sexta-feira, 25 de junho de 2004

Chiça!

A todos os que se espantam com os milhares de portugueses pendurados nas estátuas até às duas manhã, enrolados em bandeiras e cachecóis; a todos os que se incomodam com desmesuradas exclamações de alegria por causa de um jogo e aconselham calma e contenção; a todos os que não compreendem como um povo se pode assim alienar, quando fecham fábricas todos os dias e a guerra continua no Iraque; a todos os que acham imoral jogadores e treinadores ganharem muitos milhares de euros para fazerem o que fazem, eu digo: qual é o mal, caraças? Porque é que a diversão desbragada, o riso, a excentricidade e a alegria a despropósito, são tal mal vistas?
Qual o mal de, por algumas horas ou dias, vibrarmos todos com uma merda que não importa um corno? Porque é que eu não me devo roer toda e gritar e arrancar cabelos quando vejo um jogo de Portugal, mesmo sabendo que dali a minutos tudo acabou e eu volto à minha vidinha?

Chiça!, como este país precisa de brincar a sério!
Enquanto não aprendermos a nos divertir por divertir, à toa, sem culpa, só porque nos apetece, sem especial motivo, por dá cá aquela palha, também nunca aprenderemos a levar o trabalho verdadeiramente a sério.

2 comentários:

Psico_Pata disse...

ACHO MUITO BEM! Há q ter alegria em alguma coisa!:) A esses srs, tudo oq posso dizer é "lamento":P

POR-TU-GAL!!!

bruno disse...

VIVA PORTUGAL!!!!!!
E QUEM NÃO GRITA É INGLÊS!!!
E QUEM NÃO GRITA É ESPANHOL!!
PORTUGAL!!!
POOOOORRRRTUUUUUUUUUGAAAAAAL!!!!
todos com a míuda mistério...
PORTUGAL!!
PORTUGAL!!