segunda-feira, 24 de maio de 2004

Há dias assim...

Neste fim-de-semana, e no que passou, diverti-me como há muito não acontecia:

Festa de anos de uma grande amiga minha e namorada do meu irmão gémeo. Oito pessoas, jantarada e saída no Bairro Alto. Matar saudades dos amigos. Rir a bom rir e não pensar em chatices.

Praia com amigos, muito sol, mar, calor.... e alegria! Jantar com amigas da faculdade e saída para o Bairro Alto (sim, de novo!).

Jantar de uma das melhores amigas. Bairro Alto (no comments...), Santos, Kapital, copos, risos, alegria e tudo, menos preocupações.

Há dias que passam sem que demos por isso. Em que o nosso desejo é que os minutos se transformem em horas e o nosso prazer de estar com os amigos dure eternamente.

Há dias assim, em que tudo corre bem e sentimos que somos as pessoas mais felizardas do mundo, talvez por termos amigos que nos protegem, nos fazem rir, nos ouvem e não nos deixam desamparadas... não nos dizem que não a um convite para café, sem que haja uma razão muito válida. Não negam a nossa companhia... e nos dizem que somos lindas, todos os dias.

Há dias em que sou totalmente feliz... há dias assim... : )

Sem comentários: