amigos juntava-se, escrevia-se em papelinhos os nomes de cada um, num montinho estavam os dos rapazes e noutro os das raparigas. Cada pessoa tirava um papel com um nome do sexo oposto. Essa pessoa seria a sua ou o seu comadre ou compadre durante esse ano. Qualquer aflição, problema, recorria-se ao compadre.

Só nos nossos dias é que não há ideias giras como esta! HUMPF, DIA DOS NA QUÊ???

2 comentários:

Maffa disse...

Para quem nao suporta esse dia... mas tens de mandar um cartaosinho... Por isso aqui uns do be my anti-valentine! Vale a pena http://www.meish.org/vd/

Psico_Pata disse...

Nomeio-te desde já minha comadre!Tás lixada! Olha, "quisesteseo, agora comeseo";)